18 agosto 2008

Tudo o que eu realmente precisava saber, aprendi no jardim de infância


Tudo que eu realmente preciso saber sobre a vida... Como ser.... Aprendi no jardim da infância. Não foi na universidade nem na pós-graduação que eu encontrei a verdadeira sabedoria, e sim no recreio do jardim da infância. Compartilhar, brincar dentro das regras, não bater nos outros, colocar as coisas de volta no lugar, limpar a própria sujeira, não pegar o que não é meu, pedir desculpas quando machucava alguém, lavar as mãos antes de comer, puxar a descarga do banheiro. Também descobri que café com leite é gostoso, que uma vida equilibrada é saudável e que pensar um pouco, aprender um pouco, desenhar, pintar, dançar, planejar e trabalhar todos os dias, nos faz muito bem. Tirar uma soneca à tarde, tomar muito cuidado com o trânsito, segurar as mãos de alguém e ficar juntos, são boas formas de enfrentar o mundo. Prestar atenção em todas as maravilhas e lembrar da pequena semente que, um dia, plantamos em um copo de plástico. As raízes iam para baixo e as folhas iam para cima, mas ninguém realmente sabia nem porquê. Mas nós somos assim! Peixinhos dourados, ratinhos brancos; e até mesmo a pequena semente do copo de plástico, tudo morre um dia. E nós também. Tudo que você realmente precisa saber esta aí. Faça aos outros aquilo que você gostaria que fizessem para você...Amor, higiene básica, ecologia e política contribuem para uma vida saudável. Penso que tudo seria melhor se todos nós - o mundo inteiro - tomássemos café com leite todas as tardes e descansássemos um pouquinho abraçados a um travesseiro. E ainda é verdade que, seja qual for a idade, - o melhor é darmos as mãos e ficarmos juntos!
Texto de Robert fulghum - tradução de Ernesto H. Simon

Lula visita Juazeiro do Norte dia 20 de Agosto.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, visita município de Juazeiro nesta quarta-feira, dia 20 de agosto. Às 16 horas, ele inaugura a primeira etapa do Campus Avançado da Universidade Federal (UFC) e entrega cinco mil títulos de regularização fundiária a agricultores da região do Cariri. A informação foi dada na tarde desta quinta-feira pelo prefeito Raimundo Macedo após receber fax do Palácio do Planalto confirmando a inclusão de Juazeiro na visita oficial do presidente ao Estado do Ceará.

O prédio da UFC que Lula vai inaugurar obedece a modernos padrões de arquitetura e foi construído em área de 200 mil metros quadrados doada pelo município. A primeira etapa consistente no pórtico de entrada e dois blocos, sendo um com seis salas de aula, administração e biblioteca com 2.800 livros. O outro terá quatro laboratórios, incluindo o de informática com 40 computadores e, em ambos, foram gastos cerca de R$ 2 milhões.

Além do terreno, Raimundão garantiu toda a infra-estrutura para o empreendimento como uma moderna avenida de acesso com canteiros centrais, posteamento de concreto, calçamento, energia elétrica, água e telefone. Agora, ele determinou a limpeza do mato e a recuperação do calçamento danificado pelo inverno e estuda a possibilidade do imediato asfaltamento. O prefeito adiantou que vai aproveitar a visita do presidente Lula para reafirmar alguns pleitos em prol de Juazeiro inseridos no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).

O Prefeito solicitará também agilidade na liberação dos recursos destinados à construção da segunda etapa do Campus da UFC, que está em obras. Atualmente, o município conta com os cursos de Engenharia Civil, Administração, Filosofia e Biblioteconomia que funcionavam no Campus Monsenhor Murilo da Urca, que foi adaptado por decisão do prefeito. Em breve, no novo prédio vão ser instaladas as áreas de tecnologia, ciências agrárias, ciências humanas e ciências sociais aplicadas.

CCBN - Curso de Fotografia movimenta o Cariri

A Região do Cariri, no sul do Estado, vai sediar no período de 19 a 22 de agosto, o curso Do Grão ao Pixel: A História da Fotografia no Cariri, no Centro Cultural Banco do Nordeste, em Juazeiro do Norte. O evento tem como objetivo um resgate da fotografia na Região, quando o fotógrafo Allan Bastos confirma a rota fotográfica no Brasil, pela movimentação cultural, natural e científica. O curso aproximará a fotografia contemporânea da fotografia do Cariri, e é aberto ao público de forma geral. Allan Bastos é um dos mais importantes fotógrafos da nova geração de profissionais das lentes na Região. Desde 1998, o fotógrafo constrói sua identidade apresentando gente. Sua estética não passa pelas estruturas rígidas que uma foto propõe, ela remete a uma leitura criativa da realidade.

