16 novembro 2008

HOMENAGEM À ELMANO - DESTINO DO POETA.

Enéas Duarte era detentor de um invejável acervo cultural, de uma inteligência privilegiada, de oratória convincente e respeitada, qualidades que se somavam a tantas outras. Registro um protesto de veneração ao saudoso poeta de Barbalha, transcrevendo o soneto de sua autoria denominado “Destino do Poeta”. Dedico esta singela homenagem ao incansável e determinado defensor da cultura, como nunca houve outro igual, no resgate de autores, incentivo ao habito da leitura. Esse que honra Farias Brito e a todos nós brasileiros o Elmano Rodrigues Pinheiro.
Conduzir tanto amor, tanta amizade,
Na pequenez sutil do coração;
Desprezar o clarim da realidade
Pela sonora flauta da ilusão.

Vagar pelo silencio em direção
À desventura, às magoas, à saudade,
Menoscabando o fausto e a sedução,
Vivendo quase sempre na humildade.

Respondendo às injurias com o desdém,
Sem maltratar e sem pungir ninguém,
Caminhando altivo em linha reta.

Lançando rosas pelo caminho
E recebendo em troca acerbo e espinho,
Eis o destino de qualquer poeta.
Elmano.
Certa feita, o Helder França encontrou-se com o Enéas e decepcionado com a sua indumentária metrificou:
Responde-me,
Oh! Pobre vate,
Qual foi o mal alfaiate
Que te aleijou de uma vez?

A resposta não tardou:
Foi o alfaiate da miséria
Que pobreza
É coisa seria
Foi a miséria quem fez!



No primeiro mundo tem dessas coisas também.

Médicos sicilianos mantinham 51 mil mortos em listas de pacientes

ROMA - Os médicos da ilha italiana da Sicília mantinham mais de 51 mil mortos, alguns há 35 anos, em suas listas de pacientes e cobravam para "atendê-los". A fraude custou 14 milhões de euros ao Estado, informa a imprensa local.
A Guarda de Finanças italiana, que cuida da parte tributária, descobriu a fraude no serviço de saúde nacional após alguns meses de controle na província da Sicília.

O total de mortos "atendidos" pelos médicos era de 51,287 mil, pelos quais continuavam recebendo uma quantia mensal. As investigações devem continuar para identificar os responsáveis da fraude.

A saúde siciliana custa aos cofres públicos 8 bilhões de euros e, em 2007, o déficit no setor alcançava 1 bilhão de euros.

O deputado Nino Minardo, do partido Povo da Liberdade (PDL), apresentará na segunda-feira uma interpelação urgente ao ministro da Saúde italiano, Maurizio Sacconi, sobre a situação na Sicília e em outras regiões da Itália.

"É preciso saber se este fato, que dá uma imagem péssima à ilha, afeta outras regiões. Se fosse descoberto que, em outras regiões da Itália, os médicos reebem indenizações por pacientes mortos, o dano ao orçamento seria enorme e o caso seria clamoroso", afirma a imprensa local.
Dados: jornal ultimo segundo, 16/11/2008

Se essa moda pega........

Futebol - Atualização - Por: Amilton Silva

.
Fluminense vence de virada
Após terminar o primeiro tempo perdendo por 1 X 0 para Portuguesa em pleno Maracanã, o Fluminense voltou com duas substituições, que foram fundamentais para a virada.O treinador Renê Simões colocou Maicon e Tartá no Lugar de Eduardo Ratinho e Everton Santos.Aos 24 minutos do primeiro tempo o Atacante Edno da Portuguesa, após bela jogada individual, abriu o placar com um belíssimo gol.Apoiado por mais de 42 mil torcedores , o Fluminense partiu para a virada no segundo tempo.Aos seis minutos numa bela arrancada do jovem Maicon que driblou o adversário e cruzou para finalização do atacante Washington que marcou após jejum de quatro partidas, o Flu empatou.Aos 29 minutos o Maicon chutou para devesa parcial do goleiro, no rebote o atacante Tartá virou o jogo.Aos 40 minutos numa outra jogada de Maicon, Romeu que entrou no segundo tempo deu cifras finais ao jogo.Com o resultado de 3 X 1, o Fluminense soma 40 pontos ganhos , e ocupa a 13ª posição.

