24 novembro 2008

Relembrando San Remo 1968 - Para José do vale Feitosa

Já que o Blog nesses últimos dias está meio "spaghetti", após a postagem de Zé do Vale logo abaixo, em que ele falou do festival de San Remo, Itália, 1968, eu me lembrei de uma música que faz um bom tempo que não escuto, e que acho uma boa composição, eternizada também por Roberto Carlos e que na época, foi muito querida pelo povo do Crato. Meus tios tinham esse compacto do "Rei" em San Remo... e quem não tem ? rs rs. Então, esta vai dedicada a todo mundo do Crato que viveu naquela época maravilhosa também, e assim como eu, adorava ver os discos do miolo laranja da CBS que tinha um rodarem na Radiola/Vitrola.



CANZONE PER TE


Composição: Sergio Endrigo

La festa appena cominciata è giá finita
Il cielo non è piu con noi
Il nostro amore era l'invida di chi è solo
La mia ricchezza la tua allegria
Perché giurare che sarà l'ultima volta
Il cuore non ti crederà
Qualcuno ti darà la mano
E com un bacio un'altra storia nascerà

E tu, tu mi dirai
Che sei felice come non sei stata mai
E a un'altra io dirò
Le cose che dicevo a te
Ma oggi devo dire che ti voglio bene
Per questo canto e canto te
La solitudine che tu mi hai regalato
Io la coltivo come um fiore (estribilho)

E tu, tu mi dirai
Che sei felice come non sei stata mai
E a un'altra io dirò
Le cose che dicevo a te
Ma oggi devo dire che ti voglio bene
Per questo canto e canto te
La solitudine che tu mi hai regalato
Io la coltivo come un fiore
Ma oggi devo dire che ti voglio bene
Per questo canto e canto te

Por: Dihelson Mendonça

CANZONISSIMA

A canção italiana não poderia deixar de ter muita importância no século XX. Primeiro pela sua herança desde o renascimento, depois o barroco, o clássico, o romântico, inclusive por ser o povo que praticamente estrutura a ópera. Segundo pelo enorme êxodo do seu povo em direção das jovens e importantes nações das Américas: EUA, Brasil e Argentina. Onde foi um italiano foi com ele uma canção de saudade como a napolitana, foi a canção do amor, da paixão pelo futuro, foi a poesia e o fraseado musical com enorme potencial de arrebatar os espíritos. Seja por engano ao outro como vociferava Nietzsche contra Wagner, seja por puro espírito de novamente se achar italiano.

Uma canção de Domenico Modugno que praticamente justifica o século italiano: Penso che un sogno così non ritorni mai più/ Mi dipingevo le mani e la faccia di blu /Poi d'improvviso venivo dal vento rapito/E incominciavo a volare nel cielo infinito (Penso que um sonho assim não retorna jamais/ Pinto-me as mãos e a face de azul/ Pois de repente vinha um vento rápido/ E começava a voar no céu infinito). Isso já é pura indústria fonográfica multinacional e um bem sucedido programa de divulgação e formação de público: os festivais, especialmente San Remo.

Nesta altura o cinema americano do pós guerra se enamorara da Itália, seu povo, suas paisagens turísticas, a cozinha e os sonho de uma boa vida à American Way of Life. Assim é que veio o Candelabro Italiano com um restaurante de enamorados ouvindo Emilio Pericoli: Al di là delle cose più belle. / Al di là delle stelle, ci sei tu./Al di là, ci sei tu per me, per me, soltanto per me. Antes, na década de cinqüenta, o melodrama Three Coins in the Fountain com uma canção tipicamente americana em volta das moedas em promessa na Fontana de Trevi. Mas nos anos 60 o Come September, conhecido por "Quando Setembro Vier", encontrou Gina Lollobrigida na garupa da lambreta de Rock Hudson (aquele homem que arrebatava os corações das meninas da Siqueira Campos e depois foi uma das primeiras vítimas da transmissão homossexual do HIV).

