10 maio 2008

Isabellas

Parecem três nomes comuns de mulheres, destes que se encontra em qualquer livro de chamada de uma escola qualquer de ensino fundamental : Isabella, Luana, Elisabeth. A geografia caprichosamente as separou: Isabella de cinco anos residia em São Paulo; Luana da mesma idade, em Jardim, no Cariri cearense e Elisabeth, mora na Áustria, um dos paises mais desenvolvidos da Europa. Apartadas todas por tantos e tantos quilômetros, de repente se viram juntas pela história. A pequena Isabella foi esganada pela madrasta e lançada pelo pai do quinto andar do apartamento onde residiam. Luana foi terrivelmente estuprada e morta numa curra praticada , pasmem vocês, por funcionários de um parque de diversões. Elizabeth Fritz foi mantida em cativeiro oculto na sua própria casa e violentada pelo próprio pai, por mais de vinte e quatro anos e com quem teve sete filhos, três dos quais mantidos em cativeiro e com 19,18 e 5 anos jamais tinham visto o sol, a lua, as árvores, o rio. Estas tragédias impronunciáveis fecundaram os noticiários nos últimos dias e temperaram de amargo a vida de todos nós. Em pouco, no entanto, outras manchetes mais quentes tomarão de assalto as redações e em tudo se imprimirá um ar de falsa normalidade.
A tragédia, amigos, é bem maior do que a ponta do iceberg que imerge dos jornais. Todos anos duzentas e oitenta crianças são assassinadas no Brasil e em 85% dos casos, o homicídio é cometido por pessoas que vivem sob o mesmo teto com as crianças: pais, padrastos, madrastas são de longe os maiores homicidas. Pessoas que deviam cuidar e proteger os infantes, de repente, se transformam em cruéis assassinos. Não bastassem estes números assustadores, existe ainda um insuportável agravante neste crime. Acontecido na intimidade do lar , as testemunhas são todas íntimas , parciais e suspeitas: apenas uma parcela mínima desta violência chega à delegacia. São muitas as Isabellas anônimas.
Por outro lado, este crime não parece respeitar fronteiras geográficas, econômicas, culturais. Em todos os pontos do planeta as crianças correm perigo. Não bastam os eternos inimigos como : a miséria, a epidemia, a doença, a fome, a guerra civil urbana. Temos que nos preocupar mais que nunca com o chamado fogo amigo. E o mundo está repleto de pedófilos, infanticidas e maníacos de toda qualidade e estirpe.
Que fatores podem ter contribuído para esta louca e impensável violência ? Houve realmente um acréscimo na agressão infantil ou apenas temos uma divulgação mais pronta e abundante? As estatísticas neste ponto parecem pouco confiáveis, mas aparentemente as crianças se acham muito mais vulneráveis agora que em tempos passados. Por vários motivos. A família de hoje é muito mais complexa que a de outrora. Envolve filhos de vários casamentos, pais, padrastos, madrastas. E o nível de conflito e embate de emoções e frustrações várias parecem ser bem mais visíveis. Os pais e mães trabalham diuturnamente e já não podem acompanhar pari passu o desenvolvimento dos seus rebentos. Entram em cena vários outros atores que antigamente tinham um papel bem mais secundário na criação dos filhos : babás, professores, criados, amigos, parentes e afins. As megalópoles produziram, ainda, toda uma geração de solitários em meio à multidão: as feras da selva de pedra. A maratona da sociedade de consumo põe os louros na cabeça de poucos e alija ao esquecimento e à frustração imensas hostes que se sentem ínfimas e menores por não ter podido galgar o pódio. Ética & Moral são valores sem nenhuma importância no dicionário da modernidade e a lei só existe para quem não tem condição de comprar sentenças postas à venda, todo santo dia, no frio mercado das nossas relações humanas. A sociedade, por sua vez, tem se mostrado cada vez menos espiritualizada. Sem temor da justiça da terra ou do céu, a quem temer ?
Gibran dizia que : Nossos filhos não são nossos filhos. São os filhos e filhas da saudade da vida por sí mesma. Vivesse hoje talvez tivesse que acrescentar : são filhos da TV, do Videogame, da Internet, da Academia. Lançados ao mundo exatamente como uma inhambu que voa do ninho mal rompe a casca do ovo, lá vão eles sujeitos a todos os predadores possíveis e imaginários.
Uma vez um cacique do Xingu disse a Orlando Villas Boas que a raça dos caras-pálidas não tinha futuro nesta terra. Com tudo que temos visto ao nosso redor dá para se temer por sua previsão fatalista. Crescemos para fora: a tecnologia nos fez ganhar os céus, visitar outros planetas, curar doenças. Por dentro, no entanto, permanecemos mais primários que uma ameba. Assim, quando ao assistir às cenas de violência no noticiário, por favor não chamem Alexandre Nardoni, o velho Fritz ou os assassinos de Luana de animais. Isto é uma agressão imperdoável ao reino animal. Eles são bem mais desenvolvidos humana e emocionalmente que qualquer um de nós.