Náutico massacra o Cruzeiro

O Cruzeiro foi a recife sonhando ainda com o título do brasileirão de 2008, só que encontrou um adversário agerrido e disposto a deixar a zona do rebaixamento.Apoiado pela sua torcida fanática e vibrante, o Náutico partiu pra cima do Cruzeiro e saiu com uma goleada histórica de 5 X 2. Só resta agora para o Cruzeiro lutar para uma vaga na Libertadores da América de 2009.Felipe 2 vezes, Gilmar 23 vezes e Everaldo marcaram para o timbú.Wagner e Guilherme descontaram para a raposa.

Ipatinga Vence Sport e respira um pouco


Na lanterna da competição , o Ipatinga venceu de goleada o Sport de Recife , por 3 X 0. Mesmo gom a goleada o Ipatinga permanece na última posição da competição com 34 pontos ganhos, e tem chances remotas para se manter na primeira divisão do brasileirão.

Resultados da 36ª rodada da Série B.Jogos realizados ontem (15)

CRICIÚMA 2 X 0 GAMA
BRASILIENSE 2 X 2 JUVENTUDE

PARANÁ 1 X 0 PONTE PRETA
ABC 1 X 1 MARÍLIA
BARUERI 1 X 0 FORTALEZA
BRAGANTINO 3 X 2 AVAÍ
CORINTHIANS 3 X 1 VILA NOVA

Por: Amilton Som - Editor de esports do Blog do Crato

Foto: UOL.

Inverdades e até triângulo amorosona proclamação da República



Paulo Gomes Lacerda (*)


