17 dezembro 2008

A CADA UM DE NÓS

Em 11 de agosto de 2004 recebi um PPS via internet cujo título era Oração Camponesa de Madagascar. Oração supostamente colhida pelo frei Dominicano Raimundo Cintra. A oração era assim:

Senhor!
Dono das Panelas e Marmitas!

Não posso ser a santa que medita aos vossos pés,
Não posso bordar toalhas para vosso altar.

Então que eu seja santa ao pé do meu fogão.
Que o vosso amor esquente a chama que eu acendi e faça calar minha vontade de gemer a minha miséria.

Eu tenho as mãos de Marta
Mas quero também ter a alma de Maria.

Quando eu lavar o chão,
Lavai, Senhor os meus pecado.

Quando eu puser na mesa a comida,
Comei também, Senhor, junto conosco.

É ao meu Senhor que eu sirvo,
Servindo minha família.

Como os apanhados do ano se firmam nos últimos dias de dezembro, resolvi publicar como mensagem aos tão generosos participantes do Cariricult e do Blog do Crato uma nova versão de tal oração, agora renomeada: ORAÇÃO DE MAL MASCAR.

Senhor!
Que me deu o dom das panelas e marmitas!

Não posso resumir-me a este corpo faminto,
pois sou o sagrado aos vossos pés.

Não posso rezar no fausto
que os homens deram ao vosso altar.

Então, que seja a santa de todas as colheitas,
a fome saciada pelo meu fogão.

Que o vosso amor distribua o calor da chama que acendi
e faça calar a miséria que sufoca os explorados da terra.

Eu tenho as mãos que colhe,
Mas quero também ter a alma que suplanta.

Quando eu lavar o chão,
lavai Senhor o zinabre das guerras que nos consomem.

Quando a comida for posta à nossa mesa,
alimentai-nos, Senhor, da liberdade nascida na manjedoura.

É ao divino ser humano que eu sirvo,
servindo à igualdade de todos.

E, finalmente, que meu espírito seja terra,
que a terra seja meu cotidiano,
que o meu cotidiano seja coletivo,
pois fruto da contradição de ser eu e nós;
nada mais belo que a contradição do amor;
quando nós buscamos fundir nossos corpos;
ao invés de nos reduzirmos à fusão de nós;
nos multiplicamos no espaço feito eles - (os filhos).

Um comentário:

  1. Diante de tanta grandiosidade, só poderemos dizer:

    Amém!
    Vida longa e Próspera!

    Abraços,

    DM

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.