J.Flávio Vieira

O Pecado de Clara Menina
Texto e Direção de Cacá Araújo
Estreou, neste 10 de maio de 2008, no Teatro Rachel de Queiroz, em CRATO, a peça "O Pecado de Clara Menina", de Cacá Araújo
Outras apresentações: 10, 11, 17, 18, 24, 25 de maio de 2008.
(sábados e domingos)

Interblogs

Publico aqui uma postagem que pode ser, com alguma benevolência dos leitores, um capítulo da crônica citadina, e que já foi publicada em outros blogs afins: a história de uma canção:

Serpentes na noite
memória de uma canção

No início dos anos noventa, reunimo-nos no apartamento de Salatiel, para assistir o documentário “blues”, de Valter Salles Jr., transmitido pela Rede Manchete. O documentário trazia depoimentos e performances de velhos blueseiros norte-americanos, todos desconhecidos da mídia. Maravilhados e no clima do documentário, decidimos esticar a noite no restaurante Pau do Guarda, para beber e papear (Geraldo Urano bebeu Cola-Cola, sua bebida preferida). Aquele documentário mexeu profundamente com a gente.
Quando cheguei em casa, já no início da madrugada, escrevi uma letra inspirada naquilo tudo.
No dia seguinte, entreguei-a a Geraldo, que passou uma semana para devolver-me, cantarolada (Geraldo a compôs sem auxílio de instrumento musical, mas somente memorizando a melodia).

A música, anos depois, em 1994, foi classificada para o histórico CHAMA (Chapada Musical do Araripe), que aconteceu no antigo aeroporto do Crato, em cima da Serra. Foi defendida, numa bela noite de lua cheia, pela banda Nacacunda .
Apresentamos a música na noite em que Hermeto Pascoal e grupo se apresentaram. Por conta disso, encontramos, nos camarins, Itiberê Zwarg, Carlos Malta e Márcio Bahia, respectivamente baixista, saxofonista e baterista do grupo de Hermeto, com os quais conversamos animadamente por alguns momentos. Lembro de Itiberê revelando que a profissão de músico lhe presenteava momentos como aquele, “num lugar bonito como esse, apreciando essa deliciosa bebida” (Itiberê bebericava uma dose da cachaça Xá-de-Flor, bebida feita por Blandino Lobo).
Por conta dessa agradável memória, transcrevo a letra da música, intitulada Serpentes na Noite (uma referência ao zodíaco, que eu, Geraldo e Salatiel temos em comum).

Baby, quero lhe dizer algo importante
Quando mais se cresce menor se fica
É o doce mistério da vida
E não há outra saída
Que não seja a porta dos fundos
Por onde você também pode entrar
Somos serpentes na noite
E isso é um tanto perigoso
É muito bom!
Já tomamos de tudo
Mas nada nos pegou
Se você quer me ver feliz
Toque um pouco de blues
Pinte a vida de azul
Sim, eu sou apenas um cantor de blues
Levando a vida num pagode
Mas sei que sou um rapaz de sorte
E sei que a morte
É só o último acorde de um blues

UMA PRINCESA SEM CASTELO

Em meio a tantas movimentações em torno da sucessão política na cidade do Crato, algumas reportadas profissionalmente e outras nem tanto, muito se tem falado sobre coligações, traições, continuísmos, sangue novo e outras coisas mais esquisitas, no entanto, pouco se discute sobre o estado lastimável que se encontra a cidade, já há algumas décadas.

O Crato atual tem o contorno de uma auto-caricatura. Enquanto que boa parte da sua sociedade vive em consonância com a contemporaneidade, vivenciando todas as possibilidades plenas dos mecanismos que propiciam as relações sociais no âmbito privado; no âmbito público a política cratense permanece embebida em formol, sobrevivendo de expedientes provincianos, de oportunismos e de inoperâncias fatídicas, propiciadas por sucessivas administrações pífias, próprias da possessão do poder através de clãs e agregados, típicas de arruados em que parte da população influente está do lado do “prefeito” que ganhou e a outra parte da população influente está do lado do “prefeito” que perdeu.