Há 117 anos, num dia de 15 de novembro, sem qualquer participação popular e sequer o apoio de grande parte da elite da época, proclamava-se a República, um fato político que deixou marcas profundamente trágicas na história brasileira.
Relatos históricos hoje melhor conhecidos contam que, naquele confuso dia de 1889, comandando algumas centenas de soldados pelas ruas do Rio de Janeiro, então capital do Brasil, o marechal Deodoro da Fonseca, tido como fiel a D.Pedro II, pretendia com sua movimentação apenas derrubar o então chefe do Gabinete Imperial (equivalente hoje ao cargo de primeiro-ministro), o Visconde de Ouro Preto, que, por sua postura liberal, desagradava aos militares conservadores. Tanto assim que, à frente da tropa, sua primeira saudação em alta voz foi "Viva sua majestade, o Imperador", e não uma saudação à república, instituição que surgiria oficialmente poucas horas depois.
Segundo farta documentação a respeito desse episódio, a decisão final dos conspiradores de derrubar o Imperador D. Pedro II aconteceu tão-somente na madrugada do dia 15 de novembro, quando um oficial republicano, o major Frederico Sólon Sampaio Ribeiro, comandante das tropas que cercavam o Paço Imperial, convenceu Deodoro a proclamar a República, relatando-lhe nada menos que inverdades. Conforme se sabe hoje, esse militar teria dito a Deodoro que o novo Presidente do Conselho de Ministros, supostamente indicado pelo Imperador e que ocuparia o posto no dia 20 de Novembro, quando também os deputados eleitos tomariam posse, seria Silveira Martins, inimigo mortal do Marechal.
Deodoro e Silveira se rivalizavam na disputa amorosa pela Baronesa do Triunfo, viúva muito bonita e elegante, de acordo com os registros da época e que sempre preferiu Silveira Martins ao marechal. Na verdade, o novo Presidente do Conselho de Ministros seria o Conselheiro José Antônio Saraiva, diplomata de renome que já chefiara o Gabinete Imperial duas vezes, entre 1880 e 1882 e por um curto período no ano de 1885.
Disse-lhe também o major Sólon que uma suposta ordem de prisão contra seu chefe havia sido expedida pelo governo imperial, versão que convenceu finalmente o velho marechal a proclamar a República no dia 16 e a exilar a Família Imperial sob as sombras da noite. Assim se evitaria que a expulsão de D.Pedro II, da Imperatriz Teresa Cristina, da Princesa Isabel e de seu marido, o Conde d´Eu fosse impedida pela população mais empobrecida, em cujo meio a família imperial era muito estimada por seus atos de caridade.
Nada houve de heróico nesse trágico acontecimento, considerando-se que a República só veio por pressão de alguns fazendeiros escravocratas, insatisfeitos com a Lei Áurea e com as propostas não aceitas pelo governo imperial para que eles fossem indenizados pela alforria de seus escravos, entre outros acontecimentos relevantes. Para deixar isto mais claro, basta mencionar que entre os deputados eleitos em 1889, que tomariam posse no dia 20 de novembro, só havia dois republicanos, o que evidencia bem o caráter de golpe militar e até entreguista da proclamação da República.
O fato foi saudado com euforia pelo enviado extraordinário do Departamento de Estado Norte Americano, Robert Adams Jr., que, ao escrever relatório sobre os acontecimentos, deixou isto bem patente: "A família imperial partiu hoje. O Governo de facto com o ministério foram estabelecidos, perfeita ordem mantida, importante reconhecermos a república primeiro. Adams" ("Imperial family sailed today. Government de facto with ministry established perfect order maintained, important we acknowledge republic first. Adams." - In SILVA, Hélio: "1889: A República não esperou o amanhecer", Porto Alegre: LP&M, p.371). Nesse mesmo dia, navios norte-americanos navegavam pelas águas territoriais brasileiras, para auxiliar o governo provisório da nova República na "imposição da ordem", numa provocação agressiva à Marinha do Brasil.
E mais: o primeiro hino nacional do Brasil republicano foi a Marselhesa, copiado da França; e sua primeira bandeira da nova ordem foi uma réplica auriverde da bandeira norte-americana. Até hoje o Brasil paga o preço por copiar outros países imaginadamente "mais desenvolvidos" ao invés de implantar seu próprio modelo nacional, que se desenhava sob a bandeira do Império, dentro da Monarquia parlamentarista!
No contraponto dessa nada heroicidade dos golpistas, D. Pedro II, pouco depois de chegar a Portugal a bordo da fragata Alagoas, da Marinha Brasileira e no início de seu exílio, como homem de princípios morais e éticos incomuns recusava-se a aceitar os termos de um decreto do governo provisório republicano que incluía a transferência à sua pessoa de cinco mil contos de réis (equivalente hoje a 4,5 toneladas de ouro ou aproximadamente R$ 2 bilhões). Enfatizando que esse dinheiro pertencia ao povo brasileiro, em seu lugar ele pediu que o substituíssem por apenas um travesseiro cheio de terra brasileira, onde poderia repousar sua cabeça, quando dormisse e também quando morresse.
Nasceu a República, além da conspiração urdida por grupos prejudicados, entre outros fatos, por causa da abolição da escravatura, também pelas invencionices de um major, a espada de um marechal, e por que não dizer, em meio à disputa de egos feridos por amores mal correspondidos. Lembramo-nos de sábias e proféticas frases do escritor Monteiro Lobato em texto onde ele expõe os descalabros republicanos que principiavam a fincar suas raízes no Brasil, que "tinha um rei. Tem sátrapas. Tinha dinheiro. Tem dívidas. Tinha justiça. Tem cambalachos de toga. Tinha Parlamento. Tem ante-salas de fâmulos. Tinha o respeito do estrangeiro. Tem irrisão e desprezo. Tinha moralidade. Tem o impudor deslavado...". Um discurso absolutamente atual esse de Monteiro Lobato!
Passaram-se décadas antes que os despojos da Família Imperial pudessem retornar ao Brasil e seus descendentes aqui colocassem seus pés. Os restos mortais de D. Pedro II, falecido em 3 de dezembro de 1891, num singelo hotel de Paris; da então Imperatriz Teresa Cristina, que morreu pouco depois de chegar à cidade do Porto, em Portugal, no começo de seu exílio; e da Princesa Isabel, que partiu deste mundo em Paris em 14 de novembro de 1921, bem como de seu marido, o Conde d´Eu, falecido em 1922 a bordo do navio que o trazia de volta ao Brasil, repousam hoje no Panteão da Catedral de São Pedro de Alcântara, em Petrópolis (RJ).
Deodoro, nascido na cidade de Alagoas (atualmente Marechal Deodoro, AL) em 5 de agosto de 1827, morreu em 23 de agosto de 1892 na cidade do Rio de Janeiro. Como sua última vontade pediu que o sepultassem em trajes civis, no que não foi atendido e seu enterro teve toda a pompa e honras militares. Os motivos para seu derradeiro desejo ele os guardou para sempre.
Em 15 de novembro, o que temos para comemorar?


