03 fevereiro 2008

Foto do final da tarde

Serra do Araripe, do ponto-de-vista da casa de Luiz Wellington (Parque Grangeiro, Crato)

Foto do Dia e Previsão do Tempo ! - Haoni Caiena



Foto: Rua Dr. João Pessoa olhando no sentido da Vilalta. Crato - CE. Por Haoni Caiena.
Previsão. Fonte: Climatempo.

.

Blog do Crato no Carnaval de Jazz & Blues de Guaramiranga...Por Davi Arruda

.


O membro do Blog do Crato Davi Arruda está em Guaramiranga-CE, onde acontece todos os anos em plena época de carnaval, o Festival de Jazz & Blues, evento que traz inúmeras atrações nacionais e internacionais ligadas à Música instrumental Brasileira, ao Jazz e ao Blues. Neste ano, na sua nona edição, o Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga traz diversas atrações, tais como cantor brasileiro Ivan Lins, que possui no conjunto de sua obra uma conotação jazzística, tendo gravado nos Estados Unidos ao lado de grandes nomes do Jazz como o pianista Dave Grusin e o guitarrista Lee Ritenour, dentre outros. Se fôssemos citar aqui a trajetória de Ivan Lins nos festivais de Jazz pelo mundo afora, teríamos que escrever um artigo apenas sobre isso.

Mas a questão é outra. Nesse ano o Festival de Jazz & Blues trouxe uma atração bastante inusitada: "Os Irmãos Anicetos" do Crato. O nosso colega Davi Arruda está lá, de onde nos enviou por telefone as seguintes informações:

"A apresentação ontem dos Irmãos Anicetos foi excelente. A receptividade do público presente nas escadarias da Igreja, que é um dos palcos de guaramiranga, foi simplesmente fantástica. O espetáculo contagiou mesmo a multidão. Aqui em Guaramiranga está muito frio para nossos padrões. Diante de mim está um termômetro que marca 14 graus. Todo mundo muito bem agasalhado. A frequência do público neste ano está muito maior que nos anos anteriores. As filas imensas de muita gente bonita, muita gente de fora também, de outros estados, todos irmanados no sentido de apreciar a boa música. Há muita gente do Crato também que veio. muita mesmo. Eu vim com o Kaika na "Rural". Tem muita gente acampando e está muito bom mesmo aqui. Todo esse verde da serra de guaramiranga, o ar puro, e esse clima de paz da serra, ao lado de muita música de qualidade renova o ser humano. Logo na entrada da cidade, por coincidência, fui entrevistado pela TV Verdes Mares. Estava vindo diretamente do Crato. O festival neste ano está bem mais dinâmico, com excelentes atrações também e vale a pena subir a serra para acompanhar todas elas."

Davi Arruda.


Guaramiranga e Fortaleza recebem Festival Jazz & Blues

Apresentado pelo Projeto TIM Música, a 9ª edição do Festival Jazz & Blues no Ceará, acontece de 02 a 05 de fevereiro, em Guaramiranga, e de 07 a 09 em Fortaleza.

Durante o carnaval, representantes locais, nacionais e internacionais do jazz, blues e MPB passarão pelos palcos do Festival.

Mas as atrações não param por aí. Representando toda a cultura nordestina, importantes nomes da música regional também terão seu espaço nos palcos da acolhedora Guaramiranga neste carnaval.

É o caso dos tradicionais Irmãos Aniceto, que com seus pífanos, zabumba, tarol e pratos, levaram o som cabaçal para além das fronteiras brasileiras. Já toda a personalidade da sanfona será representada por Rodolf Forte, um dos mais ferrenhos defensores do acordeão, explorando as diversas possibilidades de timbres e repertórios a partir da sanfona.

Entre os internacionais, está o "papa" do blues, J.J. Milteau. Considerado o melhor harmonicista de blues na França, Milteau será acompanhado pela guitarra do também francês Manu Galvin. Direto do Senegal, os Irmãos Guissé trazem em sua melodia toda riqueza da cultura senegalesa e do oeste africano.

O som brasileiro subirá aos palcos com o virtuoso violino de Nonato Luiz, o bandolim de Hamilton Holanda, a gaita de Jefferson Gonçalves e as envolventes letras de Ivan Lins (foto).

A voz feminina também se fará presente ao som da paulistana Nicole Borger. Representando o Ceará, será a vez do som de da nova geração com Felipe Cazaux, Bob Mesquita e a Dunas Jazz Band.