Para que o Crato ingresse no dinamismo do século XXI é necessário que uma administração pública, independente de nomes, partidos ou corriolas, faça mais do que se espera. Abrir e calçar ruas, tapar buracos, pintar meio-fios, asfaltar avenidas, manter hospitais e postos de saúde funcionando, recolher o lixo, expandir redes elétricas, fazer e refazer paredes de canais e freqüentar o dentista periodicamente para um sorriso largo, não é necessariamente o que o cidadão que busca a cidadania espera de um administrador público. Manter a prefeitura aberta, seja de qualquer cidade de qualquer porte, para que ela não vire uma bodega equipada com tv de 29 com dvd de forró de quinta categoria, é o trivial. Qualquer um pode fazer. É necessário um plano administrativo mais ousado, mais funcional, que seja capaz - através de grandes obras, grandes investimentos e parcerias sóbrias - de projetar positivamente o município na história recente do país.

É provável que a tropa de elite dos nomes políticos em questão afirmem que falar é fácil ou que então apontem a filosofia de pára-choque de caminhão: “fácil é falar de mim, difícil é ser eu”. Para tanto, não custa nada lembrar, que até a Exposição do Crato, que tem mais anos do que a mentira no mundo, ainda vive das mesmas atrações medíocres, das mesmas famílias de gados, bodes, carneiros, cavalos e preás que continuam sendo expostas, bem como dos mesmos bêbados e das mesmas rodas-gigantes que continuam a rodar.

Marcos Leonel

NOVIDADE: Agora qualquer pessoa pode escrever comentários no Blog do crato!

Olá, Pessoal,

Como todos os comentários são mesmo moderados por mim, isto é passam por minha avaliação antes de serem publicados, e isto vem sendo a política desde o início, resolvi fazer a experiência de deixar as pessoas não registradas com contas no Gmail e Google poderem postar. Muita gente se reclama que não consegue postar.

Assim, estarei liberando os comentários.
Se houver abuso, voltaremos ao método atual.

Atenção:
Todos os comentários devem ser assinados. No local da postagem há a opção de escolher NOME/URL. Clique em "nome" e coloque seu nome e sobrenome, ou use a opção anônimo, e coloque seu nome e dobrenome após a mensagem. Porque não queremos anonimato. Queremos apenas facilitar a vida de quem posta comentários, ok?. Ajam de boa Fé e teremos inúmeros comentaristas !

Dihelson Mendonça

CHEGA DE SUJEIRA - Nota de Dr. Valdetário Brito

CHEGA DE SUJEIRA !


A nossa história é construída no dia-a-dia. Ninguém se toma uma grande pessoa num curto espaço de tempo. O mundo nos molda. Como numa construção, tijolo por tijolo, vamos edificando o nosso ser. A firmeza do nosso caráter é fruto do tipo de material utilizado na nossa construção. Se estamos embasados em alicerce sólido, se usamos concreto e ferragem adequados teremos como resultado, invariavelmente, algo firme, seguro e confiável.

Desde criança interagimos com o meio. Sofremos influência do mesmo e emitimos os primeiros sinais do nosso futuro ser. Se o meio nos influencia; é inegável que o gene é quem nos direciona no caminhar da vida. E como o genoma é único, exclusivo para cada pessoa; resulta nos mais distintos tipos de seres. Há os que aprendem a voar e os que rastejam por toda a vida. Existem os que verdadeiramente engrandecem o mundo e os que tentam destruí-lo. Os que se dedicam às causas coletivas e os que colocam seus interesses pessoais à frente de tudo. Há os que sonham, criam, realizam...e os que só tiram proveito do trabalho alheio. E há aqueles que se fingem faroleiros, mesmo desprovidos de luz própria. Incomodam – se com o sucesso do próximo e temem ser ofuscados.

O mundo seria melhor se cada um fizesse a sua parte. Se não houvesse tantos querendo levar só o banquinho, quando é preciso transportar o piano.

Mas o destino é imutável: ninguém colherá rosas se plantou manjericão. E quem começou a vida como palhaço nunca será o dono do circo...quase sempre acaba limpando a jaula. Chega de sujeira!