(*) Paulo Gomes Lacerda é ensaista

MATEMATICANDO.COM Dr VALDETÁRIO.

O LP do GONZAGÃO.

O meu colega Sálvio Pinto, além de urologista, é vidrado no Luiz Gonzaga. Ele prefere ouvir músicas na sua velha vitrola, com o bom e saudoso disco de vinil. Desnecessário dizer que ele só encontra seus discos em antiquários. Outro dia o Sálvio comprou um antigo disco do Gonzagão pela bagatela de R$ 70,00. Dias depois resolveu vender a preciosidade ( médico também passa por apertos financeiros). Vendeu o referido disco por R$ 80,00. Dias depois resolveu comprar novamente o mesmo disco e o comprou por R$ 90,00. Decorridas duas semanas o Sálvio se aperta outra vez (ele só atende pelo SUS) e resolve vender mais uma vez o disco. Desta vez o vendo por R$ 100,00. A pergunta é: o Sálvio teve algum lucro ou prejuízo? E, se teve, de quanto foi? Como o problema do par de sapatos, este também é fácil e não tem pegadinha. Façam seus lances. Resposta no próximo MATEMATICANDO. Abraços. Valdetário.

As Notícias da Semana no Cariri

As Notícias da Semana no Cariri - Coluna Tarso Araújo
Jornal "O Povo"


BEZERRA DE MENEZES - O FILME

Com mais de dois meses de exibição nos cinemas, o filme Bezerra de Menezes: o Diário de um Espírito apresenta números de bilheteria surpreendentes a cada dia. Para atingir o público distante das capitais, a produção está passando por um rodízio de salas, estreando em cidades do Interior. No Ceará, depois de passar pelos municípios de Sobral e Maracanaú, está agora sendo exibido em Juazeiro do Norte, no cinema do Cariri Shopping. No último fim de semana, a produção cearense superou a marca dos 415 mil espectadores. Para suprir a crescente procura pelo filme desde a estréia, a distribuidora Fox Filmes vem ampliando o número de salas de exibição, que atualmente somam 65 em todo o Brasil.

CADÊ O DINHEIRO?
Silêncio de cemitério. Os deputados federais do Cariri nada dizem sobre o fato de o governador Cid Gomes (PSB) ter solicitado e ficado com 16 das 19 emendas da bancada federal cearense no orçamento da União. Até agora, os caririenses não ouviram nenhuma manifestação dos deputados sobre o assunto ou sobre o que de concreto virá para a região.

MUDAR PARA MELHOR
Na cidade de Barbalha, o prefeito eleito José Leite (PT) preparando terreno para sua posse. Vai eleger a mesa diretora e quer tranqüilidade para dirigir os destinos da terra dos verdes canaviais. Leite tem dito para amigos e colaboradores que irá mudar o perfil da cidade para melhor.

Ceasa
A cidade de Barbalha está aguardando o início das obras da central de Abastecimento (Ceasa) para janeiro de 2009. A promessa do governador Cid Gomes (PSB) está sendo aguardada por toda a sociedade. O prefeito José leite garante que está tudo certo.

PRAÇA
A Praça Siqueira Campos passou por uma ampla reforma nos últimos noventa dias. Tem muita gente reclamando e, em parte concordo, que colocar pedra cariri deixou a praça um pouco mais feia. Deveriam ter usado um material que deixasse o piso mais bonito.

DEIXA SAUDADES
A Mostra Sesc Cariri de Cultura terminou. Deixa saudades, pois nestes dias, a região do Cariri ficou mais colorida, mais rica em cultura, mais alegre e festiva. Hotéis lotados, bares e restaurantes cheios de gente de todos os cantos. Teatros em movimento, ruas e palcos espalhados por 15 cidades. Não tem como não deixar saudade, e uma marca registrada: a da organização, de ter acertado um evento que marca o Cariri, deixa seu registro e promessas positivas para o futuro.

ILHAS DE CALOR
Um estudo está chamando a atenção em Juazeiro do Norte. Um grupo de alunos da Escola Paraíso fez pesquisa e detectou que estão sendo formadas em Juazeiro ilhas de calor. O fenômeno é decorrente da urbanização desenfreada da cidade. Para o professor João Ludgero, que acompanhou os estudantes na pesquisa, o próximo prefeito tem que pensar o crescimento urbano com qualidade de vida e proteção ao meio ambiente.

