27 outubro 2008

Futebol - Por: Amilton Silva

Vencer ou Vencer.

O Fortaleza enfrentará nesta terça feira (28) à partir das 19h30m, no Castelão, em Fortaleza, a equipe do Marilia que tambem está na zona de rebaixamento em 18º lugar, uma posição atrás do Fortaleza.Para o tricolor do picí que tropeçou no último compromisso diante do lanterna CRB,empatando em 2 X 2 jogando também em casa, só resta a vitória. No caso de outro resultado que não seja a vitória, o Leão ficará em situação de desespero. Apesar da campanha irregular a torcida tricolor se destaca, sendo a quarta maior no certame. A 33ª rodada prossegue com Vila Nova e Gama no Serra Dourada, em Goiânia, e Juventude e Santo Andre em Caxias do Sul.

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato
.

Carta do Leitor - Para Mônica Araripe

Dihelson, favor retransmir, através de seu blog para: Mônica Araripe.

Senhora Mônica Araripe!"

De maneira silenciosa e observadora venho acompanhando suas matérias, artigos e demais missivas postadas no blog do crato do Dihelson Mendonça. Também, faço o mesmo em seu blog.
Em síntese, uma coisa tem sempre despertado o meu interesse observador: Há em voce um forte amor pela vida, pela paz, tranquilidade e acima de tudo, um cuidado em transmitir aos semelhantes a paz que deve reinar em todos nós. Isto é trancendental, pois, sente-se em suas colocações o amor pela família. O filósofo francês Luc Ferry diz que: "A Família virou sagrada". E mais:"... os filhos tomaram o lugar da fé e das ideologias na vida espiritual do homem moderno." Parabéns para voce; e continue desta forma junto com o Samuel. Ele precisa de sua força altiva e nós precisamos de uma primeira dama como voce: amável, afável e junta de seus munícipes. Gostei de seu comentário sobre a poluição visual em nossa cidade. Por oportuno, estou enviando para sua apreciação uma de minhas várias poesias, feitas nos momentos de inspiração.

Atenciosamente

Mário Correia de Oliveira Júnior
.

CARONA NA MATÉRIA POLUIÇÃO VISUAL


Na deixa desta matéria, quero ressaltar quantos têm sido os artigos de que tratam assuntos análogos que resultam engavetados nas gavetas de um armário virtual de um blog. Não por culpa destes veículos que são os blogs ou de seus colaboradores que escrevem na defesa dos direitos de cidadania dos demais. A poluição visual é prima da sonora, que por vez é parente dos descasos do poder público no trato com as violações do direito do cidadão. Tamanha feiúra esta tal poluição visual, tamanho terror esta tal poluição sonora, horrendo monstro esta apatia dos promotores, digamos melhor: do legislativo, do judiciário e do executivo que não tomam providências e socorram-nos enquanto cidadãos pagadores de seus impostos e viventes no mapa da cidade Crato.

Outra questão gritante são os lojistas no centro da cidade que se apropriam das vias públicas, frente a seus estabelecimentos e coíbem, criam barreiras improvisadas, ridículas mas funcionais, que intimidam todos aqueles que por direito poderiam estacionar sem constrangimento a sua condução.

Quantas foram às vezes escrevi neste blog a pedir socorro diante do abuso daqueles conseguem não sei como, ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO e se acham no direito de se apropriar do patrimônio público ou de extrapolar os limites com festas regadas a som com altíssimas freqüências de volume a céu aberto, sem a menor acústica e, agora com uma agravante: FOGOS EXPLOSIVOS soltados à meia noite num flagrante desrespeito aos moradores do bairro. Pobres moradores que em off, externam suas sua agonias. O Buffet LAGARTA PINTADA constitui a razão maior deste meu desabafo ao longo de alguns anos. Mas sei que continuará assim, infelizmente! Tem que ver em que outros lugares da cidade este tipo de problema existe para que igualmente se faça algo.
Nem de longe se cogita, quer, ou espera que as festas não aconteçam, não, não é isso! Mas, que tenham senso, isso é perfeitamente negociável com o contratante, argumentando-lhes e dando-lhes ciência de alguns pequenos limites, que por vez se convertem numa festa aprazível. Porque aprazível é o lugar, bonito e aconchegante. E os seus proprietários não são de desmerecer o meu respeito, porque extra-festa, são pessoas tratáveis e educadas. A minha queixa restringe-se à condução dos eventos.

