09 junho 2008

ARTISTAS CARIRIENSES TÊM QUE SE APRESENTAR DIGNAMENTE

Acho que esse é o momento idel para mudarmos esse quadro de desprezo que existe em relação aos artistas caririenses. Tudo que lhes é apresentado é de baixíssima qualidade. A começar pelos sempre irrisórios caches. Em seguida vem a parte técnica que, de uma forma lastimável, é sempre colocada com tudo o que há de pior pelo nosso Cariri. Alugam sons de trezentos reais, colocam um palco (palco?) que mais parece um tablado e assim é a rotina das apresentações artísticas locais dentro da Expocrato. Como Dihelson já sugeriu, e não é difícil fazer isso, todos sabemos que existe condições de ser alugado um palco profissional, com som e luz idem e deixar os nossos artistas mandarem ver. Tenho certeza que haverá um grande público para isso. Mas voltando aos cachês, até isso acho que eles ainda o fazem baratinho. O importante, creio, é que eles estejam presente no evento de forma justa e merecedora de destaque, não em locais sem nenhuma visibilidade e acima de tudo se apresentando em equipamentos sem a menor estrutura. O SESC tem um bom palco, a Prefeitura tem condições, juntamente com o SESC, URCA, Associação dos Criadores e várias outras entidades, fazerem acontecer um evento onde os nossos artistas não fiquem apagados, sem a menor condição de um trabalho digno.
Fico à disposição de todos para essa discussão e mais ainda para, juntos, procurar reverter esse quadro de tolerância que até então tivemos. Cobremos dos administradores do parque, do "dono" do evento (como diz Dihelson), dos patrocinadores, enfim, de quem de Direito, para que tenhamos uma festa não só voltado para as aberrações doentias e inconsequentes, que são as músicas das bandas que fazem parte da programação oficial da nossa querida Exposição do Crato.

O HOMEM MODERNO CIVILIZADO: ESQUERDA, DIREITA...NATUREZA... VOLVER!


O homem moderno civilizado criou o Estado de Direito, mas não conseguiu impedir a criação do Estado de Injustiça. Ele criou o conceito de Estado de Natureza, mas não conseguiu formar uma aliança com a Natureza. As poluições química e biológica ameaçam o equilíbrio da Natureza e a ordem do Estado. Nesse contexto, o povo e o Estado chinês são referências negativas porque estão sofrendo devido à força da natureza desequilibrada. Isto porque o processo de desertificação na China nos séculos XX e XXI gerou um “monstro” natural: as grandes tempestades de areia. As tempestades de areia na China estão matando animais, plantações e vidas humanas. Os desmatamentos na Amazônica vão produzir a mesma desgraça chinesa se políticas de preservação ambiental não forem aplicadas com rigor. Lagos, rios e ambientes naturais na China estão morrendo na mesma velocidade que o progresso avança aumentando o PIB e diminuindo também a sustentabilidade dessa potência econômica. O sistema de governo autoritário chinês impede que se questione e freie coletivamente a destruição em curso. O poder do partido único autocrático desse país, de proporções continentais, está levando a uma falência ambiental que o povo chinês não conseguirá reverter. O liberalismo no Brasil e o comunismo na China nos alertam que a razão da sobrevivência dos povos não depende de mudanças de posição (volver) de poder ideológico, mas essencialmente no caráter, na alteridade e na identidade de uma relação direta e respeitosa com a natureza. Nesse sentido, tanto a esquerda socialista quanto a direita liberal não demonstram competência para solucionar a mega-crise ética-energética-ecológica. Ambas doutrinas são coniventes com a decadência da qualidade de vida para uma grande parcela ignorada ou excluída. Os índios e os quilombolas, por exemplo, não são tratados com o mesmo respeito que o trabalhador das empresas e indústrias. A idéia de progresso está numa perspectiva associada ao da exclusão e exploração humana e numa outra perspectiva na exploração e dominação da natureza. Mas, uma está associada a outra e tem nos levado a um processo acelerado de autodestruição, isto porque o homem é natureza também. Os avanços do homem moderno civilizado se reproduzem paradoxalmente: descobrimos, desequilibramos e destruímos simultaneamente.
Hoje, estamos diante de um inimigo comum: as idéias de exploração e separação entre o homem e a natureza. Segundo o jornalista Washington Novaes, 2/3 da população brasileira se considera fora da natureza. E por que? Porque ao longo de séculos fomos bombardeados por crenças e ideologias que pregavam (e pregam ainda!) que a vida humana se dava (e se dá ainda) unilateralmente num plano de relações de poder econômico-político: vencer e se separar do outro e controlar a natureza. E assim, se perdeu toda uma visão mítica e natural do homem como ser integrado a tudo e a todos. Em outras palavras, perdemos a sábia visão de que nada nos separa da vida natural. A vida nos liga a tudo! Viver é essencialmente se integrar cosmicamente através de elos visíveis e invisíveis. A separação, partição ou partidarização é uma grande ilusão. Por isso mesmo, que não acredito na perspectiva desintegradora de qualquer coisa, principalmente na política partidária. Existe uma ordem maior de integração natural. Ainda sofreremos muito por ignorarmos e assim não percebermos essa ordem supra-humana integradora – nem a esquerda e nem a direita poderão evitar a fragmentação dolorosa do ser e da natureza. Eles lutarão ad infinitum entre si pelo poder, mas serão vencidos por um inimigo muito superior: a natureza explorada e desequilibrada.