BERRO CARIRI
O Berro Cariri, que se realizará de 4 a 7 de dezembro, no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcanti, irá investir mais no setor da ovinocaprinocultura. Agências bancárias estarão de plantão para oferecer crédito aos produtores. No Berro, os visitantes terão ainda uma programação cultural voltada para a cultura popular. A coordenação é de Moura Leitão.

A MAIS ADMIRADA
A Grendene conquistou o primeiro lugar no segmento calçados na premiação "As empresas mais admiradas do Brasil 2008", promovida pela Cara Capital, em parceria com a TNS InterScience. A Grendene manteve o primeiro lugar na premiação no segmento de calçados. O resultado de "As empresas mais admiradas do Brasil 2008" foi obtido por meio de pesquisa. Foram 1.124 entrevistas junto a presidentes, vices, superintendentes e diretores de empresas mais importantes de cada segmento de negócio. No Cariri, a unidade da Grendene funciona em Crato, ofertado mais de 5 mil empregos.

VESTIBULAR
A Faculdade Paraíso está com as inscrições abertas para o vestibular 2009. Ao todo, são 500 vagas para os cursos de Direito, Administração e Sistemas de Informação. A FAP é reconhecida por oferecer ensino de qualidade, com bom desempenho no Enade e ter parecer favorável da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Anote: Contos para arrepiar
Sete contos de arrepiar, um dos livros mais interessantes do escritor Flávio Morais chega às minhas mãos. Recebi em casa o livro deixado por ele. Fico feliz em saber que temos no Cariri um escritor tão talentoso. Que produz literatura como quem passeia numa manhã de domingo de mãos dadas com seus filhos, ou seja, com tranqüilidade. Sem muito esforço. O livro traz sete contos de terror, contidos no imaginário popular. Parabéns para esse homem, das letras e da lei. Flávio Morais é, também, juiz da Comarca de Jardim.

VAI CONCLUIR
Imagem das obras paralisadas do Centro de Apoio aos Romeiros, em Juazeiro do Norte. A boa notícia é que o governador Cid Gomes (PSB), em reunião com o prefeito de Juazeiro Raimundo Macedo (PSDB) e o prefeito eleito Manoel Santana (PT), na semana que passou, acertou concluir essa obra que é importantíssima para a terra de padre Cícero Romão Batista.

.

BRASIL MONÁRQUICO ???

Negar, quem há de? É fato que a demora foi longa e extenuante, mal-entendidos verificaram-se, acaloradas discussões sucederam-se, frustraram-se expectativas, sólidas e até então indestrutíveis amizades desfizeram-se, corrosivos momentos de desgaste o processo experimentou. Mas eles, justiça seja feita, jamais desistiram. Fiéis, durante anos foram tidos como lunáticos sonhadores. Algumas vezes, até, ironizados. Ridicularizados, no entanto, jamais. A firmeza e seriedade de suas convicções impunham (e impõem) respeito.

E então... eis que o grande momento chegou.

Descobriu-se (a turma do programa CQC, na TV) que o Brasil é hoje, finalmente, um país monárquico.Na verdade, uma esdruxúla combinação monárquico-presidencialista-parlamentarista.

Explica-se: embora o presidente Lula gerencie com extrema competência o executivo, referendado, autorizado e habilitado pelo sufrágio popular de milhões, na realidade temos não apenas um, mas dois “reis” em plena atividade e que representam com fidalguia e dignidade o Brasil no exterior: o “rei” Pelé e o “rei” Roberto Carlos.

Portanto, a monarquia – ufa !!! - voltou, para deleite e gáudio dos seus milhares de adeptos.

Aleluia !!! Aleluia !!!

Por: José Nilton Mariano Saraiva
.

Consumidor no Cariri aprova cozinha Japonesa

SUSHI NO SERTÃO

Clique para Ampliar

Madalena Tsuruta foi ao Japão se especializar durante um ano e meio na culinária oriental. Com a qualificação, montou negócio de sucesso em Juazeiro do Norte (Foto: ELIZÂNGELA SANTOS)

Juazeiro do Norte. Cozinha japonesa no sertão. A primeira impressão era de que o negócio realmente iria dar certo, pelo nível de popularidade da culinária dos nipônicos no Brasil. E realmente deu, e surpreendeu. Primeiro, a nissei Madalena Tsuruta teve de ir ao Japão para se especializar por cerca de um ano e meio na culinária oriental. Depois de tantos pratos aperfeiçoados, elegeu o sushi como principal atrativo para a terra do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte.