Por: Tarso Araújo.

Projeto Verde Vida Inaugura Teatro - Ponta da Serra

Projeto Verde Vida inaugura o Teatro Frei Beda neste domingo 17. A comemoração acontece na sede do Sítio Catingueira. O Projeto Verde Vida abrange várias vertentes artísticas e cria, a partir disso, um novo espaço para difundir e divulgar as artes homenageando Frei Beda Vickermann, idealizador da entidade Aktions Kreis Pater Beda (Círculo de Ações Frei Beda) na Alemanha que financia projetos de ações sociais para o Nordeste brasileiro. A ONG Verde Vida ao longo dos seus 14 anos de existência sempre obteve o incentivo e o apoio de Frei Beda. O evento de inauguração do Teatro acontece a partir das 15h00 e conta com apresentações de música com a Banda Catingueira, espetáculos de circo e dança, além de exposições de fotografias, artes plásticas e artesanato produzidos pelos educadores e alunos do Projeto.

O espetáculo Sonhos da Cia de Dança do Projeto Verde Vida traz uma coreografia contemporânea coordenada pelo facilitador Alysson Amâncio e produzido pelo Projeto. “Em um mundo contemporâneo que impera a velocidade e milhões de informações são lançadas a todo o instante é difícil para qualquer criança ou adolescente, seja em Tókio, Nova Iorque ou Ponta da Serra se deparar com a futura competitividade e os diversos obstáculos que o mundo real lhe reserva, as vezes dá vontade de desistir e não lutar, mas quando o sonho é concreto e podemos contar com o próximo, é sempre possível ultrapassar barreiras”, comenta o diretor do espetáculo e ainda acrescenta: o espetáculo Sonhos é uma coreografia de dança contemporânea que fala dessa temática, limites e vitórias. O grupo de dança Reizado Feminino do Projeto Verde Vida é composto por 12 meninas que dançam e brincam o Reizado e o Coco. Este grupo faz parte da oficina de Dança Regional coordenada por Ridalvo Felix de Araujo que desde março deste ano vem trabalhando junto com os alunos o resgate e a valorização da cultura regional. As oficinas de artes plásticas e artesanato ministradas por Marcos Xenofonte, traz a exposição Direitos das Crianças e dos Adolescentes. Este trabalho foi praticado durante um mês onde os aprendizes desenvolveram esta temática produzindo pinturas em telas.

O documentário A Última Badalada terá sua primeira exibição pública. Este curta-metragem dirigido por Paloma Lopes e Allyson Leite e produzido por Karina Valdevino e Diogo Brasil conta a história de vida de Maria Ferreira da Silva conhecida pela comunidade de Ponta da Serra como Dona Maricô. Esta mulher que há mais de 25 anos anuncia, através do sino da igreja Matriz de Ponta da Serra, o falecimento de alguém e festas do padroeiro São José. “Este vídeo teve o intuito de mostrar à comunidade de Ponta da Serra quem realmente toca o sino da igreja Matriz. Pois, por aqui, muitos não sabem que Dona Maricô pratica tal ato com livre e espontânea vontade”, relata Paloma Lopes. “Para cada ocasião as badaladas do sino tem um toque especifico”, comenta Allyson Leite. A exposição Cotidiano coordenada pelos fotógrafos Allan Bastos e Nívea Uchôa apresentam 30 fotografias produzidas por alunos do Projeto durante as oficinas de Fotografia e Linguagem Cinematográfica. Esta exposição foi inspirada na vida cotidiana dos moradores de Ponta da Serra. O espetáculo Brincando que se Aprende traz a apresentação da arte circense que vem acompanhada de palhaços, acrobacia de solo (saltos), malabares, pernas de pau entre outros. Este grupo de Circo é coordenado por Robson Sales e conta com a participação de 12 alunos. Um domingo convidativo para aqueles que apreciam as artes.

SERVIÇO:

O Projeto Verde Vida existe desde 1994 e se tornou uma Organização não-governamental legalmente fundada em 1998, sob a iniciativa de Marcos António Xenofonte de Almeida. Hoje o Projeto tem o patrocínio da Petrobras Distribuidora, por meio de convênio realizado com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Criança Esperança, parceria da Rede Globo com a Unesco. Ao longo de seus 14 anos de existência, a ONG Verde Vida vem recebendo patrocínio da organização alemã Aktionskreis Pater Beda. Além de parceiros como a Prefeitura Municipal do Crato, o Serviço Social do Comércio (SESC) por meio de seu programa Mesa Brasil e da Associação Audiovisual do Crato (AAC).