APÓS INVASÃO DA CHINA COMUNISTA EM 1949:

1 MILHÃO DE TIBETANOS MORTOS (EXTERMÍNIO EM MASSA)

6 MIL MOSTEIROS DESTRUÍDOS (POR QUE?)


100 MIL TIBETANOS EXILADOS (SÓ) NA ÍNDIA


Enquanto isso milhões de homens e mulheres morrem na lógica do mercado capitalista....ainda não temos uma saída digna a vista...se correr o bicho pega...se ficar o bicho come....

Prof. Bernardo Melgaço da Silva (88)9201-9234

O SITE DO CINEMA NO CARIRI - Cinemania Cariri

Para você que curte cinema, não pode deixar de conhecer essa novidade.

Visite agora mesmo o novo POINT dos Cinéfilos do Cariri:



O Recém inaugurado CINEMANIA CARIRI, onde vc encontra sinopses, comentários, e as últimas novidades do Cinema. Um site Interativo, cheio de fotos, traillers, e tudo o mais sobre a Sétima Arte.

www.cinemaniacariri.blogspot.com


O setor de cinema do Blog do Crato.
Comandado pelo especialista Demétrius Tarantino....


Abraços,

Dihelson Mendonça
.

SOFIA E FILOSOFIA

Os coreógrafos são exuberantes nesse conhecimento. Os movimentos do mundo falam. Eles, enquanto relativo a outros no movimento geral, dizem de si mesmos e compreendem os demais. Os ventos dizem, as tempestades explanam, as sombras modificam as evidências, a gravidade é como o coração: para si tudo atrai. Os coreógrafos sabem que os corpos falam.

Sofia, aos sete meses, expressa conhecimentos do mundo com tal precisão que a cada partícula anunciada uma nova emoção se planta em volta. Como o largo sorriso, a pequena boca parece um pássaro de asas planando, a gengiva sem nenhum dente e aquela breve expressão retém todo o conteúdo fantástico do reconhecer. Reconhecer, um estágio adiante da memória sem o qual o conhecimento retornaria ao fluxo indelével dos eventos fora dos horizontes da vida. Sofia, aos sete meses, reconhece as pessoas e as enfeitiça com a prova deste reconhecimento.

Quem imaginaria, tantos anos adiante, que um pequeno ser humano nos retornaria à essência desta época em que vivemos: entre a abundância social e a escassez econômica. Apenas suportamos tais aclives pela permanente sensação de pertencimento. Ao mesmo que conquistamos, também pertencemos a algo ou alguém. Aliás, sem este paradoxo de pertencer a conquista não existe. Tudo se tornaria uma patologia predadora de coisas. Sofia quando nos reconhece nos põe no centro exato do pertencimento. Pertencemos a esta casa, a esta rua, à cidade, ao país, a este povo, a esta crença a tantos são os pertenceres e Sofia os revela todos. Sofia faz como os nossos dedos no interruptor e imediatamente a luz se acende em cima.