Em média, 30 pratos da culinária típica do Japão são preparados por Madalena para atender a sua clientela na região do Cariri. No início do restaurante, o pensamento era de que seria muito difícil a adaptação aos pratos mais desconhecidos dos brasileiros. Hoje alimenta o sonho de montar uma filial do negócio em outra cidade da região.

“No começo, não esperava que a cultura fosse tão bem assimilada, porque somos realmente muito diferentes em relação ao Brasil”, diz ela. Madalena é filha de japonês. Viveu a maior parte de sua vida em São Paulo, mas nunca estabeleceu fronteiras em relação a viver em localidades diferentes do Brasil onde pudesse ficar.

A experiência com restaurante se deu mesmo no Brasil. E aconteceu em Juazeiro do Norte. Veio ficar perto de um de seus filhos e decidiu colocar em prática os dotes culinários. Conseguiu abrir espaço para ela, filhos e oferecer empregos. O difícil mesmo é ter mão-de-obra especializada. Todos têm que passar pelo treinamento da proprietária. Afinal, os próprios funcionários têm de entender de que forma se comporta esse tal consumidor diferenciado que, não sendo oriental, gosta da comida japonesa.

E a surpresa na qual se refere Madalena começou com a inauguração do restaurante. A clientela marcou presença e teve até fila. Quase não deu conta e foi ali, no início, que a descendente de japoneses viu o sucesso de seu empreendimento. Os custos para manutenção do espaço auxiliam. A mão-de-obra da região também. Mesmo necessitando de treinamento, o valor não chega a ser caro. Essa realidade econômica é repassada com bônus especial para os consumidores. O prato mais caro chega a custar apenas R$ 22,00.

Existe uma clientela fidedigna, conforme a empresária. Os jovens, em sua maioria. Ela tem boas expectativas em relação ao mercado na região, em virtude do crescimento dos cursos de Nível Superior.

Uma das maiores dificuldades mesmo diz respeito à aquisição da matéria-prima. Os produtos utilizados na cozinha japonesa são adquiridos diretamente de São Paulo. O fornecedor é da Capital do Estado.

Novos pratos serão lançados. São truques de marketing para, aos poucos, ir conquistando mais a clientela. O sorvete frito, tão comum no Japão, chegará aos caririenses. É uma novidade quente, com partes frias e muito crocante. Há alguns anos em Juazeiro, a dona do restaurante pretende investir mais em divulgação, o que, desde o início, não foi muito sua preocupação. Com a proximidade do fim do ano, ela quer aproveitar a temporada e vê boas perspectivas de crescimento na região do Cariri, com ampliação do pólo universitário e a crescente chegada de novos moradores jovens nos municípios.

Outra especialidade de Madalena Tsuruta é a comida árabe. Mas, pela sua experiência, esse tipo de alimentação não iria surtir tanto efeito na região. O público da comida japonesa no Cariri é maior.

Hoje, se tornou comum, até nos supermercados, a comercialização de sushis e outros produtos da cozinha oriental. Não se torna um risco ao rústico baião de dois com pequi. É uma prova de que no sertão do Ceará há espaço para quem quer arriscar os dotes culinários internacionais.

Elizângela Santos
Repórter


CARDÁPIO

30 pratos, em média, da culinária típica do Japão são preparados por Madalena para atender a sua clientela na região do Cariri. No início, achava que seria difícil a adaptação dos brasileiros aos pratos, mas se enganou

"No início, não esperava que a cultura japonesa fosse tão bem assimilada, pois é diferentes da do Brasil"
"Vim para Juazeiro ficar perto do meu filho e acabei praticando meus dotes culinários"
Madalena Tsuruta
Dona do Sushi Grill

Mais informações:
Sushi Grill
Av. Leão Sampaio, 1360
Terraço da La Favorita
Lagoa Seca -Juazeiro do Norte
(88) 3571.2419

Reportagem: Elizângela Santos
Fonte: Jornal Diário do Nordeste