Uma lista do vasto mundo do cancioneiro italiano do século XX: além dos citados, havia Gianni Morandi, Bobby Solo, Claudio Villa, Nico Fidenco, Pino Donaggio, Pepino de Capri, Sergio Endrigo, Luigi Tenco e a lista vai muito além desta página. E as mulheres como Mina, Ornella Vanoni, Rita Pavone, Gigiola Cinquetti, Rossana Fratello e segue por outras mais mulheres de voz popular.

E a Itália viajou com a música pop com suas bandas, de estilo progressivo ou não, fazendo sucesso além da península. Fez música de protesto, a crítica social soberana como na composição de Lucio Dalla e esta linda canções que Chico Buarque traduziu com maestria: Dice che era un bell'uomo/ e veniva, veniva dal mare.../ parlava un'altra lingua... /però sapeva amare; e quel giorno lui prese mia madre/ sopra un bel prato.. l'ora più dolce/ prima di essere ammazzato. /Così lei restò sola nella stanza, / la stanza sul porto, / con l'unico vestito /ogni giorno più corto,....

MUITO PRAZER, TERCEIRA IDADE. João Marni de Figueiredo


Precisamos refazer a idéia de que estamos tão somente a caminho do fim, num processo inexorável de deterioração. Por que necessariamente agora, com cabelos brancos e experiência, está o idoso em declínio e não em transformação, - como tudo na vida? Onde é próprio da senilidade, mora o encanto. É imperativo para a felicidade dos que alcançam este degrau, que viajem com a vida, tal e qual fruto maduro que cai, apenas transferindo sua energia para outra estrutura; como a água do jarro jogada no riacho: não tem mais a forma do jarro, fazendo parte agora do riacho, pois somos águas correntes, inquietas. Não é o começo do fim, mas a busca por novos oceanos... A vida se encerra quando finda a juventude? Por falar nisso, quando é mesmo que ela, a juventude, acaba? Um amigo confessou-me que não foi a percepção da perda da elasticidade da pele, nem os cabelos brancos e escassos, mas a dor que sentiu quando, em um certo dia, sentou em cima de suas próprias bolas! Disse-me também que há vantagens de ordem prática chegar-se à velhice: podemos competentemente, com as mãos trêmulas, espalhar canela em canjica, andar nos coletivos sem ter que pagar e, vez por outra, engolir um “azulzinho” e torcer pelo resultado. Não precisamos mais temer a vastidão do futuro. O idoso encontra-se naquela fase em que os homens, naturalmente, afastam-se do culto ao corpo, e aproximam-se da filosofia, condição muito mais exuberante! Seria sábio e interessante não interferirmos na obra escultural, dinâmica e natural que é o corpo humano, de onde somos inquilinos. Para que cirurgia plástica “embelezadora”? Quer ser sua própria ficção, desconhecendo-se? O corpo paulatinamente perde a agilidade e a força, a expressão corporal muda do pulo do gato para o compasso lento e sereno. A visão diminui a acuidade, avisando que não se precisa mais ir à caça, mas ficar mais próximo da família. A audição também não é mais acurada, um prêmio para que não se ouçam mais tantas coisas vãs. Ter ótima memória apenas para fatos do passado distante, provavelmente serve para que se tenha melhor capacidade de reflexão da vida, sendo motivo de grande alegria poder rememorá-la quando não machucamos deliberadamente as pessoas com as quais nos relacionamos. Se a elas provocamos sofrimento, as lembranças são o preparo para o pedido de perdão. Recomenda-se que em conversa com ele (o idoso), puxemos por assuntos históricos, fatos de há muito tempo, onde sua memória encontra-se intacta e pode fazê-lo fluente. A libido diminui, afinal para que reproduzir agora, se não dá para acompanhar o desenvolvimento do rebento? E quão patético é querer a performance dos vinte anos! Fica-se mais seletivo, a energia é usada com parcimônia e melhor distribuída em atividades também prazerosas e sociáveis, como ler, curtir os amigos, a natureza, a companheira, voltar a brincar fazendo a alegria dos netos, para os quais pode-se confeccionar antigos brinquedos Embora aparente fragilidade lá adiante, o ser humano se aborrece mais facilmente e é capaz de fazer valer suas vontades, bastando que lhe faltem com o respeito ou não compreendam sua rotina com seus objetos em seu cantinho predileto. Nesta fase gosta de segurar a mão da amada e dizer-lhe tudo, quase sem falar nada. Se por coisas do destino tiver que ir para longe do convívio familiar, num abrigo, é bom que se diga que o experiente não é frágil como um cristal, nem se acaba aos cacos, mas não dispensa o polimento e que não se deve jogá-lo ao chão! Está apenas mais próximo de devolver sua "vestimenta", pois permitiu-lhe Deus que a usasse até o rompimento das malhas, abrigando um espírito, este sim, do interesse divino. É lamentável que um ser tão doce seja tratado de forma ingrata e desrespeitosa, num Brasil para poucos, com uma aposentadoria irrisória ter que enfrentar filas enormes na madrugada em busca de uma assistência médica caótica, ter que suplementar a renda trabalhando, quando os pés já não lhe obedecem mais e, pior, sem emprego para os seus descendentes, vê-los beliscar seus parcos ganhos, num estímulo à preguiça e à exploração. Este ser deveria chegar ao pódium da vida vivendo-a plenamente e não apenas suportando-a, mas elaborando-a sempre, com alegria.