Outro universo que Sofia abriu. Faz parte do movimento do mundo e da comunicação. Sofia se comunica com o corpo e o aparelho fonador. não gosta de permanecer longo tempo em decúbito dorsal. Sofia vira, move os membros inferiores como avanço sobre o espaço e quer agarrar tudo que estiver ao alcance de suas mãos. Agarra e tudo trás à boca. Não é, como pensávamos, um mero reflexo oral, mera seqüência da amamentação. Não agora são coisas sólidas, de sabores diversos, não alimentares, não coisas flexíveis, qualquer objeto que se sustente em suas mãos. Uma relação dialogal entre as mãos de Sofia e sua boca.

O mundo é realmente algo muito além das dificuldades da sobrevivência. Sofia faz um buuuu prolongado com os lábios apertados e espumando saliva. Pega o objeto e olhando-o atentamente faz um canto alongado e interrompido de repente como uma frase de início e fim. Certamente que gostaria de traduzir em letras todos os sons que Sofia nos comunica neste tempo de sua vida, mas é impossível. É preciso um gravador. Quem sabe um gravador traduziria tanta filosofia concentrada. Concentrado capaz de superar os ventos das especialidades e o vácuo das tiradas de moda.

Ao Topo do Blog....Cantor João do Crato e Primeira-Dama Mônica Araripe discutem possibilidades e soluções para os Artistas Locais na EXPOCRATO 2008

Olá, amigos,

Procurando alguma resposta para a questão levantada por mim alguns artigos atrás, em que busco uma solução para o eterno problema da dificuldade de espaço para os artistas locais na expocrato, telefonei para a primeira-dama Sra. Mônica Araripe e também para o Artista, cantor João do Crato para discutirmos o assunto.

A primeira-dama deixou bem claro que a expocrato é na prática realizada pelo governo do estado desde a administração anterior, sendo que a prefeitura batalha por espaços lá dentro para a produção local, inclusive todos os anos têm realizado mesmo que sem grandes produções, eventos de natureza cultural local para incentivar os artistas, inclusive ela acha que deve-se ao invés de ter 3 palcos pequenos de atrações locais, buscar a união da Prefeitura, URCA e outros setores, e tentar fazer apenas um GRANDE palco, bem melhorado para as atrações locais, com ótima luz, som e palco. Disse-me ainda que neste ano deverão batalhar pra isso.

Posição semelhante foi apontada pelo cantor João do Crato, que disse que os artistas precisam se unir e começar a reivindicar soluções para o problema, e que ainda dá tempo, se começarmos desde já a tentar solucionar isto. "Temos um mês ainda para por tudo isso em prática", afirmou. Propôs basicamente a mesma solução que a primeira-dama também propôs: que ao invés de 3 palcos pequenos e escuros, "como é terrível aquele que a URCA sempre apresenta", se faça apenas um grande, em local estratégico, bom, na parte de cima, bastante VISÍVEL ao povo, nada de ficar escondido por detrás das barracas.

Bem, sabendo então que o governo do Estado é quem comanda o pedaço por lá, resta a nós artistas e ao povo em geral que se preocupa com a arte e a cultura produzidas no Crato e que precisam ser expostas para que os visitantes possam compartilhar, possa pressionar então o governo do Estado, Sr. CID GOMES, Atenção... para que este proponha algum tipo de parceria com a prefeitura para que os artistas locais tenham vez e voz na Expocrato 2008.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com
.

Defina o Blog do Crato como sua Página Inicial de navegação - O Portal do Crato

Clique no botão abaixo para tornar o Blog do Crato a sua página inicial:

Definir o Blog do crato como Página Inicial
Definir como Página Inicial

Vem aí a Loiríssima que vai dar o que falar... Mariana é a nova Garota Blog do Crato !

