07 março 2008

Romaria


Vinham para Bertioga ajuntados incomodamente em Paus-de-Arara, como reses para o abate. No olhar, aquele perceptível ar de resignação embotado por um brilho profundo de uma esperança concreta, pungente e palpável. Almas jogadas às intempéries terrestres, sugadas pela fome e pelo tempo, liofilizadas pelo sol , pela exploração e pelo esquecimento da selva humana. Esmagadas pela crueza da realidade à volta , apegam-se a possibilidade final de imanência: Nossa Senhora dos Desafogados de Bertioga ! Espíritos genuflexos à espera do milagre derradeiro, da redenção plena num outro mundo mais solidário e menos desigual. Descem das carrocerias aturdidos, agarrados a seus rosários como se se apegassem ao timão de uma nau ébria e titubeante. Barracas ao redor vendem um sem número de quinquilharias, sacralizadas às pressas, bentas por um onipresente Deus Mercúrio. Promessas se liquefazem e escorrem pelas calçadas da igreja, pelas ruas imundas, pelas escadarias, pelos cruzeiros, pelas palavras de fogo jogadas boca afora pela língua dos eternos vendilhões do templo. Por todo lado, uma bocarra ávida solve os pobres níqueis untados de sangue, lágrimas e suor e vomita em troca, como uma louca Pitonisa, profecias vãs , verdes e gloriosas no miserável e árido coração de tantos devotos. Ex-votos, postados de forma aleatória na sacristia, perfazem um quadro dantesco, como espólios últimos de uma guerra fratricida ou de um ritual canibalesco, quem sabe o registro terrível de um novo e interminável Holocausto. Óbulos diversificados : moedas, notas, animais, legumes, objetos metálicos repousam aos pés dos santos lembrando dádivas pagãs oferecidas, numa rediviva Festa Primaveril, a um novo Bezerro de Ouro. Oferendas tombadas ao chão lembrando que a crença alimenta-se do eterno sacrifício humano. Terços dedilhados desordenadamente, mistério a mistério, conta a conta, somam uma outra conta perfeitamente enigmática no ábaco da vida. O balbucio das preces tangidas maquinalmente de lábios rachados -- como se se mimetizassem com a terra um pouco abaixo-- preenche o mundo como um mantra : uma espécie de trilha sonora para uma tragédia estrategicamente preparada nos seus mínimos detalhes. Chapéus de palha ruflarão, freneticamente, na vã esperança de fazer soprar ventos de renovação, vendavais com capacidade de revolver definitivamente as arcaicas estruturas do planeta. Em vão.
As ruas, os templos, os santos, os vendilhões permanecerão exatamente os mesmos, imutáveis e fixos como soldados de Pompéia. Ao derredor, apenas os mesmos romeiros, numa procissão infinita, em moto-contínuo, continuarão piedosamente a trilhar os mesmos caminhos .Tangidos pela esperança, ébrios de fé , caminharão em círculos, sem ao menos perceber que seu destino único é o de vagar pelo deserto em busca de uma terra tantas vezes prometida e outras tantas igualmente negada.

J. Flávio Vieira

Hoje no DN - Aeroporto do Cariri - Pista de acesso será duplicada

Aeroporto do Cariri

Clique para Ampliar

No período de 180 dias, as obras de melhorias no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes deverão ser executadas. A ordem de serviço foi assinada ontem (Foto: Elizângela Santos)

Clique para Ampliar

O atual estacionamento tem capacidade para apenas 60 veículoss e não vem atendendo ao crescimento dos últimos dois anos do aeroporto

Novas obras no Aeroporto do Cariri proporcionarão segurança, melhor sinalização e facilidade de tráfego

Juazeiro do Norte. O Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes terá um estacionamento para 200 veículos e a duplicação do acesso viário. Ontem foi assinada ordem de serviço em solenidade, no próprio Aeroporto. A construção será financiada com recursos municipais e está avaliada em quase R$ 2,2 milhões. O atual estacionamento tem capacidade para apenas 60 veículos e não vem atendendo ao crescimento dos últimos dois anos do aeroporto. A partir do próximo ano a perspectiva de investimento é de mais R$ 30 milhões, na construção de um novo terminal de passageiros e melhoria da pista de pouso, para cargueiros.

