21 janeiro 2008

O Jornal A AÇÃO e a Romanização do Catolicismo no Cariri (Parte I)

Dirigido e mantido pela Ação Católica da Diocese de Crato, o jornal A AÇÃO era o veículo de propagação e de defesa das orientações, dos valores, das normas e doutrinas do catolicismo romanizado na Diocese de Crato. Publicado semanalmente, sua existência pode ser dividida em duas fases. A primeira vai da sua fundação, em 1939, até o final dos anos 60 e início dos 70 e o caracteriza exclusivamente como um jornal católico. Nesta fase, todos os seus artigos e matérias estão ligados à promoção e defesa da fé católica.

A segunda fase, iniciada nos anos 70, estende-se até o seu fim, em meados dos anos 80. Esta fase é marcada por uma abertura do jornal que, embora permanecendo católico, assume características de jornal secular, veiculando, além das notícias religiosas, notícias políticas, sociais, econômicas, esportivas e culturais sobre a região do Cariri. Vale salientar que os números do jornal disponíveis no arquivo da Cúria Diocesana são poucos e cobrem apenas parte dos anos 40, 50, 60, 70 e 80, não havendo nenhum decênio completo.

Condenando os valores e costumes seculares, “A Ação” atacava de forma veemente o carnaval, a bebida, o jogo, a prostituição, os trajes indecentes, etc. Ao mesmo tempo, apresentava aos leitores valores, normas e condutas a serem seguidos por todos os católicos. Por exemplo, orienta os pais na formação dos seus filhos e os casais na resolução dos seus problemas. Orienta ainda como devem ser realizados os eventos religiosos, especialmente as festas de padroeiros.

Um dos principais articulistas do jornal “A Ação” era o Padre Pedro de Oliveira Rocha. Padre Rocha, como era mais conhecido, foi Reitor do Seminário Episcopal no período de 1941 a 1959. Foi ainda Diretor do Hospital São Francisco e Assistente da Ação Católica. Em 1951 foi agraciado com o título de Monsenhor. Ele era uma das principais vozes do clero diocesano no período em questão.

Padre Rocha escrevia semanalmente a coluna “Alfinetadas”, publicada sempre à primeira página do A AÇÃO. Através dos seus escritos, ele orientava os católicos sobre os mais diversos assuntos: como se portar na Igreja, relação esposo/esposa, pais/filhos, trajes a serem usados pelas mulheres, etc. Além disso, ele utilizava o espaço também para atacar aqueles que eram considerados os inimigos do catolicismo: protestantes, comunistas e liberais. Padre Rocha escreveu também sobre as festas: festas sociais, festas de padroeiros, dentre outras.

Na segunda parte deste texto, discutiremos um artigo do Padre Pedro Rocha, publicado em sua coluna “Alfinetadas”, em 13 de dezembro de 1942. No artigo, intitulado “Festa de Verdade”, ele faz uma análise da Festa da Imaculada Conceição, celebrada em Missão Velha, destacando-a como exemplo a ser seguido pelos demais católicos do Cariri, em oposição aos festejos religiosos que eram profanizados pelo jogo, bebidas e danças.

Por Océlio Teixeira de Souza

Carnaval da Saudade


Mais um ano e o Carnaval da Saudade do Crato Tênis Clube vem confirmar o seu sucesso. A procura por ingressos e mesas não param. Certamente "esse ano não vai ser igual aquele que passou", pois você vai brincar soltando o seu sorriso e a sua alegria nos salões do "Clube do Pimenta". Então, não perca tempo e ligue agora mesmo pra o Crato Tênis Clube. Compre a sua mesa e venha aumentar o cordão da alegria. A banda que vai animar a galera é da cidade de Carnaíba, Pernambuco, terra de Cacá Malaquias e Mano Malaquias, conhecida pelos seus ótimos instrumentistas.

Aguardamos você, e que venha com toda a alegria e o sorriso aberto para o CTC.
Contato do Crato Tênis Clube: (88) 3523.3793

Abraços.