Hosana Régia Quinderé
Assessoria de Comunicação
Projeto Verde Vida – Ponta da Serra – Crato-CE

.

Notícias da Semana no Cariri - Por Tarso Araújo

MINSTÉRIO PÚBLICO
O Ministério Público Estadual se transferiu, literalmente, para o Cariri esta semana. Aconteceu no Memorial Padre Cícero o IV Encontro do Ministério Público, com a presença de promotores de Justiça de todo o Ceará. Nas palestras temas como eleições, trânsito, Lei Maria da Penha, conduta ética e garantias constitucionais. A abertura se deu na quarta-feira, 13, e o encerramento na última sexta-feira, 15. A coordenação foi do promotor Elder Ximenes.

SEDE NOVA
O Ministério Público em Crato está de sede nova. Foi inaugurada na última quarta-feira, com a presença da procuradora geral de Justiça do Estado, Socorro França. No bairro Pimenta, funcionarão as promotorias públicas e o Departamento de Defesa do consumidor (Decon).

CULTURA
O espetáculo As Presepadas de Zé Ozébe, dirigida e produzida por Mauro César, esteve durante toda esta semana que passou em várias cidades do Cariri. Crato, Juazeiro, Caririaçu e Nova Olinda, foram algumas delas. A peça fala de um personagem bem enrolado em mentiras, que a cada minuto que passa se complica mais. Um texto bem apurado do dramaturgo Cacá Araújo.

TUDO CERTO
O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) em Juazeiro do Norte, Manoel Santana, pode agora respirar aliviado. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por 6 votos a zero, deu sentença favorável ao registro de sua candidatura. Santana agora pretende intensificar a campanha em bairros e comunidades carentes.

SEMÁFOROS
O Departamento Municipal de Trânsito de Juazeiro já tem assegurada a instalação de mais quatro semáforos modernos em cruzamentos considerados perigosos. A informação foi prestada pelo diretor do órgão, Hamilton Macedo, acrescentando tratar-se de uma parceria firmada com o Detran. Segundo ele, a escolha dos locais foi feita com a participação de engenheiros de trânsito que estiveram em Juazeiro elaborando um projeto de sinalização. Os novos semáforos deverão ser instalados em até dez dias nos seguintes cruzamentos: avenida Castelo Branco com a avenida Humberto Bezerra (confluência dos bairros Tiradentes e Pirajá); avenida Ailton Gomes com a Plácido Aderaldo Castelo, na direção do Parque de Eventos; avenida Castelo Branco com a rua das Flores, próximo ao estádio Romeirão e na avenida Ailton Gomes com a Carlos Cruz, na Via Férrea.


CIDADANIA
A ONG Onda Social está articulando um programa a ser veiculado em uma emissora de rádio do Cariri. A idéia é divulgar a cultura da região, abrir debates sobre os movimentos sociais e política.

DESAFIO JOVEM
O Projeto Desafio Jovem Cariri, sediado no Sítio Teotônio, em Crato, que há oito anos atua na recuperação de dependentes de drogas e álcool, já tendo tratado com êxito mais de 300 pessoas de toda a região, passa por uma profunda crise. Um grupo de entidades e pessoas se organiza para tirar o Desafio Jovem da crise. Boa oportunidade para a sociedade caririense demonstrar gratidão com uma entidade que tanto faz bem às pessoas.


BATE-PAPO

ARTESANATO
Esteve recentemente em Juazeiro do Norte, o técnico da Central de Artesanato do Ceará (Ceart), Flávio Sampaio, iniciando o trabalho de cadastramento de artesãos do Cariri no Programa Nacional de Artesanato. O objetivo do programa é fazer com que o artesão tenha mais oportunidades de comercializar seus produtos, sem a presença do atravessador. O cadastro será disponibilizado na Internet para entidades, empresas e pesquisadores. Já foram cadastrados em torno de 70 mil artesãos cadastrados no Estado do Ceará.

IMPUGNAÇÃO
O ex-prefeito do Crato, Walter Peixoto (PMDB), está às voltas com problemas jurídicos. A juíza eleitoral Geritza Montezuma acatou pedido de impugnação da candidatura de Peixoto, feito pelo Ministério Público. Agora, terá que recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Walter Peixoto teve três contas de sua última administração (2001/2004) com parecer do TCM para desaprovação e acatadas pela Câmara Municipal.

Por Tarso Araújo - Para Jornal "O Povo"
.