Por: Valdetário Brito. - Médico

.

Lançado o Blog "CINEMANIA CARIRI" - O ponto de encontro dos Cinéfilos do Cariri

.
O Blog do Crato reinaugura sua seção de cinema, intitulada "Cinemania Cariri", comandado pelo cinéfilo "Demétrius tarantino". No endereço www.cinemaniacariri.blogspot.com

O Cinemania Cariri apresentará sempre as últimas dicas sobre a Sétima Arte, com muita informação, classificação, recomendações para seu fim de semana, além de entrevistas e diversos programas em vídeo, como traillers, fotos, reportagens e tudo o mais relacionado ao cinema, principalmente em se tratando de video-locadoras e onde obtê-las.

Por: Dihelson Mendonça
.

CINEMA: A Maior locadora de DVDs de Crato muda-se para a Rua Dr. Miguel Limaverde


"Na foto acima: Germano Lucas e Demétrius Tarantino"

A Vídeo-Shop locadora, uma das maiores locadoras do Cariri, e que traz sem sombra de dúvidas o maior acervo de filmes de Arte e Clássicos está de novo endereço:

Agora, na Rua Dr. Miguel Limaverde.

A locadora, comandada por Germano José e tendo como principal funcionário, o grande especialista em cinema "Demétrius Tarantino" tem se firmado como o ponto de encontro na região do cariri daqueles que se interessam realmente pela sétima arte, e procuram algo bem mais que o "besteirol diário" a que estamos acostumados. portanto, se você quer sempre os últimos lançamentos, as melhores produções e todo um acervo com os maiores clássicos do cinema, e um setor exclusivamente dedicado ao Cinema-Arte, visite a Video-Shop locadora.






E uma grande novidade:
O Blog do Crato reinaugura sua seção de cinema, intitulada "Cinemania Cariri", comandado pelo cinéfilo "Demétrius tarantino". No endereço www.cinemaniacariri.blogspot.com

O Cinemania Cariri apresentará sempre as últimas dicas sobre a Sétima Arte, com muita informação, classificação, recomendações para seu fim de semana, além de entrevistas e diversos programas em vídeo, como traillers, fotos, reportagens e tudo o mais relacionado ao cinema, principalmente em se tratando de video-locadoras e onde obtê-las.

Por: Dihelson Mendonça
.

Participe do "I Concurso Garota Blog do Crato Edição 2008. R$ 1.000,00 em prêmios !


Se você é uma garota bela, e Cratense, ou descendente do Crato, participe do "I Concurso Garota Blog do Crato - Edição 2008".

CONCURSO GAROTA BLOG DO CRATO


O Blog do Crato anuncia o concurso, na edição 2008, que visa promover e divulgar a beleza da mulher cratense a nível nacional. A participação é gratúita e as concorrentes ainda poderão ganhar prêmios, se estiverem entre as 3 finalistas. O Blog do Crato, em sua seção denominada "Garota Blog do Crato" deverá apresentar semanalmente um ensaio com a garota da semana. No meio do ano, em data a ser ainda especificada, será realizada a escolha de 12 garotas do Blog do primeiro semestre, através de enquetes e votações públicas. E no final do ano, mais 12 garotas da segunda metade do ano serão escolhidas, totaliando-se 24 garotas do Blog, o que corresponderia a 2 por mês.

Ao final do ano, será feita enquete de rua, e enquete do Blog, e serão escolhidas primeiro, segundo e terceiro lugares, que serão premiadas com troféus e prêmios a serem definidos junto aos patrocinadores do evento. A premiação deverá ser realizada num dos grandes eventos sociais da cidade, e num dos grandes clubes, com uma festa com todas as 24 garotas escolhidas pela votação para a entrega dos troféus e prêmios. Possivelmente no Crato Tênis Clube, em uma festa dançante...

Como Participar:



01 - Se você se acha uma garota atraente, fotogênica, ou se conhece alguém que deseja participar do Concurso Garota Blog do Crato - Edição 2008, entre em contato pelo e-mail oficial do nosso Blog: blogdocrato@hotmail.com ou pelo telefone (088)- 3523-2272.

02 - Apenas as garotas cujos ensaios fotográficos são publicados semanalmente na seção "Garota Blog do Crato" poderão participar do concurso, das votações e das prêmiações.

03 - Cada participante ou concorrente, deverá assinar um documento contratual ou um termo de responsabilidade, que será o documento oficial de adesão ao concurso.

