15 fevereiro 2008

Cartas dos nossos leitores: Agradecimento - Roberta Machado


Oi amigo Dihelson,

Embora saiba que o Blog do Crato não é utilizado para divulgar assuntos de natureza particular ou familiar, peço licença amigo Dihelson, para oferecer um agradecimentomuito especial, ao grande médico e grande amigo da minha inesquecível e amada avó Elnir Machado, que muito o estimava.
Em sua crônica que gentilmente ele lhe dedicou, nenhum de nós da família teríamos conseguido retratá-la, de uma maneira tão linda, sensível e poética... como ele fez.
Por esse motivo, quero registrar aqui, diante dos leitores desse importante blog e com todo respeito, meus agradecimento de coração a você Dr. JOSÉ FLÁVIO, por tudo que fez por ela em vida - consultas que pareciam uma troca de carinho entre mãe e filho com intermináveis diálogos - e ainda achando pouco, mesmo após ela ter nos deixado, dedicou o seu tempo a escrever tão lindas e sei que sinceras palavras.
Em nome da minha família e em meu próprio no agradeço...
Obrigada "Zé Flávio"

Nota:
Minha cara Roberta, acho que a dignidade humana está acima das regrinhas básicas de qualquer website. Por isso, o que significa uma mera regra diante de um gesto tão sublime quanto esse que o Dr. José Flávio fez ao escrever tão bela crônica, e outro belgesto seu, o do agradecimento?

Um grande abraço,

Dihelson Mendonça
.

Vaga-Lumes, o blog de Geraldo Urano


Geraldo Urano, fotografado por Luiz Carlos Salatiel no início da década de 1980


Geraldo Urano, indubitavelmente, é um dos maiores poetas surgidos nesta plaga. Autor de uma obra pra lá de genial, Urano produziu incessantemente ao longo das três últimas décadas, até quando suas forças psíquicas permitiram. Uma parte desta produção, no entanto, foi publicada em livros, revistas e jornais e outra parte está sob a guarda dos seus parceiros musicais e companheiros de jornada. Sua obra, assim, não poderia ficar guardada ou muito menos esquecida. Desta forma, já está no ar o seu blog, intitulado Vaga-Lumes (título do seu primeiro livro, editado pela Nação Cariri Editora, em 1984).
Fica, então, o convite para os leitores do Blog do Crato visitarem o Vaga-Lumes e se deleitar com a poesia inovadora e bela de Geraldo Urano.

http://blogvagalumes.blogspot.com
.

TV do Futuro - Sem cabeça, não existe solução !!

.
Sátira ao quadro da Mona Lisa de Da Vinci - Mula Lisa

A TV Digital vem aí. Quem precisa ainda da televisão convencional?

Porque não escolher HOJE vc mesmo o que deseja assistir ?
Porque não escolher entre os milhares de canais de TV já existentes na internet ?

O problema não é tão simples assim. No Brasil, por décadas se formou o hábito das pessoas se basearem nos meios de comunicação, Rádio e TV , a fim de ter parâmetro de gosto.
A TV e o Rádio lhes diz qual a onda do momento. Eles estão prontos para serem teleguiados. Foram amamentados com isso. Não conseguem mais pensar por si só. É como um animal que no processo evolutivo, perdeu o cérebro. É preciso que exista sempre a "grande mídia" para lhes dizer qual marca de roupa devem usar, qual grupo musical é o SUCESSO... qual a pasta de dentes que se deve comprar e a cerveja que desce redondo...

Desde que mundo é mundo, o Marketing é quem dita o gosto das pessoas.
Infelizmente, mesmo com toda a tecnologia disponível, poucos ainda estão aptos a escolher o que realmente desejam assistir, e preferem que alguém lhes formate os programas e os comerciais.

Aqui e acolá se pode encontrar alguém que já deu sumiço na TV convencional, e passou a assistir TV apenas via internet, ou no Youtube. Na verdade, a TV da forma comum, sem interatividade, é artigo completamente obsoleto, mas vai demorar muito para as classes menos pensantes começarem a pular para outros meios, porque onde já não há educação, não há a mínima possibilidade de se educar.