POLUIÇÃO VISUAL, SONORA, ESTACIONAMENTO NAS VIAS PÚBLICAS!!!

Fica aqui uma pergunta pulsante, latente ao prefeito Samuel Araripe e sua equipe, Quem de competência na sua administração tratará estas questões?

Pachelly Jamacaru

Base de apoio a Lula vai governar 72% do eleitorado brasileiro

Maurício Reimberg
Em São Paulo

Você acredita que o Brasil tende a ganhar com a base aliada de Lula governando a maior parte do país?
A base aliada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai governar 93,5 milhões de eleitores nos municípios em todo o país. A fatia representa 72,5% do eleitorado brasileiro. A oposição ficou com 35,4 milhões de pessoas. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 128,9 milhões estavam aptos a votar no pleito deste ano. A base de apoio a Lula no Congresso Nacional reúne uma legião de 16 partidos. São: PT, PMDB, PSB, PDT, PC do B, PRB, PR, PP, PTB, PV, PSC, PMN, PHS, PT do B, PTC e PRTB. A oposição é formada por PSDB, DEM, PPS e PSOL, que faz uma crítica de "esquerda" ao governo.

O PMDB 'puxa' a base e irá governar 28,8 milhões de eleitores no país

O bom desempenho da base governista foi "puxado", sobretudo, por PMDB e PT, os dois primeiros colocados no ranking. Juntas, as duas siglas ficaram com 48,8 milhões de eleitores - PMDB com 28,8 milhões e o PT, 19,9 milhões. Em terceiro lugar aparece o PSDB, que se consolida como a principal força da oposição, com 17,5 milhões de eleitores. O DEM vem a seguir: 15,9 milhões.2º turnoA base aliada a Lula vai comandar 20 das 26 capitais brasileiras. O PMDB é o grande vencedor nas principais metrópoles no segundo turno. O partido conquistou quatro delas neste domingo (26): Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis. No primeiro turno, a legenda já tinha vencido em Goiânia e Campo Grande. Com o resultado, o PMDB se tornou, ao lado do PT, o partido que mais elegeu prefeitos em capitais nestas eleições - seis cada um. Os petistas venceram em Recife, Fortaleza, Vitória, Rio Branco, Porto Velho e Palmas.