04 - É facultativo a participação ou não no concurso, ou seja, uma garota poderá ser garota blog do crato, mas não desejar participar do concurso.

05 - Cada concorrente terá direito a um ensaio fotográfico completo e gratúito com nossa produção, e terá direito a escolher as fotos que desejar ver publicadas ou não na seção garota blog do Crato. Cada concorrente poderá adicionar alguma(s) fotos já publicadas em outros sites, pessoais e próprias, que ache que será de valia para enaltecer a sua imagem para o concurso.

06 - A premiação do concurso deverá ocorrer no final de 2008, em clube local a ser definido, e valores dos prêmios a serem calculados, mas divulgados previamente.

07 - Cobertos os custos de produção com a festa de premiação, o restante da renda da festa de premiação a garota Blog do Crato deverá ir para uma instituição de caridade ainda dentro do município de Crato.

08 - Alguns tópicos ainda estão sujeitos a alterações e melhorias. Outras informações podem ser colhidas junto ao e-mail: blogdocrato@hotmail.com

Visite o website: Garota Blog do Crato.

Dihelson mendonça
Administrador do Blog do Crato - 10 de Maio de 2008
.

A Vivo, maior operadora de telefonia celular do Brasil, chega ao Ceará !


A Vivo, maior operadora de celular do Brasil, recebeu a liberação da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), na última semana, para poder começar os seus trabalhos no Ceará, além dos demais 5 estados do Nordeste (Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas).

A assinatura da liberação, por parte da Anatel, possibilita a implantação e utilização dos serviços de Terceira Geração (3G). Agora depende da operadora a data para e instalar no estado e qual política deve adotar para conseguir clientes.

Segundo a notícia do Diário do Nordeste, a operadora não sabe se irá operar de início com a tecnologia 3G nos 6 estados que receberão a Vivo.

A Vivo adquiriu o direito de explorar a área pela quantia de R$ 13 milhões.

Fonte: Yuri Guedes para o Blog de Icó.

15,95% da safra foi perdida em 35 cidades


Agricultores da Serra da Ibiapaba tiveram prejuízos com os plantios de milho, feijão, arroz e hortaliças. A Ematerce apresentou uma avaliação das perdas nos municípios atingidos pelas enchentes. Técnicos definem modificações no Garantia-Safra.

O feijão e o milho devem atingir a maior perda em Tianguá, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (Foto: BANCO DE DADOS). O feijão e o milho devem atingir a maior perda em Tianguá, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (Foto: BANCO DE DADOS)

De 60% a 80% do feijão e em torno de 60% do milho. São percentuais que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tianguá, na Serra da Ibiapaba, avalia como perdas dos plantios deste ano por causa das chuvas fortes que têm caído na região desde o mês passado. Não só em Tianguá, mas em outras cidades da Ibiapaba, como Guaraciaba do Norte, Viçosa do Ceará, Graça e Ibiapina, os pequenos produtores rurais tiveram prejuízos com o primeiro plantio. Há localidades em que eles já iniciaram outros roçados com a esperança de que as chuvas mais escassas possam contribuir para não perderem toda a safra deste ano. Quem planta hortaliça, como o tomate e o pimentão, ficou também no prejuízo.

Segundo o último relatório sobre a situação de perdas da produção por municípios divulgado este mês pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), em 35 municípios cearenses atingidos pelas chuvas, houve perdas totais de 15,95% numa área plantada de 402.333,00 hectares. Os dados são do último dia 15 e o novo relatório será divulgado pelo órgão no próximo dia 30. As culturas avaliadas são arroz, feijão, milho, mamona e amendoim. Em municípios como Lavras da Mangabeira, Icó e Farias Brito, os agricultores tiveram perdas significativas principalmente nos roçados de milho, feijão e arroz.

"Teve excesso de chuvas, principalmente, neste mês de abril e as plantas não agüentaram. O feijão apodreceu e o milho ficou prejudicado", declara o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Graça, Francisco Antônio Martins. Dos cerca de 16 mil habitantes da cidade, 70% são agricultores. Segundo Francisco, o primeiro plantio geralmente é feito de dezembro a janeiro. "Esse foi perdido. Mais ainda há pelo menos dois meses para apostar nas plantações de milho, pois que plantou novamente vai colher em junho".