Documentário sobre a Chapada do Araripe está sendo feito no Cariri

O cineasta cratense, Jefferson de Albuquerque Júnior, reconhecido pela sua participação em vários filmes feitos no Cariri e em outras regiões, como os premiados Patativa do Assaré, Um Poeta do Povo; Dona Ciça do Barro-Cru, Músicos Camponeses e Sargento Getúlio, - está agora envolvido com um novo trabalho. Trata-se do Projeto Audivisual Chapada do Araripe, cujo foco central é o que ainda parece ser o mistério da existência de fósseis na região do Cariri cearense. Segundo a apresentação do projeto, especulações diversas perpassam o imaginário popular, como a possibilidade de três origens dos fósseis na região: a hipótese da existência, em priscas eras, de um grande lago, ou mar, que cobriu todo o Vale do Cariri; a conseqüência do dilúvio bíblico (daí a explicação de fósseis de animais aquáticos) ou, mesmo, de um processo associado a explosão de um grande vulcão, tal como ocorreu em Pompéia.
Além de abordar as questões culturais e ambientais relativas ao tema, o documentário pretende elucidar o fenômeno a partir de pesquisas e estudos de teses sobre o assunto, tais como os trabalhos apresentados no Simpósio Sobre a Bacia do Araripe e Bacias Interiores do Nordeste, realizado em Crato, em 1990, até a criação do GeoPark Araripe, em 2006. Tudo de forma muito didática e compreensível ao entendimento de uma pessoa leiga.
O vídeo constará de três blocos de dez minutos de duração cada. Cada bloco enfocará uma temática relacionada com a Chapada do Araripe: a formação dos fósseis, a questão ecológica e cultural e uma visão de futuro.
Segundo Jefferson Júnior, “todos os blocos serão intercalados com depoimentos de geocientistas, estudiosos dos temas abordados, bem como do povo local na sua sabedoria empírica, mesclando imagens de uma natureza exuberante, através de recursos digitais gráficos, passando ao público toda a emoção que existe em se viver e amar esta porção privilegiada do Nordeste brasileiro, desvendando a magia que existe em seus recônditos, os mistérios e as belezas das encostas e do majestosos cume da Chapada do Araripe.”

EQUIPE TÉCNICA

Roteiro: Jefferson de Albuquerque Júnior e Robert Stiling. Produção Executiva e Direção: Jefferson de Albuquerque Júnior. Diretor Assistente e de Produção: Jackson “Bola” Bantim. Assistente de Produção: Valmir Paiva de Azevedo. Diretor de Fotografia: Catulo Grajeiro Teles. Câmera: Fernando Garcia. Trilha Sonora: Abidoral Jamacaru e Orquestra Pe. David Moreira da Sociedade Lírica do Belmonte. Consultoria Técnica: Robert Stirling e Francisco Renato de Souza Dantas.

Testes com os trens Crato-Juazeiro






Leiam, abaixo esta notícia divulgada pelo Governo do Ceará. Existem iniciativas que correm o risco do fracasso. Na minha opinião, esta do Governo do Estado é uma delas. Explico. Hoje, ônibus de duas empresas (Brasília e Coltran) percorrem bairros periféricos de Crato (Seminário, Vilalta, Novo Crato,dentre outros) e de Juazeiro ( Betolândia, Tiradentes, Pedrinhas,Novo Juazeiro, Lagoa Seca,dentre outros) deixando os passageiros - que trafegam entre as duas cidades - próximo a suas residências. O trem não fará isso. Será que as pessoas (optando pelo trem) percorrerão o restante do percurso a pé? ou pegarão moto-táxis para chegar ao destino (trabalho/residência)? E vejam que o Governo Cid Gomes está gastando 10 milhões de reais nesse empreendimento...

TESTES COM O TREM DO CARIRI COMEÇAM EM FEVEREIRO

Trem do Cariri, projeto de integração ferroviária de passageiros entre os municípios de Juazeiro do Norte e Crato, executado pela Secretaria da Infra-estrutura do Estado (Seinfra), através da Companhia de Transportes Metropolitanos (Metrofor), continua avançando na sua implantação. Os testes com os veículos de transporte de passageiros devem ser iniciados na segunda quinzena de fevereiro. As obras de remodelação da via permanente e edificações também já estão adiantadas. Serão nove estações e 13,6 km de extensão. O retorno do trem unindo Juazeiro do Norte e Crato é uma antiga reivindicação da população do Cariri e cuja execução está sendo garantida pelo governo Cid Gomes.