Aliás, as classes menos pensantes estão sendo atropeladas pela tecnologia ultra-moderna. A internet invade a favela, a periferia das cidades. Mesmo o Zé das quantas que nunca teve formação alguma, já quer ter acesso à internet para ver aquilo que ele mesmo se espelha: Sites como "Miséria.Com", onde o Zé pode ver os pedaços das pessoas que foram atropeladas na esquina da casa dele. Pode ainda ver as coisas mais pornográficas que ficaram sem censura no Youtube, e pode procurar por aquela bandinha de forró que o Zé gosta, bem ao nível do intelecto dele.

Assim, sites úteis que promovem o engrandecimento do Ser Humano, como a Wikipédia, e os sites educativos, jornalísticos como a Reuters e outros, passam longe dessas pessoas, porque afinal, a internet tem de tudo. E para quem vive e pensa ainda como um animal selvagem, sem qualquer formação, não haverá nem agora nem no futuro tecnologia que dê jeito...

Mas o Zé não tem culpa. Ele é a vítima de todo um sistema que o usa como massa de manobra para seus interesses, sonhar com a Ferrari, colocar um poster de Gisele Bundchen na parede e não ter feijão na panela para comer.

É. O Zé não tem culpa. Ele não teve acesso ao que dignifica o ser humano: A Formação. A Educação geral do indivíduo. O Sistema não precisa que o Zé pense. Precisa que ele trabalhe. O sistema quer apenas que o Zé possa dar a última gota de sangue, consumir e sonhar que um dia vai ficar milionário, ralando e comendo a sua marmitinha...

Vai sonhando, Zé... vai sonhando. Seja o cidadão irrepreensível que trabalha para o nosso belo quadro social. Submissão total.

E a máquina do sistema vai ficar super satisfeita contigo, Zé !

Por: Dihelson Mendonça
.

Dom Pedro I vai ser coroado... - Por: Armando Lopes Rafael

Por: Armando Lopes Rafael



"Coroação de D. Pedro I" uma das famosas aquarelas do pintor francês Jean-Baptiste Debret.


A culpa é de Dihelson, que fez a provocação. Aproveito-a para falar alguns aspectos de Dom Pedro I que, talvez, não sejam do conhecimeno do caro internauta...

Seu nome completo era "Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon". Apesar de nome tão longo viveu apenas 36 anos. Com tão pouco tempo de vida foi um caso raro na história:governou dois paises, em dois continentes diferentes, pois foi Imperador do Brasil (com o título de Dom Pedro I) e Rei de Portugal (com o título de Dom Pedro 4º).

Pedro I, o músico

Dom Pedro I foi poeta, modinheiro, clarinetista e compositor, em tão curto espaço de tempo. Estudou música com José Maurício Nunes Garcia, Marcos Portugal e Sigismund Neukomm. Há um registro que Marcos Portugal regeu o Te Deum de D. Pedro, em 1821. É também o autor do Hino da Independência (letra de Evaristo da Veiga) e do Hino Constitucional ou Hino da Carta (possivelmente cantado no Teatro São João, em 1821) e que foi o hino nacional português até 1910, quando a monarquia portuguesa foi derrubada pelos republicanos.

Cleofe Pearson de Mattos identificou um Credo e Monsenhor Schubert descobriu a antífona Sub tuum presidium, ambas de autoria de D. Pedro I. O cabido metropolitano ainda possue uma outra obra atribuída ao Imperador, o Moteto a S. Pedro de Alcântara. Essas músicas foram recentemente resgatadas em um CD pelo Conservatório de Juiz de Fora (MG).