Veja programação abaixo:

GUARAMIRANGA*

Dia 02 (sábado)

Teatro Rachel de Queiroz
14h30 %u2013 Ensaio Aberto: Hamilton de Holanda (SP)
21h %u2013 Shows: Nonato Luiz (CE)/ Hamilton de Holanda (SP)

Escadaria da Igreja Matriz
16h30 %u2013 Cortejo: Tambores de Guaramiranga - Praça do Teatro
em direção à Igreja Matriz
Show: Irmãos Aniceto (CE)

Escola Municipal Júlio Holanda
15h %u2013 Mini Cursos: Percussão (Vanildo Franco) e Gaita (Jefferson Gonçalves)

Dia 03 (domingo)

Teatro Rachel de Queiroz
14h30 %u2013 Ensaio Aberto: Frères Guissé (Senegal)
21h %u2013 Shows: Nicole Borger / Frères Guissé (Senegal)
23h %u2013 Show: Danilo CaymmI (RJ). Participação especial de Muri Costa

Escadaria da Igreja Matriz
17h %u2013 Novos Talentos: Grupo de São Gonçalo do Amarante
Show: Dunas Jazz Band (CE)

Escola Municipal Júlio Holanda
10h %u2013 Oficina: Irmãos Aniceto
11h %u2013 Oficina: Nonato Luiz
15h %u2013 Mini Cursos: Percussão (Vanildo Franco) e Gaita (Jefferson Gonçalves)

Dia 04 (segunda)

Teatro Rachel de Queiroz
14h30 %u2013 Ensaio Aberto: Jean Jacques Milteau (França)
21h %u2013 Shows: Jean Jacques Milteau e Manu Galvin (França) /Jefferson Gonçalves (RJ)

Escadaria da Igreja Matriz
17h %u2013 Novos Talentos: Grupo de Aquiraz (CE)
Show: Felipe Cazaux (CE)

Escola Municipal Júlio Holanda
10h %u2013 Oficina: Bob Mesquita
15h %u2013 Mini Cursos: Percussão (Vanildo Franco) e Gaita (Jefferson Gonçalves)

Dia 05 (terça)

Teatro Rachel de Queiroz
14h30 %u2013 Ensaio Aberto: Ivan Lins (RJ)
21h %u2013 Shows: Bob Mesquita (CE) / Ivan Lins (RJ)

Escadaria da Igreja Matriz
16h30 %u2013 Cortejo: Percussão - Praça do Teatro em direção à Igreja Matriz
Novos Talentos: Grupo de Fortaleza
Rodolf Forte (CE) / Cortejo com Sanfoneiros de Guaiuba - Igreja Matriz
em direção à Praça do Teatro

Escola Municipal Júlio Holanda
10h %u2013 Oficina: Jefferson Gonçalves
15h %u2013 Mini Cursos: Percussão (Vanildo Franco) e Gaita (Jefferson Gonçalves)


FORTALEZA*

Dia 07 (quinta)

BNB Clube
21h %u2013 Shows: Jean Jacques Milteau e Manu Galvin (França) /Jefferson Gonçalves (RJ)

Escola Viva Música Viva
15h %u2013 Workshop gaita: Jean Jacques Milteau (França)

Dia 08 (sexta)

BNB Clube
21h %u2013 Shows: Anna Canário e Edson Távora (SP) / Ivan Lins (RJ)

Escola Viva Música Viva
10h %u2013 Workshop guitarra e gaita: Kleber Dias e Jefferson Gonçalves
15h %u2013 Workshop Flauta: Danilo Caymmi

Dia 09 (sábado)

BNB Clube
21h %u2013 Shows: Danilo Caymmi (RJ) / Frères Guissé (Senegal)

Escola Viva Música Viva
15h %u2013 Workshop guitarra e percussão: Frères Guissé

(*) Programação sujeita a alteração.

Mais informações acesse: www.jazzeblues.com.br

Por: Fausto Silva para o site www.radioagencia.com.br

.

Carnaval - Spock Frevo - A Melhor Orquestra de Frevos do Mundo !

.

A consagração de um estilo musical. A evolução máxima de todas as peculiaridades do frevo. Assim é a Spock frevo, uma orquestra que se pode dizer: A mãe de todas as orquestras de frevo. Não só que não deixa nada a desejar das orquestras de frevo do passado, como também eleva o frevo à categoria de música erudita, ao lado das grandes orquestras sinfônicas. A complexidade dos arranjos da Spock Frevo e o grau de lapidação a que chegaram seus integrantes, trazendo características das Big Bands do Jazz e de outros estilos é simplesmente fenomenal ! Ouvir Spock Frevo é delícia para os ouvidos daqueles que sabem apreciar a grande arte da música!