Cariri - Motociclistas vivem o sonho de liberdade

Clique para Ampliar

Geraldo Emídio , aos 77 anos, tem uma história de vida ligada a motocicletas. Tudo começou em 1953, quando ele comprou a primeira moto, uma Saroléia 350 (Foto: Antônio Vicelmo)

Clique para Ampliar

Antônio Vicelmo destaca o código de ética e estatuto que os grupos de motociclistas seguem

Clique para Ampliar

Motoqueiros de Jaguaruana ao lado da cruz com Jesus Cristo fincada no chão do lugar desde 1942

Crato. O sonho de liberdade perseguido pelo homem não é à toa. A vida é um cotidiano tomado por compromissos que se atropelam. Ou, como diz o poeta Paulo Mendes Campos, um desencontro de frustrações em combate. Horários marcados, trabalho estressante, cada um lutando do jeito que pode para garantir a sobrevivência. Na porta do banco, o mendigo suplica uma esmola.

Meninos, em idade escolar, com flanelas na mão, enchem as ruas de miséria. As imagens vão, aos poucos, poluindo a imaginação, consumindo a paciência, desequilibrando o emocional, deixando todos fatigados, mal humorados e infelizes. “Diante dessa realidade, a moto é a única saída”, diz o motociclista Romualdo Moreira Camargo, um militar reformado que fez da moto a sua companheira inseparável.

Camargo dá a receita para o fim de semana: “Encarar a estrada, abrir o ferrolho da liberdade e sair por aí em cima de uma moto. Sozinho ou em grupo, não importa. O que importa é fugir do hospício urbano em que vivemos, nos mantendo em uma camisa de força”.

“Em cima da moto, ouvindo o ronco da máquina em busca do infinito, nós nos sentimos livres para voar. As imagens de concreto poluídas pela fumaça, são substituídas por uma paisagem verde natural das matas, rios e cachoeiras”. O comentário é do comerciante Antônio de Pádua Feitosa.

Para ele, “ser motociclista é, sobretudo, um estado de espírito. Ninguém define a emoção única de deslizar no asfalto, num vôo rasante, com o vento batendo na cara, sentido o cheiro de terra molhada e o calor do Sol causticante”.

Colecionador

Aos 77 anos, o empresário cratense Geraldo Emídio de Lima tem uma história de vida ligada a motocicletas. Tudo começou em 1953, quando ele comprou a primeira moto, uma Saroléia 350, que pertenceu a Manelito Parente. No decorrer dos 55 anos de motociclismo, inúmeras motocicletas foram adquiridas, como, BMW, BSA, Douglas, Honda, Indian, James, Jawa, Kawasaki, MZ, Norton, Royal Enfield, Suzuki, Triumph, Vespa, Velosolex, Victoria, Yamaha e Zundapp.

No entanto, Geraldo nunca revelou de qual delas gostou mais. Quando alguém insiste, ele afirma calmamente: “Pra mim, tendo motor e duas rodas, é motocicleta. Gosto de todas elas, indistintamente”.

Ele já participou de todos os grupos de motociclistas do Cariri. Andou o Nordeste todo em duas rodas. A maioria dos amigos morreu. Outros abandonaram as motos no meio da estrada da vida. Os motoclubes se acabaram, mas Geraldo se manteve como “cavaleiro da esperança” empunhando, ao lado do companheiro Camargo, a bandeira do motociclismo.

Pilotar uma moto é um eterno renovar . “No meio dos jovens motociclistas, sinto-me como um adolescente. É uma forma de esquecer que sou velho, tenho 77 anos”. Junto com os velhos, a conversa é a mesma. “Eu já fui isso, fui aquilo. A moto me faz aproximar da juventude que tem outra visão de vida”, analisa.

O envolvimento entre homem e máquina parece trazer a impressão de uma relação fria, sem sentimentos. Mas isso foge da impressão habitual quando a emoção do ser humano prevalece sobre a máquina, fazendo com que a motocicleta se torne aliada de aventuras inesquecíveis e emoções marcantes para os integrantes.

Mais informações:
Geraldo Emídio de Lima
Rua Leandro Bezerra, 310, localizada no município do Crato, região do Cariri
(88) 3521.0995

ANTÔNIO VICELMO
Repórter

VALE DO JAGUARIBE
Amigos são movidos pela fé

Limoeiro do Norte. É tudo uma questão do homem que se adapta ao seu meio. Os terrenos acidentados, com grandes declives, secos e pedregosos das estradas carroçáveis, a mais comum no Interior do Estado, são um convite ao galope. Já fazia o vaqueiro para guiar a boiada, agora fazem os aventureiros em “cavalos motorizados” sertão a dentro. Depois da carroça, a moto é o principal transporte usado por muitos sertanejos rurais para trabalhar, arrancar adrenalina.