O gerente do escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), em Guaraciaba do Norte, José Ferreira Batista, acredita ser tarde para apostar em novos roçados. "Houve excesso de chuvas, mas há quem consiga estar colhendo o feijão e esperando o milho ficar no ponto em junho". Prejuízo foi para as hortaliças. Só mesmo quem cultiva os orgânicos em estufas salvou o alface, o tomate, o pimentão. Naquele município, os técnicos da Ematerce dão assistência a cerca de 1.500 agricultores que plantam milho e feijão e a 300 que cultivam hortaliças.

MUNICÍPIOS AFETADOS:


Crato, Farias Brito, Mauriti, Barro, Aurora, Milagres, Icó, Cedro, Lavras da Mangabeira, Pacujá, Mucambo, Jijoca, Graça, Orós, Acaraú, Cruz, Itarema, Aiuaba, Campos Sales, Independência, Novo Oriente, Porteiras, Santa Quitéria, Hidrolândia, Catunda, Tauá, Crateús, Salitre, Quiterianópolis, Arneiroz, Parambu, Jati, Penaforte, Mauriti e Brejo Santo.

FONTE: Ematerce

Por: Rita Célia Faheina
da Redação

Matéria publicada originalmente no Blog de Farias Brito.

.

Museu de Arte Vicente Leite - Por Chrystian Marques

Olhar mais uma vez o Museu de Arte Vicente Leite na cidade do Crato, sendo maquiado com uma tinta de última categoria é realmente revoltante quando por esses dias estava eu caminhando em direção ao centro, vendo aquela reforma superficial que estavam dando e esquecendo a importância do acervo que está dentro. “Eu perguntei então: que visão de liderança é essa que não apóia um patrimônio artístico, cultural? Paradoxo irônico!” Reformas superficiais digo novamente quando se aproximam datas festivas na cidade quando o certo é a constante manunteção. Obras de artistas como Sinhá D´amora, Vicente leite, etc, artistas reconhecidos, estão a muito tempo em processo de esfarelamento, decomposição. Um acervo de obras modernas e contemporâneas com várias linguagens artísticas de ultra qualidade jogados, colocados, sem uma preservação necessária, sem uma iluminação adequada, sem uma entrada de ar exigida, tornam as ações da maioria dos funcionários despreparados quanto a manutenção do mesmo. Uma liderança de qualidade faria se houvesse diálogos com os artistas e agentes culturais. Assim, criam espaços de cultura e não oficializam como uma instituição verdadeiramente deva ser, com seu papel de fomentar a arte e cultura. Como mais um prédio incluído nas propostas municipais de apoios superficiais e sem interesse real pela riqueza que existe em abundância na cidade do Crato, essa maquiagem tem o intuito de tentar esconder realmente como é a verdadeira realidade que existe por dentro, e o museu com sua riqueza na área das artes visuais tem sido desprezada, abandonada, sendo este um dos melhores museus do Ceará em cujo acervo podemos citar Pedro Américo, o famoso pintor que fez o quadro da Proclamação da Independência do Brasil. Para completar, a conseqüência inevitável é informar que o descaso é tão grande, que foi roubado desse museu um desenho de Pedro Américo por causa da falta de segurança humana, tecnológica do museu. Que contratassem profissionais ou investissem em pessoas da cidade para que fizessem cursos de restauração e manutenção. Que oficializem novamente o Salão de arte que existiu dando apoio à arte. Que vejam a arte como uma profissão e não como um hobby. Mas não, acham que ali “é um depósito de arte, um lugar de trabalhos realizados por homens que não tinham o que fazer estavam exercitando hobby nos momentos de folga. “
“NÓS ARTISTAS PLÁSTICOS SOMOS PROFISSIONAIS QUE TRABALHAM FAZENDO ARTE TIRANDO SUSTENTO, NÓS NÃO SOMOS VAGABUNDOS, SOMOS PROFISSIONAIS DA ARTE!”
Queremos que o Crato cresça e não fique estagnado como uma cidade apenas que se preocupe com sua aparência, mas com o conteúdo. Mas deixo aqui registrado minha revolta quanto à maneira com que tem sido dado ao Museu de Arte Vicente Leite. A cidade ganharia mais se criassem projetos para o desenvolvimento turístico visando este como um dos cartões postais da cidade para que não ganhe o nome de “cidade da Cultura” ilusoriamente, quanto a seu maior destaque que no fundo é uma cidade de cultura, cidade histórica da qual já nasceram grandes nomes.

Por: Chrystian Marques