19 setembro 2008

O FILME "AS SETE ALMAS SANTAS VAQUEIRAS" ESTREARÁ EM BREVE


Nas últimas semanas de agosto encerraram-se as gravações de “As Sete Almas Santas Vaqueiras”. Trata-se de um curta-ficção dirigido por Jackson Bantim. A maior parte das filmagens foram realizadas em Santa Fé, distrito de Crato, localizado a 20 quilômetros da Sede municipal. Reunindo equipe e elenco da terra, o filme evoca a mitologia caririense inspirada na memória de contadores de histórias da região.

A história narra a vida do vaqueiro Anacleto de Mãe que, depois de uma vida pregressa desregrada e libertina, perde sua família e seus bens, vivendo desolado, arrependido e na penúria; busca superação de seu infortúnio através da purificação pelas Sete Almas Santas Vaqueiras.Foram gravadas mais de cinco horas de imagens.

O diretor Jackson Bantim acompanha agora a fase de finalização do curta, que será editado pelo núcleo de produção audiovisual – IMAGO, vinculado ao Laboratório de Estudos e Pesquisas em Espaço Urbano e Cultura, da Universidade Regional do Cariri - URCA.

Agora a expectativa está para a estréia do filme com data prevista para o mês de novembro. Para a ocasião está sendo planejada uma programação que contará com exposição das fotos de cena (still) e exibição de making of.

Sobre os quebra-molas das calçadas...

Então, irenos fotografar esses tais quebra-molas de calçadas.
Um absurdo!

E não só isso, como também requisitar às autoridades competentes que retirem essas coisas das calçadas.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Futebol - Atualização - Por: Amilton Silva

Será iniciada hoje a 26ª rodada do brasileirão 2008 com quatro partidas, todas com início às 20:30h :

São Caetano X Santo André
Juventude X Vila Nova
Bahia X Ceará
Avaí X América RN

A classificação atualizada da segundona após a 25ª rodada ficou assim:

clique na imagem para ampliar:

Carta do Leitor - Quebra-Molas em Calçadas

Dihelson, sei que voce é um bom fotógrafo, porque não faz fotos e matérias sobre quebra molas em calçadas?

Resposta:
Peço por gentileza que me indique aonde posso encontrar esses quebra-molas em calçadas para que eu possa tirar as fotos. Mas já que ontem escrevi aquela matéria que "No Crato, o povo pensa que calçada foi feita para os carros, vai ver que é pensando nesses carros que colocaram esses quebra-molas. Loucura! nunca havia ouvido falar nesses tais quebra-molas. É sem sentido. Só no Crato mesmo!

Abraços,

Dihelson Mendonça

Ameaças e Agressões marcam campanha em Nova Olinda

Clique na imagem para ampliar:


Fonte: Jornal do Cariri

Hoje no DN - Greve não altera rotina no triângulo Crajubar

Paralisação de motoristas

Clique para Ampliar

No roteiro entre Crato e Juazeiro do Norte, os passageiros não sentiram a falta dos ônibus da Viação Brasília, já que existem outras alternativas de transporte (Foto: Antônio Vicelmo)

Motoristas da Viação Brasília cruzam os braços por melhores salários, mas a greve não afeta o transporte no Cariri

Crato. A greve dos motoristas da Viação Brasília, que faz a linha Crato, Juazeiro e Barbalha, não alterou o movimento de passageiros nas três cidades que formam o triângulo Crajubar. A linha Crato-Juazeiro, que apresenta maior fluxo de passageiros, é servida também por 26 topiques que transportam um total de 3 mil passageiros por dia e a empresa de ônibus Viametro que, de acordo com a gerência regional, atende diariamente uma média de 7 mil passageiros.

Os motoristas da Viação Brasília estão em greve desde segunda-feira. Eles reivindicam o pagamento de dois meses de salários atrasados. Ontem pela manhã, os funcionários continuaram de frente à empresa realizando manifestações. As negociações estão sendo intermediadas pelo presidente do Sindicato dos Rodoviários do Ceará, Ricardo Moreira, que ontem apresentou a primeira proposta aos motoristas. A empresa propõe o pagamento parcelado de salários e benefícios atrasados. Os motoristas não aceitaram a proposta.