PT vence na maioria das 77 cidades com mais de 200 mil eleitores; confira
Os peemedebistas estiveram presentes em 12 disputas. O PT foi o partido com mais candidatos. Foram 15 concorrentes - 50% das cidades com segundo turno. Os petistas alcançaram oito vitórias, porém, nenhuma delas em capitais. O PSDB esteve em 10 pleitos. Ao todo, 31 municípios, entre eles 11 capitais, definiram o seu próximo prefeito neste domingo.Na disputa mais acirrada destas eleições, o PMDB se consagrou no Rio de Janeiro. A sigla, que já administra o governo estadual com Sérgio Cabral, viu Eduardo Paes (PMDB) travar uma disputa voto a voto com Fernando Gabeira (PV). Paes teve 1.696.195 votos (50,83% dos votos válidos), contra 1.640.979 (49,17%) de Gabeira. Ele explorou a "proximidade" com o presidente Lula e teve o apoio do PT. Quando ainda era filiado ao PSDB, o candidato chegou a chamar Lula de "chefe da quadrilha" do "mensalão".
Boa Vista (RR)
Iradilson Sampaio (PSB)
Rio Branco (AC)
Raimundo Angelim (PT)
Porto Velho (RO)
Roberto Sobrinho (PT)
Belém (PA)
Duciomar Costa (PTB)
Cuiabá (MT)
Wilson Santos (PSDB)
Campo Grande (MS)
Nelsinho Trad (PMDB)
Porto Alegre (RS)
José Fogaça (PMDB)
Florianópolis (SC)
Dário Berger (PMDB)
Curitiba (PR)
Beto Richa (PSDB)
São Paulo (SP)
Gilberto Kassab (DEM)
Goiânia (GO)
Iris Rezende (PMDB)
Palmas (TO)
Raul Filho (PT)
Teresina (PI)
Silvio Mendes (PSDB)
Salvador (BA)
João Henrique Carneiro (PMDB)
Fortaleza (CE)
Luizinane Lins (PT)
João Pessoa (PB)
Ricardo Coutinho (PSB)
Maceió (AL)
Cícero Almeida (PP)
Aracaju (SE)
Edvaldo Nogueira (PC do B)
Vitória (ES)
Joao Coser (PT)
Município
Na capital baiana, o prefeito João Henrique Carneiro (PMDB), apoiado pelo ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) derrotou o deputado federal Walter Pinheiro (PT). O peemedebista é o segundo prefeito a permanecer no cargo por dois mandatos consecutivos - o primeiro foi o tucano Antonio Imbassahy (1997-2004), que também disputou as eleições deste ano.Em Porto Alegre, a reeleição de José Fogaça (PMDB) quebrou um tabu. Desde 1924 que um mesmo prefeito não era escolhido para continuar a administração da cidade, caracterizada pelo tom oposicionista do eleitorado. Fogaça bateu Maria do Rosário, que buscava reconduzir o PT à prefeitura da capital gaúcha, que foi governada pela sigla durante quatro gestões consecutivas, de 1989 a 2004.Já em Florianópolis, o prefeito Dário Berger emplacou o seu quarto mandato consecutivo. Ele foi prefeito de São José, na região metropolitana, por oito anos (1997-2003). Berger obteve 57% dos votos válidos e superou o ex-governador e ex-prefeito Esperidião Amin (PP), que teve 42%.Apesar do fraco desempenho do DEM nas principais metrópoles - São Paulo é a única capital onde o ex-PFL obteve sucesso - a sigla conseguiu levar a "jóia da coroa" nesta disputa. Gilberto Kassab (DEM) venceu Marta Suplicy (PT) por 61% a 39% dos votos válidos. Com a inédita vitória em São Paulo, o DEM vai administrar um orçamento de R$ 29,4 bilhões (previsão para 2009) e uma metrópole de 11 milhões de habitantes.Depois de liderar as pesquisas desde o início da campanha, o atual prefeito de Cuiabá, o tucano Wilson Santos, se reelegeu na disputa do segundo turno, derrotando Mauro Mendes (PR), aliado ao governador do Mato Grosso, Blairo Maggi (PR). Em São Luís, depois de cinco derrotas consecutivas nas urnas, João Castelo (PSDB) conseguiu chegar, neste segundo turno, a um cargo executivo por voto popular. Governador do Maranhão (1979-1982) indicado pelo regime militar, já havia se candidato três vezes para prefeito, uma ao governo do Estado e outra para o Senado. Ele derrotou Flávio Dino (PC do B).
Belo Horizonte foi um caso à parte. Fruto da polêmica dobradinha delineada pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo prefeito Fernando Pimentel (PT), o empresário Marcio Lacerda (PSB) saiu do anonimato político para comandar uma das capitais mais importantes do país. Ele obteve 59% dos votos válidos contra 40% de Leonardo Quintão (PMDB). Na região Norte, a oposição ao governo Lula não obteve sucesso neste segundo turno. Em Manaus, o ex-governador Amazonino Mendes (PTB) foi eleito com 57% dos votos válidos. Em Belém, o candidato Duciomar Costa (PTB) chegou à reeleição após superar José Priante (PMDB). Já em Macapá, Roberto Góes (PDT) reverteu a vantagem de Camilo Capiberibe (PSB) e reforçou o prestígio político da família Góes no Estado.

Entre cores




.:.
Como as idéias poderiam fluir,
vendo um busto dessa monta?
Aqui está tudo amarelo...
e preto agora.
Gosto da combinação:
preto no amarelo;
amarelo no preto
e depois...
preto no preto!
Você tem medo das cores?
Deveria temer as dores
e os dissabores
que os falsos amores dão.
Queria tanto...
Por ora, entretanto,
Sou apenas pranto.


Nijair Araújo Pinto

Crato-CE, 27 de outubro de 2008.
16h34min

Se for preciso


.:.
É preciso tolerar.
É preciso desarmar o coração.
É preciso desmotivar a ação
beligerante de mãos que matam.

Não é preciso odiar.
Não é preciso tanto rancor.
Não é preciso viver sem o ardor
recalcitrante de olhos céticos.

É preciso dizer sim.
É preciso dizer não.
É preciso ser comedido
quando a vida parece um talvez.

Não é preciso fingir.
Não é preciso ser tolo.
Não é preciso ser o consolo
ultrajante do confesso pecador.

É preciso.
Não é preciso.
E se preciso
ou não preciso,
não se aflija:
o tempo dirá tudo.

(Nijair)

Fortaleza, 11 de fevereiro de 2007.