Aventura, desde sempre. Mas a fé foi uma feliz e peculiar novidade para as trilhas de moto dos amigos Albecir, Leodércio, Alber, Serrano, Toinho, Leudo, Renan, Israel, Messias e Diego. Todos motoqueiros do município de Jaguaruana. Desbravando trilhas de moto no alto de uma serra, encontraram uma imagem de Jesus Cristo numa cruz de madeira de mais de cinco metros, fincada no chão do lugar desde 1942.

Como era de difícil acesso, o local caiu no esquecimento da população. A imagem tem 1,20 metros de comprimento e foi achada sem um dos braços, devidamente reposto em restauração por iniciativa dos próprios motoqueiros.

Quando soube do achado, no dia 16 de setembro de 2007, uma multidão apareceu para ver de perto a cruz histórica. Em novembro, mais de 1.500 motoqueiros subiram os 235 metros da Serra Danta para devolver a estátua ao local de origem na primeira moto-romaria do Vale do Jaguaribe. E a trilha de motos pelo sertão agora é o caminho de peregrinação e novo roteiro da fé.

Se o faroeste norte-americano criou “Os indomáveis”, o leste caboclo do Vale do Jaguaribe criou os “Imbatíveis da Areia”, grupo de motoqueiros do município de Russas que, apesar das adversidades de cada qual com seus ofícios, reúnem-se todos os fins de semana para fazer trilhas na Caatinga. Nada mal para quem tem um quintal que “pede” para ser constantemente desbravado. Para fazer rally é logo ali.

“Sempre que pode, a gente se encontra. Claro que uns saem, outros entram, todos trabalham e é difícil conciliar os afazeres com os momentos de lazer. Eu mesmo estou no momento sem minha moto, pois decidi investir no meu próprio negócio (Adesiva – marketing e comunicação visual)”, afirma Hudson, que não pretende parar com o motociclismo. Ele quer repassar o gosto para o filho Yuri, de um ano e meio.

Conforme Hudson Pascoal, um dos integrantes dos “Imbatíveis”, o grupo sempre participa de campeonatos estaduais, rallys. Inclusive, no ano passado, o grupo formado em Russas apresentou o maior número de inscritos no Enduro de Motovelocidade, no ano passado, com 97 motoqueiros. Também, apaixonados por moto e aventura em Tabuleiro do Norte, onde foi fundado o Motoclube Trilhas do Vale, com 25 sócios de carteirinha. Oficializaram a paixão pelo motociclismo.

O clube é dirigido pelo aventureiro Uiberlan Guerreiro. Juntos, eles participam de campeonatos nacionais, estaduais, e todo ano fazem trilhas para o Rio Grande do Norte, até a cidade de Pau-dos-Ferros, na fronteira com o Estado do Ceará. A trilha acontece religiosamente em março.

Mais informações:
Trilhas do Vale - (88) 8832.7554
Moto-Romaria, de Jaguaruana (88) 9964.9705
´Imbatíveis da Areia´ - Russas (88) 9211.0111

MELQUÍADES JÚNIOR
Colaborador

ANÁLISE
Integrantes são cidadãos responsáveis

Antônio Vicelmo
avicelmo@ig.com.br

Embalados no eterno sonho de liberdade, motociclistas de todas as idades ganham a estrada. A imagem, às vezes agressivas e distorcida, não representa a realidade. Por trás daquela roupa de couro, casaco com símbolos agressivos e adornos de metais, está o homem, um pai de família, dando o seu grito de liberdade contra as amarras da sociedade.

Engana-se quem pensa que esses “libertos sociais”, praticantes do motociclismo, sejam transgressores da ordem social. Muito pelo contrário, os grupos de motociclistas seguem estatuto e código de ética. Na paixão pela moto apregoam a filosofia do respeito à raça humana e às normas de segurança no trânsito.

Os Carcarás do Cariri, por exemplo, tinham como código de honra o respeito às normas de segurança, o cuidado com a manutenção e zelo da máquina e, sobretudo, o respeito às pessoas, seus credos, sua história, sua cultura.

Os integrantes dos motos clubes são profissionais e senhores responsáveis, compromissados com família e profissão. São executivos, profissionais liberais, juízes, advogados, jornalistas, comerciantes... que, mesmo podendo comprar verdadeiras máquinas de quatro rodas, não abrem mão da emoção de sair por aí, sem destino, no comando de uma máquina.


Reportagem: Antonio Vicelmo - Jornal Diário do Nordeste
.

Exposição do Fotógrafo Augusto Pessoa no SESC Crato - Até dia 31 de Agosto.

.