Passes gratuitos

Em nota enviada à imprensa, a direção da empresa justifica as dificuldades que vem enfrentando atualmente em virtude do elevado número de passes gratuitos concedidos aos usuários e da concorrência com o transporte alternativo. Conforme a nota, os proprietários desses veículos operam sem ônus com impostos e até de forma clandestina.

O presidente da Cooperativa Crajuá, Sebastião Júnior, que administra a circulação de 10 topiques das 26 que fazem a linha Crato-Juazeiro, esclarece que os dez veículos associados à Cooperativa estão autorizados a rodar legalmente.

A passageira Socorro Monteiro, que viaja de Crato para Juazeiro com freqüência, diz que nem percebeu a greve dos motoristas. Ela diz que prefere as topiques que cobram o mesmo preço dos ônibus, R$ 1, 20, e são mais rápidas. O mesmo afirmou Verônica Silva. Ela acrescenta que a greve dos motoristas não alterou a rotina dos passageiros entre Crato, Juazeiro e Barbalha.

A Viação Brasília era a única empresa de ônibus que atuava nas linhas entre Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Missão Velha. Nos últimos anos, entrou mais uma empresa na linha Crato-Juazeiro, via São Benedito. Trata-se da Viametro que transporta 7 mil passageiros por dia. A linha é explorada também pelo transporte alternativo. São 26 topiques. Destas, apenas dez estão autorizadas a rodar. O restante trabalha na clandestinidade. Cada uma das topiques transporta cerca de 100 passageiros por dia.

Reportagem: Antonio Vicelmo.
Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

Calazar em Crato - Palestra

A equipe do setor de Mobilização Social da Secretaria de Saúde do Crato, está dinamizando informações acerca do calazar. A leishmaniose ou calaza é uma doença causada por um protozoário (microorganismo) denominado Leishmania. Ela acomete cães, canídeos (lobos), roedores silvestres e o homem. O técnico da mobilização José Rodrigues estará proferindo palestra, amanhã, sexta-feira, 19, no quartel do Corpo de Bombeiros para a turma da terceira idade.

Por: Tarso Araújo.

O Elo Principal - Por Nijair Pinto.

Muda, gradualmente, a paisagem entre as cidades constituintes do importante eixo CRAJUBAR. Quando algum transeunte ou motorista perscruta mais detidamente o horizonte, observa, enxertado à paisagem natural outrora apenas preenchida pelo verde das árvores, esparsas e ainda tímidas edificações verticais, aparentemente inofensivas. Desconsiderando aspectos decorrentes do desenvolvimento regional, esses espigões acinzentados de concreto armado serão os abrigos de famílias que para eles se mudarão no intuito de obter a necessária segurança do lar – merecida, após a atividade laboral.