Aventureiro e boêmio

Dom Pedro I tinha fama de mulherengo. E o foi. Casou-se com Carolina Josefa Leopoldina, arquiduquesa da Áustria. Com fama de aventureiro e boêmio, teve 13 filhos reconhecidos e mais cinco naturais: sete com a primeira esposa, a arquiduquesa Leopoldina, da qual enviuvou (1826); uma filha com a segunda esposa, a duquesa alemã Amélia Augusta; cinco com a amante brasileira Domitila de Castro, a marquesa de Santos; e mais cinco com diferentes mulheres, inclusive com uma irmã de Domitila, Maria Benedita Bonfim, baronesa de Sorocaba (1), com uma uruguaia María del Carmen García (1), com duas francesas Noémi Thierry (1) e Clémence Saisset (1) e com uma monja portuguesa Ana Augusta (1). Ao lado disso era um pai amoroso que apoiou todos os filhos, fato reconhecido por todos os seus biógragrafos.

Outras facetas

Dom Pedro I atingiu todos os postos da hierarquia militar: de cavalariano a general. Mas, no dia-a-dia, gostava de trabalhos manuais. Era exímio marceneiro, amansador de potros, tocava 10 instrumentos musicais e era poeta (embora como poeta não tenha sido dos melhores)

Devem-se, ainda, a Dom Pedro I, a bandeira do Brasil - cujas cores, verde e amarelo, foram de sua escolha. "O amarelo representa a Casa de Habsburgo (Dona Leopoldina) e o verde representa a Casa de Bragança (Dom Pedro I) e o Escudo de Armas do Império (ver abaixo).

Bandeira do Império, adotada em 1822


.

Uma solicitação aos membros do Blog do Crato - Por Dihelson Mendonça

Olá, Pessoal,

Vamos combinar algo legal aqui ? Solicito à todos os membros que se possível, e se concordarem, ao postarem um artigo, coloquem no título, logo após o mesmo, a frase: - Por: O nome do autor do Artigo. Tipo:

A Rosa de Hiroshima - Por: José do Vale Feitosa. ou: O Caos do trânsito - Por Carlos Rafael. ou ainda: Dom Pedro I vai ser coroado - Por: Armando Rafael. ( brincadeirinha, hein Armando ? ) Explico: Com isso, facilita logo aos leitores saber quem escreveu o artigo. Muita gente pensa nas ruas que eu escrevo todos os artigos ( que absurdo. Como alguém poderia ? ). Então, fica esse lembrete para todos. Peço também o direito de me eximir dessa regra pelo fato de que a maioria dos artigos são postadas por mim, e eu não quero que meu nome apareça muito, ok?

Obrigado, turma.
.

Luana Macário - A Garota Blog do Crato da semana !

A garota Blog do Crato da semana foi garimpada do Orkut. E quanta cratense linda a gente encontra por lá, hein ? Aliás, diga-se de passagem aos que não conhecem o Crato, sem qualquer bairrismo... há no Ceará cidade com tantas mulheres tão lindas quanto o Crato ? desconheço...

Apresento-lhes................

LU MACÁRIO.
Lu se diz alguém que foi LOIRA, RUIVA e agora MORENA..Uma Camaleoa, como dizem alguns!
não gosta de se rotular...muito menos de se limitar! gosta que a descubram...




E não é que ela é filha do jornalista George Macário, que comanda o blog O Democrato ?
Mais fotos e atualizações na seção GAROTA BLOG DO CRATO
.

Farmácia mais antiga do Cariri completa 100 anos...