Show de Lançamento em Recife - TIAGO ARARIPE

.

O Músico Tiago Araripe relança agora em Recife o seu clássico "Cabelos de Sansão", álbum que foi originalmente lançado em Vinil, e que agora tomou a forma de CD.

Dia 27 de Novembro, 5a feira
Horário: 19h
Parnamirim - Recife - PE

Foto do Dia e Previsão do Tempo

Centro Cultural do Araripe

Acima: Foto do Centro Cultural do Araripe

Previsão do Tempo:

Crato - Ceará
Segunda-Feira, 24/11 nascer e pôr-do-sol: Horário do nascer do Sol 05h10
Horário do pôr do Sol 17h39
icone
manhã
icone
tarde
icone
noite
max 35ºC
min 22ºC
Quantidade e Probabilidade de Chuva 0mm
0%
Direção e Velocidade do Vento ENE
14km/h
Umidade Relativa máxima e mínima 82%
39%
Sol com algumas nuvens. Não chove.

Fonte: Climatempo.
Foto: Dihelson Mendonça

E cadê o prefeito?? - Por João Paulo Fernandes



Por:João Paulo Fernandes

Resposta do Blog do Crato:

Prezado João Paulo Fernandes, quero isentar aqui totalmente a pessoa do Sr. prefeito Samuel Araripe pelo fato da entrevista não haver sido ainda realizada conforme prometida. A entrevista com Samuel Araripe só não se deu por tão somente conflito de horários nas nossas agendas. O prefeito inclusive já compareceu aos estúdios do Blog do Crato tão logo foi requisitado, e eu não pude atendê-lo na época, porque nem o estúdio nem eu estávamos preparados para a entrevista. Portanto quero isentar qualquer responsabilidade da parte do Sr. Prefeito e assumo que em qualquer época em que ele for chamado ao Blog do Crato, me comunicou que estará sempre à disposição. Então, creio que não cabe aqui uma cobrança como se fosse alguma culpa dele. Se alguem tem culpa sobre a entrevista não haver sido ainda realizada, é inteiramente MINHA, Dihelson Mendonça, pelo devido tempo e a agenda disponível.

Como todos sabem, estou trabalhando no término do meu CD, que está para ir à Fábrica em mais uns 10 dias e isso tem me atrapalhado muito com as coisas do Blog, mas tão logo passe, estarei ao inteiro dispor dos amigos e velhas amizades. Estou inclusive afastado de tudo e de todos em razão do CD. Peço-lhes minhas desculpas pelo atraso, mas em breve farei a referida entrevista com o Sr. prefeito Samuel Araripe. Gostaria que enviassem mais perguntas também!