A via permanente, que vai da estação Fátima, em Juazeiro do Norte, à estação de Crato, está orçada em R$ 9.941.000,00 e deve ficar pronta em junho deste ano. Em Juazeiro do Norte estão sendo construídas as estações de Fátima, Juazeiro, São Pedro, Teatro Marquise Banca (antigo matadouro) e Parque Antônio Vieira).

No Crato serão implantadas as estações São José, Muriti, Padre Cícero e Crato). O projeto prevê o uso de modernos trens de passageiros para fazer a ligação inicial entre esses dois municípios, que, juntos, têm cerca de 320 mil habitantes. O Transporte Rápido Automotriz (Tram) é composto de dois veículos formados por dois carros cada. A capacidade é de 330 passageiros por veículo (100 passageiros sentados e 230 em pé).

O investimento foi de R$ 3.796.000,00 acrescidos de mais R$ 700.000,00 referente a manutenção dos carros por 24 meses. Os trens terão tração diesel hidráulica mecânica e serão formadas por quatro carros climatizados. A velocidade máxima operacional será de 60km/h. O sistema contará ainda com uma oficina de manutenção e um Centro de Administração e Controle de Trens.

Nas obras de vias e edificações, está prevista, além da remodelação da via permanente, a implantação de passagens de nível, de cruzamentos e pátio de manobras; implantação das paradas. Os investimentos nestes itens são de R$ 2.200.000,00. A empresa executora das obras é a Engexata Engenharia.

Assessoria de Imprensa da Seinfra
José Milton (
josemilton@seinfra.ce.gov.br / 3101.3763) - 17/01/08 - 8h54min

Sociedade Caririense reunida no Crato - BIRD investe no Cariri 66 milhões de dólares.

Esta semana o Governo do Estado do Ceará realizou uma consulta Pública como parte das articulações do programa Cidades do Ceará. O evento aconteceu em Crato, no auditório da Rádio Educadora, com a presença da autoridades, gestores municipais, lideranças comunitárias, imprensa e articuladores sociais de municípios como Crato, Juazeiro do Norte, barbalha, Nova Olinda, Farias Brito ,Assaré, dentre outras. O secretário Joaquim Cartaxo destacou a importância da consulta para que a própria região discuta e destaque quais prioridades deverão ser inseridas no Cidades do Ceará. Cerca de 66 milhões de dólares serão investidos no Cariri, com verbas provenientes do Bird(Banco Mundial) e contrapartida do governo estadual.

Por: Tarso Araújo - Radialista

Hoje no "O Povo" - Governo do Ceará lançará plano contra a dengue



Epidemia:

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará lança na próxima terça-feira seu "Plano de Combate à Dengue 2008"

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará lança na próxima terça-feira seu "Plano de Combate à Dengue 2008". O foco do plano será o fortalecimento do processo de informação, educação, comunicação e mobilização social, a capacitação de profissionais para o diagnóstico precoce e o manejo clínico correto de pessoas com dengue hemorrágica, além de ações de controle preventivo. Outro ponto de destaque será o uso racional e localizado de inseticidas.

Está prevista a aquisição de 60 máquinas de pulverização para o combate focal e seletivo com inseticida em áreas de risco. Também está aprovada a aquisição de 15 mil metros de tela para dar apoio às prefeituras na proteção de caixas d''água.

Segundo dados da Secretaria da Saúde, em 2007 o Ceará registrou 24.731 casos confirmados de dengue. Apesar do aumento do número de casos da forma hemorrágica da doença, com 295 casos confirmados no ano passado, o número de óbitos tem mostrado queda: foram 24 mortes em 2005, 15 em 2006 e 10 em 2007.

Fonte: Agência Estado

.