22h33min (no ônibus, viajando para o Crato)

Observe a natureza


O rio que passa, segue seu caminho,mas não deixa de alimentar nenhumdos que estão em seu curso.Assim,você pode seguir a sua vida e não deixarde atender os mais necessitados,ou acolher aquele amigo que precisa de uma palavra amiga,sem deixar-se envolver na história,acabando assim,assumindo parte da dor que não lhe pertence.O mar, com todo o seu poder,se abaixa humildemente para receber as águas dos rios, e assim,garante a sua força com gestos delicados,pois se usasse a força,com certeza desapareceria.Assim,você também deve aprender a conquistarpela humildade, sendo forte sim,mas delicado o suficiente para que as pessoasfaçam o que você pede pelo respeito conquistado,não pelo medo da sua imposição.O vento que refresca a sua tarde,pode se transformar em um furacão gigantesco e varrer uma cidade inteira,ainda assim, passa silenciosamente todos os dias pelo mundo,espalhando sementes que vão alimentar o planeta.Assim como o vento,por onde você passar leve apenas o seu melhor,deixe boas sementes, deixe saudades,seja gentil.A árvore é a grande companheira do homem,mas pouco valorizada,as vezes destruída cruelmente em trocade espaço para o gado,para uma roça maior,ou simplesmente para a construçãode um condomínio ou casa luxuosa.Mesmo assim,continua suprindo o mundo com oxigênio,filtrando o gás carbônico,oferecendo sombra nos dias quentes,flores, frutos,sementes que viram óleo,madeira que vira mesa, cama e até seu caixão.Por isso, seja como a árvore,serve sempre.Não deixe a revolta tomar conta da sua alma.A revolta é um câncer que corrói o que temosde melhor; a esperança.Por fim, se a dor te visitar,antes de cair na facilidade da reclamação,antes de se deixar levar pelo fato de sersempre a vítima,pare e observe a plantação lá fora.Observe o agricultor semeando o dia inteiro.O que plantou algodão já faz as contas dasafra de algodão.O que plantou milho,já sabe quantas espigas esperar.E, mesmo que perca toda a produção,não vai encontrar jamais um fruto diferentedo que plantou.Assim, pare e pense no que você tem plantado,quais são os frutos que estão no seu cesto?Quem semeia amor não vai colher outrofruto senão o mesmo amor.
Paulo Roberto Gaefke.
Um ótimo ínicio de semana para todos.

Sutileza



.:.

Na vida que se faz plena,

Sutileza é princípio fundamental.

De um lado existirão riscos:

Um e outro razão de contenda.

Beijo - se prova invulgar da traição;

Se reação inconteste do corpo,

Revela o caminho do cortejo,

Uma porta entreaberta a receber a

Alma aviltada pela emoção.


Nijair Araújo Pinto

Do meu livro 'Anversos de um versador'

Juazeiro do Norte-CE, 26 de janeiro de 2007
15h18min

Poluição visual cresce e causa desconforto

Cariri

Clique para Ampliar

No Crato, a poluição está em toda a parte. Os banners e as propagandas tomam conta das ruas (Foto: Antônio Vicelmo)

No município do Crato, a poluição visual está em todas as ruas, fazendo com que a cidade perca sua beleza

Crato. Emoldurada pela Chapada do Araripe, cercada de fontes perenes, clubes serranos, esta cidade está perdendo a sua característica de município aconchegante. As ruas, com prédios antigos e modernos e calçadas largas, estão sendo ocupadas por placas de anúncios, outdoors, banners, balões, faixas, cavaletes, painéis, letreiros de lojas, muros pintados, pichados, fachadas com cores berrantes. Nas ruas e calçadas, ocupação de espaços públicos e outros elementos físicos com os quais o cidadão deve conviver em seu dia-a-dia. Além dessa parafernália de publicidade, o transeunte enfrenta também as bancas de verduras e vendedores ambulantes que estão retornando ao Centro da cidade.

É a poluição visual, que promove o desconforto espacial daqueles que transitam por estes locais e enfeia a cidade, desvalorizando-a e tornando-a apenas um espaço de promoção do fetiche e das trocas comerciais capitalistas.

As calçadas, que deveriam ser ocupadas apenas pelos pedestres, estão cheias de suportes de ferro que dão sustentação às placas que se estendem até o meio da rua. Em alguns pontos são colocados balcões do lado de fora como se a calçada fosse uma extensão dos estabelecimentos comerciais. Outros fincam barras de ferro para evitar a subida de carros.