Dihelson Mendonça




Para ouvir, ou parar de ouvir, clique no player abaixo!




Spok Frevo se apresenta no Rio de Janeiro

Por telefone de sua casa no Recife, Spok contou que o show terá um pout porri de marchas cariocas ensaiado especialmente para o Rio, com músicas como "Máscara negra" e "Bandeira branca"

Agência O Globo

A Spok Frevo Orquestra, de Recife, está revolucionando o frevo com uma modalidade que o maestro Spok chama de frevo de palco, mas poderia ser chamado também de frevo de câmara. Ele está fazendo com o ritmo pernambucano o que Paulinho da Viola faz com o samba, elevando-o a um patamar de refinamento bem diverso do praticado nas ladeiras de Olinda durante o carnaval.

A orquestra se apresenta no Canecão nesta quinta-feira para lançar "Passo de anjo ao vivo" (Biscoito Fino), um DVD com um show de 12 frevos e mais alguns nos extras, onde há uma abordagem didática dos tipos de frevos e da batida característica do ritmo nascido há 100 anos em Pernambuco.

Por telefone de sua casa no Recife, Spok contou que o show terá um pout porri de marchas cariocas ensaiado especialmente para o Rio, com músicas como "Máscara negra" e "Bandeira branca". Ele disse que ao formar a orquestra há 10 anos começou a acalentar o sonho de fazer um frevo diferente.

"No frevo de rua o som nem é o mais importante porque predomina a presença de passistas e foliões e toda a empolgação do carnaval. Nesse caso você não pode dar um tratamento, tem que ser tudo muito forte para animar a folia".

Spok evoluiu para um "frevo para as pessoas escutarem", baseado em improvisos.

"Alguns puristas disseram com tom de maldade que fazemos um frevo jazzístico. Se isso significar que é com liberdade de expressão para o músico, eu concordo. Hoje em dia, jazz é tudo que se faz com liberdade e improviso", diz ele.

Ele admite entre suas influências as big bands americanas, mas mesmo elementos eventualmente absorvidos do rock são tratados à maneira brasileira e, especialmente pernambucana, essencialmente quente e malicioso.

Acima: Foto do primeiro CD da Spock frevo: "Passo de Anjo"

Na formação, os elementos mais próximos do jazz são a guitarra e o baixo. A primeira, pilotada por Renato Bandeira é semiacústica e com timbre bem parecido do jazz clássico de Joe Pass. A jazzificação também aparece nos solos de baixo de cinco cordas de Hélio Silva, uma opção interessante porque dá uma quebra no ataque de metais. Estes dois instrumentos não existem quando a orquestra vai para a rua, mas Spock disse que foram integradas à formação por conta dos bailes que eles fazem.

A Spock Frevo Orquestra esta se tornando uma referência nacional com seus sopros solicitados para gravações de frevo, como no caso do DVD ao vivo de Alceu Valença gravado na praça Marco Zero, até o DVD bolerístico de Waldick Soriano, gravado ano passado em Fortaleza. Em 2005 a orquestra fez apresentações empolgantes no palco de jazz do Tim Festival e a formação já tocou em vários países, entre eles a China.

Tudo isso graças à excelência dos 18 músicos, divididos em naipes de trompetes, trombones e saxofones, além da percussão, baixo e bateria. Spok comanda a orquestra pilotando um sax alto, instrumento escolhido por ser menor e mais leve na época em que começou a aprender, ainda menino, nascido de uma família musical.

Spok cultua os grandes nomes do frevo, com suas composições registradas no DVD, entre eles o maestro Duda ("Nino, o pernambuquinho"), Clóvis Pereira ("Ponta de lança"), Levino Ferreira (''Mexe com tudo'', ''Lágrima de folião'') e a dupla Mathias da Rocha e Joana Batista, autores de "Vassourinhas", hino do carnaval pernambucano.

No show, Spok costuma se referir aos tipos de frevo e a dar exemplos. Sem dúvida, o mais curioso é o Abafa, absurdamente alto e estridente. É usado quando uma banda vê que outra se aproxima nas ladeiras do Recife e aí ataca o Abafa para prevalecer sobre a rival. No show, ele promete mostrar do que se trata. Preparem os ouvidos que é puro roquenrol. E pesado.

Artigo original: www.intercidadania.org.br
.