O período de execução da obra é de 180 dias. A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito municipal, Raimundo Macedo, e o superintende regional da Infraero, Edson Fernandes. Para o chefe do Executivo, a obra vem atender a uma melhoria na parte de infra-estrutura do Aeroporto, que vem tendo um crescimento surpreendente nos últimos anos.

O superintende da Infraero ressaltou a importância da nova via de acesso, proporcionando mais segurança, melhor sinalização e facilidade de tráfego, com espaços destinados a motos e usuários portadores de deficiência física. Será cerca de um quilômetro de via duplicada, saindo da Praça Aviador Samuel Wagner até a avenida Manoel Coelho de Alencar. “É um serviço de melhor qualidade que estaremos prestando ao usuário, já dentro de um padrão de excelência”, diz o superintendente. Ele acrescenta que a obra já vem atender às construções a serem efetuadas no próximo ano.

Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de Juazeiro do Norte, José Roberto Celestino, a obra é de grande importância, proporcionando melhores opções de acesso, já que o novo terminal vem atender a uma demanda anual de 500 mil passageiros. O crescimento do aeroporto nos últimos cinco anos tem sido uma marca nacional, já que em termos proporcionais foi o que mais cresceu em 2006. Foram 110 mil embarques e desembarques. Ano passado passaram pelo Aeroporto 152 mil passageiros, representando um crescimento de 38%. Conforme Edson Fernandes, a perspectiva com novos vôos é de que esse número chegue a 200 mil embarques e desembarques este ano.

Estão operando no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes as empresas Gol, com um alinha diária, a Oceanair, com duas, e a TAM, com vôos cancelados. Não se sabe se irá retornar. Mesmo com as restrições, a Gol pretende a partir do dia 24 de março, data de aniversário do Padre Cícero, incluir mais uma linha, às 16 horas, com linhas para Belo Horizonte (MG), São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Fortaleza. Ano passado, passaram pelo aeroporto 152 mil passageiros.

Os novos investimentos para início das obras em 2009 estão passando apenas por entraves burocráticos. Segundo o superintendente, a área patrimonial do aeroporto será doada pelo governo do Estado à Aeronáutica. Isso está dependendo do repasse do projeto de lei de doação, que será encaminhado por Cid Gomes à Assembléia Legislativa para ser aprovado e em seguida sancionado pelo governo. A área a ser doada equivale a 1,3 milhão metros quadrados. Deste total, mais de 500 mil metros já estão com a União, faltando regulamentar o restante. Com essa primeira etapa concluída, irá começar a fase de licitação dos projetos.

Conforme Celestino, com essas melhorias, o aeroporto passará a operar sem restrições, como acontece no momento. A TAM, segundo ele, considera a região uma das melhores rotas do País. Deverá voltar a operar após as melhorias, principalmente depois de estar oferecendo condições de receber aeronaves de grande porte, para até 300 passageiros.

A região, de acordo com o lojista, terá melhorias importantes em setores produtivos como a fruticultura e o pólo calçadista. A extensão física do aeroporto totalizará uma área de 10.491 metros quadrados. Este, acrescenta ele, é o início dos grandes investimentos.

SAIBA MAIS

Construção

O Aeroporto Orlando Bezerra de Morais passou a receber vôos domésticos. Foi construído entre os anos de 1979 e 1981, durante o então governo de Virgílio Távora.

Pista

Iniciou com pista de 1.200 metros. Atualmente são 1.950 metros de pista, com a parte construída, sem reconhecimento da Aeronáutica. Está fora do padrão para atender aeronaves de grande porte.

Nome

A denominação de Aeroporto Regional do Cariri para Aeroporto Orlando Bezerra de Morais foi recente. A observância refere-se ao cumprimento da lei.

Comercial

Começou a operar com boeing 737-200, pela Varig, no ano de 1984, trazendo a delegação dos times do Corinthians e Vasco da Gama, para amistoso no Romeirão, em Juazeiro do Norte. Foi neste ano que o Aeroporto começou a receber aviões comerciais.

Exigências

O Aeroporto não é internacional, mas atende a algumas exigências dentro deste padrão, como climatização de salas, esteira de restrição de bagagem, iluminação de pista.

Mais informações:
Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes
Avenida Virgílio Távora, 4000, Bairro Aeroporto, Juazeiro do Norte (CE)
(88) 3572.0700 / 3572. 2118

Fonte: Jornal Diário do Nordeste - www.diariodonordeste.com.br