De acordo com o arquiteto Waldemar Arraes de Farias, a poluição “degrada os centros urbanos pela não coerência com a fachada das edificações, pela falta de harmonia de anúncios, logotipos e propagandas que concorrem para destruir a história da cidade e a sua própria identidade”.

“Apesar disso, as pessoas ainda se sentem inibidas para reclamar desses exageros porque entendem que o patrimônio alheio não tem qualquer compromisso com a paisagem geral, nem com a sociedade”, afirma ele. O arquiteto complementa advertindo que, “desde que as coisas sejam feitas ‘na propriedade privada’, o cidadão comum não se sente no direito de reclamar”.

Waldemar recomenda que, além deste controle estético, “a Prefeitura deve incentivar os proprietários urbanos a pintarem seus prédios”. O arquiteto acrescenta que também é considerada poluição visual algumas atividades humanas que não estão necessariamente ligadas a publicidade, tais como o grafite, pichações, fios de eletricidade e telefônicos, as edificações com falta de manutenção, o lixo exposto não orgânico, e outros resíduos urbanos.

O advogado Mário Correia Oliveira Júnior afirma que a legislação ambiental existente, com o auxílio do Código Penal, é mais que suficiente para evitar esta degradação, necessitando somente a vontade política de aplicá-la. Para ele, “o poder público não deve falhar em seu papel regulamentador e fiscalizador da publicidade, utilizando-se de mecanismos permissivos, mercantilizando os espaços públicos em nome de duvidosos benefícios”.

A profusão da propaganda na paisagem urbana vem sendo objeto de preocupação do prefeito Samuel Araripe que está agendando uma reunião com lojistas e comerciantes do Crato para tratar do assunto. O prefeito argumenta que este é um dos seus projetos a fim de consolidar a vocação do Crato como cidade turística.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Crato (CDL), Geraldo Pinheiro Lima, diz que a idéia deve ser estudada com mais profundidade. Porém, antecipa que é a favor da retirada das placas que estão invadindo o espaço aéreo da cidade. “O problema não é a existência da propaganda, mas o seu descontrole”, afirma.

SAIBA MAIS

Degradação
Durante muito tempo, a publicidade se integrou à paisagem das cidades, mas hoje se percebe um exagero que funciona como fator de degradação das mesmas. A poluição visual acontece quando, com tantas referências acumuladas, as pessoas não têm mais noção de espaço, prejudicando a percepção do espaço e atrapalhando a circulação dos cidadãos. Alguns estudiosos do espaço urbano se remetem a conceitos como a legibilidade, a identidade e imageabilidade do espaço. Afinal, é inaceitável que um cidadão não consiga se orientar em sua cidade. Nesse sentido, a organização de uma aglomeração seria satisfatória quando facilmente legível.

Efeitos
Também se especula sobre os efeitos psicológicos da poluição visual: o estress, o desconforto visual, a agressão visual etc. Hoje se entende que a harmonia dos elementos que ocupam o espaço urbano é um fator de tranqüilidade psíquica, um conceito que os orientais têm, há milhares de anos, pela prática do Feng Shui. Isso sem contar que a poluição visual pode provocar situações de perigo eminente para o cidadão. Os motoristas, por exemplo, por distração, correm mais riscos de provocar acidentes.

Mais informações:
Waldemar Arraes: (88) 3523.2390
Prefeitura do Crato: (88) 3521.7069
Mário Correia de Oliveira Júnior (88) 3521.1828

O QUE ELES PENSAM
Os prejuízos causados pela poluição

Com a finalidade de atrair cada vez mais o consumidor, o comércio abusa da poluição visual no Cariri, principalmente, no triângulo Crajubar, sob as diversas formas de anúncios, na vã impressão de que agradam o consumidor. Isto mesmo, vã impressão. A Carta Magna Brasileira de 1988, em seu artigo 30, é clara no que se refere a legislar. Logo, compete ao consumidor cobrar às autoridades do município o cumprimento da Constituição.

Mário Correia de Oliveira Júnior
Advogado e professor

A poluição urbana traz como conseqüência principal a deterioração da qualidade de vida da população. Engloba diferentes aspectos: poluição sonora e visual, trânsito caótico, violência etc. As cidades, além da funcionalidade, possuem uma estética que as torna visualmente agradáveis ou desagradáveis. Quanto mais limpo for o este aspecto, mais agradável será aos nossos sentidos.

Waldemar Arraes de Farias Filho
Arquiteto

Antônio Vicelmo
Repórter
Fonte: Jornal Diário do Nordeste.