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

.

Construção do Aterro Sanitário do Cariri

Samuel Araripe participa de reunião sobre aterro sanitário do cariri

Dia 20 de Novembro, pela manhã no auditório do Centro Cultural do Araripe, no Largo da RRFSA foi realizada reunião com a empresa IDC- Instituto para Desenvolvimento de Consórcios, empresa que ganhou a licitação para construção do aterro sanitário do Cariri. Consorcio é a reunião de dois ou mais entes da federação, -onde estão inclusos os municípios - com objetivos em comum. No caso, os objetivos em comum que dizem respeito a essa reunião foi o da necessidade dos municípios darem um destino final aos seus resíduos sólidos mediante a construção de aterros sanitários.

A construção do aterro sanitário está prevista para a cidade do Crato e atenderá 9 municípios da região. O prefeito Samuel Araripe, salientou a importância da construção de aterros como esse, ressaltando a questão do comprometimento com o meio ambiente, bem como a relevância de projetos que promovem a integração social.

Fonte: Website da prefeitura Municipal do Crato
.

O Buscador da Verdade - Por: Mônica Araripe

.
Conta-se que um buscador da verdade saiu, em certa ocasião, pelos caminhos da terra. E ali, no cruzamento do mundo, interrogou seus irmãos: Dizei-me qual é a verdade?

Busca na Filosofia - responderam os filósofos.
Não, argumentaram os políticos. A verdade está no serviço.
Entra nas catedrais - lhe asseguraram os sacerdotes.
Sem dúvida, A verdade é a sabedoria - terçaram os sábios.
Renuncia a tudo - esgrimiram os ascetas.
Contempla e exalta as maravilhas do senhor - Anunciaram os místicos.
Acata e cumpre as leis - indicaram os governantes.
Conhece-te a ti mesmo - cantaram os guardiões do exoterismo.
A verdade está nos números sagrados - deduziram os cabalistas.
Vive os prazeres - aconselharam os pecureus.
Une-te a nós - gritaram-lhe os revolucionarios.
Vive e deixa viver - chamaram os existencialistas.
A verdade é um mito - respondem os céticos
O passado: eis a única verdade - lamentaram os nostálgicos.

Nisso, aconteceu passar junto do humilde mortal um ancião veneravél, que portava um refulgente diamante.

Quem és? - perguntou, derrotado, o buscador da verdade.
E o ancião, mostrando-lhe o diamante, respondeu:
sou o guardião da verdade!!!
A verdade? ela existe?
O ancião, sorriu e aproximando a gema ao rosto do humano, replicou:
A verdade, como este tesouro, tem mil faces. A cada qual cabe averiguar qual delas lhe toca,

Luciano Carlos Freire. Foto: website blog.file.zip.net

Por: MÔNICA ARARIPE
Uma boa semana para todos!!
.

Cidadão, Exerça seus Direitos ! - Campanha contra a Poluição Sonora !

.
Ajude a combater a Poluição Sonora da nossa cidade, denunciando abusos:

- Secretaria de Meio Ambiente: 3521-9409
- Semace: 3102-1288

- Polícia Militar.

Este pedido é do próprio Secretário do Meio-Ambiente e tem todo o apoio do Blog do Crato e da Rede Blogs do Cariri, que conta com mais de 30 websites Caririenses e mais de 25.000 visitas mensais.

Dihelson Mendonça
.

Secretário do Meio-Ambiente fala ao Blog do Crato sobre a POLUIÇÃO SONORA !

Rapidamente obtivemos uma resposta...