.

Atenção - Leia Antes:
- A cópia ou utilização sem autorização de quaisquer fotografias deste website implica os responsáveis às penalidades da lei, e processo judicial por cópia ilegal e uso de material sem propriedade do direito autoral. Portanto, não copiem as fotos ! Justiça é coisa SÉRIA. Evite ser Processado judicialmente.



Garota BLOG DO CRATO - Mariana !















O mínimo que se pode fazer é dizer "que bom começar a semana com esse colírio!" .
Mariana incendeia...ousada, sapeca, essa loiríssima alegre não é como aquelas garotas que fotografam apenas o rosto. Mariana tem o que mostrar ! uma forte concorrente para nosso concurso Garota Blog do Crato. Por enquanto, apenas essas fotos.
Mais tarde, ensaio completo na seção "Garota Blog do Crato".

O Concurso Garota Blog do Crato - edição 2008, visa promover e divulgar a beleza da mulher cratense a nível nacional. A participação é gratúita e serão distribuídos no mínimo, R$ 1.000,00 entre as 3 finalistas. O Blog do Crato apresentará um ensaio com a garota da semana. No meio do ano, será realizada a escolha de 12 garotas do Blog do primeiro semestre, e no final do ano, mais 12 garotas, totalizando-se 24 garotas do Blog. Ao final do ano, será feita enquete de rua, e enquete do Blog, e serão escolhidas primeiro, segundo e terceiro lugares, que serão premiadas com troféus e dinheiro. A premiação deverá ser realizada em grande estilo, em festa dançante num clube da cidade, com todas as 24 garotas escolhidas pela votação. Para participar, entre em contato através do e-mail blogdocrato@hotmail.com ou Tel: 088-3523-2272. Visite o site da garota Blog do Crato, para maiores detalhes, clicando aqui.

Fotos: Dihelson Mendonça
.

Cariri - Juiz lança livro sobre vida de padre Ibiapina

Clique para Ampliar

Flávio Morais, juiz de Jardim, ao lado da estátua do padre Ibiapina, no Crato (Foto: Antônio Vicelmo)

O livro é para advogados, estudantes de Direito e interessados em conhecer a história de padre Ibiapina

Crato. Um enredo que daria um bom filme com jagunços, prisões, injustiças, crimes, coronéis, padres, juízes, advogados e possíveis enforcamentos, tendo como cenário o sertão nordestino. Esta é a leitura que se faz do livro “A Sombra do Laço”, de autoria do juiz de Direito da comarca de Jardim, José Flávio Bezerra de Morais, que conta a história do padre Antônio Pereira Ibiapina, a partir da cidade paraibana de Brejo da Areia, onde o então jovem advogado, Ibiapina Pereira, foi nomeado pelo juiz da cidade para defender um réu que havia matado, com um tiro de espingarda, o seu padrasto flagrado mantendo relações sexuais com a esposa do criminoso.

Nenhum dos advogados ou rábulas da época aceitou a causa. Depois de conversar com o réu, Ibiapina se comoveu com o drama e aceitou o desafio. Enfrentou ameaças de morte, atentados, intimidações, mas não desistiu. Conseguiu a absolvição do seu constituinte. Contou com a honestidade do juiz da cidade, a solidariedade de dois jovens que queriam fazer advocacia e, principalmente, um currículo de fazer inveja.

Tinha sido seminarista, juiz de Direito, secretário de segurança do Ceará e deputado federal. O seu prestígio como competente advogado assombrava os coronéis e chefes políticos do sertão.

Permaneceu advogando na Paraíba por mais dois anos. Recebeu a tonsura clerical das mãos de dom João da Purificação, no dia 11 de junho de 1853 e foi ordenado padre em julho do mesmo ano. Sob especial licença eclesiástica, o padre iniciou a sua peregrinação pelo interior do Nordeste, concretizando sua missão. O juiz descreve que “Ibiapina realizou, nos últimos 30 anos de sua vida, uma obra fabulosa de pouca ou nenhuma comparação no mundo da sua época”.

Antonio Vicelmo - Repórter

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.