A Pharmacia Daudet é a mais antiga da região do Cariri. Ela, que fica em Jardim, foi inaugurada em 1897. A família Gondim faz hoje questão de preservá-la
A farmácia é a mais antiga da região. Quem garante é a proprietária, dona Rivanda Sampaio Gondim, 75 anos. Foi o seu sogro, José Gondim, quem inaugurou a Pharmacia Daudet há 111 anos no centro da cidade de Jardim, no Cariri, a 579 quilômetros de Fortaleza. No fim do século XIX, seu José era considerado o médico do município. Muitos iam procurá-lo da zona rural vindos de cidades vizinhas e até de outros estados. A Pharmacia Daudet não atualizou o nome na placa (continua com PH) e nem mudou a fachada do prédio. Continua o mesmo estilo de quando foi fundada em 1897 e conserva até alguns armários antigos e objetos como balanças, aparelho radiofônico nas primeiras décadas do século XIX. "O seu José Gondim era médico, enfermeiro e farmacêutico. Não tinha um profissional na cidade que atendesse aos mais carentes, aos agricultores, às famílias do interior", diz Rivanda Gondim. Ela recorda que o marido, Lourival, que morreu no ano passado, trabalhava com o pai desde menino e foi aprendendo sobre remédios como curar doenças corriqueiras. "Meu marido fez o curso de Farmácia e deu continuidade à missão do meu sogro". Continuou a mesma clientela: pessoas humildes e pobres, que não tinham dinheiro para ir consultar um médico na cidade grande ou que já estavam acostumadas com o fundador da farmácia. "Aqui no Jardim só tinha essa farmácia, por isso o Lourival fez questão de preservar seguindo os mesmos ensinamentos do pai com mais conhecimentos porque ele estudou para ser farmacêutico. Seu José tinha a prática", diz Rivanda. Na Pharmacia Daudet, ela continua vendendo os remédios naturais, mas diversificou o comércio e vende até outros produtos, como sandálias de borracha (tipo havaiana), e de higiene. Ela diz que o prédio da antiga farmácia, por ser no centro da cidade, é um dos pontos turísticos de Jardim. Muitos entram para conhecer o prédio "e isso chama a clientela que sempre compra alguma coisa. Queremos que esse comércio nunca deixe de funcionar, que continue a tradição da família Gondim", conclui Rivanda. (Rita Célia Faheina, colaborou Amaury Alencar)

JARDIM
Data de criação do município - 30 de agosto de 1814
Topominia - proveniente da denominação de um rio que atravessa a cidade
Clima - tropical quente sub-úmido e tropical quente semi-árido brando com chuvas de janeiro a maio
Relevo - Chapada do Araripe Unidades de conservação - Área de Proteção Ambiental da Chapada do Araripe e Floresta Nacional do Araripe (as duas federais)
População estimada (2006) - 28.225 mil habitantes
Vocação econômica - caju sequeiro, cana-de-açúcar irrigada, fabricação de aguardente, rapadura, caprinocultura, ovinocultura e turismo.

(jornal O Povo)

Hoje no "O Povo" - Dengue pode proteger de febre amarela


Um mosquito infectado por dengue não teria como transmitir a febre amarela, sugere estudo em laboratório

Parece ironia, mas o vírus da dengue pode proteger a população urbana da febre amarela, aponta pesquisa realizada na Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto. O estudo foi iniciado há três anos e concluído recentemente.

"Esse estudo mostrou e comprovou isso, mas in vitro, ou seja, em laboratório, não em organismo vivo", avisa o professor do Departamento de Clínica Médica e chefe do Laboratório de Virologia Molecular, da Faculdade de Medicina da USP, Benedito Antonio Lopes da Fonseca.

O próximo passo, então, para comprovar essa proteção, seria uma pesquisa em mosquitos vivos, um processo difícil e complicado.

Não existe na USP de Ribeirão Preto uma infra-estrutura para manter mosquitos Aedes aegypti (transmissor das duas doenças) vivos e infectados com a dengue para se injetar o vírus da febre amarela. Por isso, Fonseca e Emiliana Abrão da Costa, sua aluna de doutorado, usaram células cultivadas em laboratório (do mosquito Aedes albopictus, primo sem fama do Aedes aegypti), que crescem em frascos especiais, sem a formação do mosquito.

O fato de serem da mesma família levou Fonseca a levantar a hipótese de competição entre os vírus nos insetos. Durante o experimento, feito por Emiliana, foi constatado que há interferência do vírus da dengue nas células de mosquitos infectados pela febre amarela.

Ou seja, num combate dentro do mosquito, o vírus da dengue sairia vitorioso sobre o rival.

Fonte: Agência Estado

.