E
m resposta ao artigo escrito por mim na noite de ontem aqui no Blog do Crato, quando recebemos inúmeras denúncias de pessoas espalhadas pela cidade nesse fim-de-semana reclamando do problema da poluição sonora e abusos cometidos por vagabundos que em descumprimento total das leis atormentam a população, recebemos essa carta/mensagem do Sr. Nivaldo Soares de Almeida - Secretário do Meio Ambiente e Controle Urbano que fala sobre o problema, o que a Secretaria tem feito nesse sentido, e as possíveis soluções para o problema. Ao final, eu emito uma resposta à mensagem:


"Não podemos deixar de reconhecer que infratores estão por toda parte e que, infelizmente, cada vez a banalidade e o desrespeito aos direitos elementares da pessoa humana vem ocupando espaço na nossa sociedade. Em se tratando da questão da poluição sonora em nosso município informo que a administração municipal através da Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano e parceiros institucionais (Semace, Demutran, CPA, Policia Militar e Cívil) vem desenvolvendo ações conjuntas no sentido de combater a poluição sonora em bares, clubs, casas de shows, veículos e etc. Posso afirmar que equipamentos e veículos já foram apreendidos, bem como bares e casas de eventos sofreram autuações e até foram fechadas. No entanto, não discordo que muito mais precisa ser feito, por parte dos orgãos competentes, no sentido de uma maior eficiência no trabalho. Neste sentido, o Blog do Crato e os demais meios de comunicação, bem como a sociedade como um todo pode nos ajudar nesta tarefa, que não é fácil, denunciando as ocorrências a Secretaria de Meio Ambiente, pelo telefone 35219409 ou Semace 31021288 ou ainda a Polícia Militar. Posso tambem assegurar que tomaremos providências com os casos já comentados pelos usuários do Blog do Crato. Nos colocamos à disposição para qualquer informação à respeito do trabalho que hora realizamos no município e o que está sendo planejado para uma melhor gestão do nosso espaço urbano.

Nivaldo Soares de Almeida, Secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano

Resposta:

Prezado Sr. Nivaldo,

Que bom que estavas atento às nossas postagens aqui. Creio que não é preciso que ninguém lhe fale da situação calamitosa em que se encontra a nossa cidade no sentido da Poluição Sonora. Basta andar um pouco pelas ruas do Crato, mesmo nos bairros, e ver que o problema tem ultrapassado todos os limites possíveis.

O Senhor como Secretário do Meio-Ambiente tem poder para fazer algo a respeito. Talvez as apreensões feitas, tenham sido ainda poucas tímidas, dado o enorme número de ocorrências. Mas eu creio também e acho que o Sr. deve pensar da mesma forma, que apenas punição não irá adiantar muito e que o problema é antes de tudo, educacional. Não adianta se bater num cachorro por este tentar subir em cima da mesa. O que se pode fazer é tentar educá-lo.

Talvez uma campanha EDUCATIVA para a população, iniciada pela sua Secretaria, nos meios de comunicação, Rádio, internet, cartazes, seria muito útil também, informando das penalidades aos infratores, tentando conscientizar as pessoas. E isso teria todo o nosso apoio. E as punições devem continuar. Os vagabundos têm que saber que na cidade existe LEI. Que não podem fazer coisas que irão perturbar a PAZ das pessoas de bem e que precisam dormir e repousar.

Existe uma frase célebre que diz que:

"Para que o Mal triunfe, é apenas necessário que os Homens de Bem não façam nada."

Vivemos nesse dilema. Toda uma parte da população que trabalha, que luta por melhores dias, que quer educar seus filhos para as boas coisas e um futuro melhor, à mercê de um bando de Vagabundos e Desocupados, que em descumprimento TOTAL das leis, atormentam e infernizam a vida dos verdadeiros cidadãos desta cidade. O BLOG DO CRATO se encontra à sua inteira disposição no caráter informativo e educativo da sua árdua tarefa que se fará nesse sentido, e que deve contar com todo o nosso apoio e da maior parte da população. E lhe digo uma coisa: Quem conseguir resolver o problema da Poluição Sonora, Visual e outras do Crato, certamente que terá toda a simpatia e carinho da nossa população em todos os sentidos.

Atenciosamente,


Dihelson Mendonça
BLOG DO CRATO
www.blogdocrato.com
.