O convívio em condomínios edilícios e o trato com equipamentos os mais diversos em edificações industriais e comerciais requerem um aporte de segurança diferenciado e próprio para cada um deles. Muito provavelmente o cidadão comum não se atenha a detalhes construtivos e/ou preventivos existentes nas edificações. O Corpo de Bombeiros, entretanto, através do seu órgão específico, o Núcleo de Atividades Técnicas – NAT, e cumprindo os preceitos constitucionais de garantir a salvaguarda de vidas e haveres, atua, de forma silenciosa, vistoriando edificações já existentes e exigindo, através da análise de projeto, anterior à execução da obra, os sistemas preventivos fixos e móveis indispensáveis à segurança da edificação. Entendemos o lúdico efeito que as sirenes das viaturas do Corpo de Bombeiros causam em todos nós. Todavia, mais importante que o estrídulo das sirenes bitonais é o silêncio da eficaz ação preventiva, antecipando-se ao acidente e evitando que vidas e riquezas nos sejam subtraídas. Ao adentrar qualquer estabelecimento comercial recém construído na região do Cariri, observe-o mais amiúde. Perceberá que além da beleza estética houve, também, uma preocupação preventiva e um cuidado com o bem maior de todo ser: a vida. Além de enfeites e de outros ornatos, lá estarão extintores, canalização ou rede preventiva, pára-raios, central de gás, sprinkler, iluminação de emergência dentre outros sistemas preventivos, cada um deles devidamente locado conforme o tipo, a área edificada e a altura da edificação. Aproveite para visitar edificações antigas e as coteje com as mais recentes. Tente perceber as diferenças... E verá que algo está sendo feito.
O crescimento é inevitável; a preocupação com a vida, uma constante em todos nós... Mas há falhas humanas e/ou de equipamentos. Tecnicamente, os acidentes, em quase sua totalidade, ocorrem por atos inseguros (erros humanos) e/ou condições de insegurança (defeitos mecânicos em equipamentos). Somente um por cento de todos os acidentes se vincula a caprichos da natureza – nesses, percebemos nossa fragilidade e ficamos, quase sempre, à mercê das intempéries e dos intemperismos tidos por nossos ancestrais como castigos dos deuses.
Apesar da luta e do desejo de mudança, de nada adiantará qualquer esforço dispendido no sentido de dotar todas as edificações com sistemas modernos de segurança, se o elo mais importante dessa teia, o homem (a mulher), não estiver preparado para utilizar os equipamentos que a tecnologia disponibiliza. Muito do que se tem feito no aspecto preventivo foi função direta de tragédias onde vidas se perderam. Essas mortes foram e continuarão sendo uma vitória de Pirro até o dia em que a consciência humana perceba que mais importante que viver é viver com segurança e em paz.

Nijair Araújo Pinto
Major do Corpo de Bombeiros
Especialista em Matemática
Adesguiano
Escritor
Compositor
Estudante de Enga Civil – UFC
Acadêmico de Direito – URCA

Exibições de documentários em praça pública - Ponta da Serra.

Os documentários A Última Badalada e Farinhada na Malhada produzidos pelos alunos do núcleo de audiovisual do Projeto Verde Vida, foram exbidos, através do projeto Curta Muito, em praça pública na comunidade de Ponta da Serra. Crianças e adultos saíram de suas casas e ocuparam as cadeiras enfileiradas na praça para assistirem aos curtas-metragens produzidos por seus filhos, vizinhos, netos, primos e/ou amigos. Alguns até se emocionaram ao verem-se projetados em uma grande tela. Os documentários serão exibidos, em uma nova seção, nesta sexta-feira 19 no espaço cultural Coletivo Malungo, a partir das 19h e, neste mesmo espaço, a partir das 21h será lançada a exposição fotográfica Visagem do paraibano Augusto Pessoa.

Sobre os filmes

A Última Badalada – dirigido por Paloma Lopes e Allyson Leite (cor, 2008, 8’59”)
Sinopse - conta a história de vida de Maria Ferreira da Silva conhecida pela comunidade de Ponta da Serra como Dona Maricô. Esta mulher que há mais de 25 anos anuncia, através do sino da igreja Matriz de Ponta da Serra, o falecimento de alguém e festas do padroeiro São José.

Farinhada na Malhada – dirigido por Girlândia Vieira (cor, 2008, 11’27”)
Sinopse - evidencia o crescimento da produção de farinha da região do Cariri, além de destacar esta atividade econômica com sendo um elemento agregado dos membros da comunidade local. A Farinhada acontece anualmente, em julho e agosto, no Sítio Malhada localizado em Ponta da Serra, na Casa de Farinha da Associação Comunitária. A atividade já é uma tradição local e fonte de renda para os moradores da comunidade, todos os membros da associação estão diretamente envolvidos no trabalho da farinhada.

O Curta Muito é uma parceria do Coletivo Malungo com o Centro Cultural Banco do Nordeste –CCBNB que duas vezes ao mês exibe vídeos em espaços públicos.

Mais informações:

www.coletivomalungo.wordpress.com
www.projetoverdevida.com.br

Hosana Régia Quinderé
Assessoria de Comunicação

Projeto Verde Vida – Ponta da Serra – Crato-CE