18 novembro 2008

PROFESSOR x EDUCADOR = ENROLADOR x MANTENEDOR


Nesse regime que esta ai de pé, tudo é objeto de comércio, especulação e safadagem. O ensino a educação, os livros, nós professores, os instrumentos culturais, os locais, os jornais, os cinemas, os teatros, os esportes, nada escapa à ambição gulosa dos ganhadores de dinheiro, da mercantilização.De maneira que essa corja não pode falar em CULTURA, com letras graúdas. CULTURA!
Quase todos os anos os exploradores mudam os livros didáticos, as fardas, as taxas, as matrículas, os preços do papel, dos lápis, canetas, tudo, finalmente. E ainda inventam as "quotas" entre os alunos em compra de presentes para os diretores e mestres. Métodos de ensino, didática, rendimento escolar, freqüência, ano letivo... são outros problemas que só um regime sério poderá solucionar. De um lado temos os professores que de fato gostam do que faz e reclamam pelos baixos salários, de outro temos aqueles que por não fazerem nada deviam ter seus salários reduzidos ou expulsos do quadro de ensino. Organizar o ensino obrigatório e compulsório, fornecendo condições materiais, econômicas e práticas para enquadrar as massas nos roteiros da Ciência e da Cultura, da politização é dever do Estado, porém quem vai criar cobra para depois ser picado, este é o discurso da Elite dominante, que se vê com muita freqüência nas IES, ou realmente é verdade, ou os professores incompetentes usam-no como uma saidinha de sua incapacidade.
O Estado do Ceará é o estado que menos faz concursos públicos, e que mais se tem funcionários entrando em órgão públicos, estaduais e municipais com jeitinho, jeitinho não! Safadeza política.È inaceitável vivermos em pleno século XXI, e assistirmos de braços cruzados a volta dos cabides de emprego, onde só se penduram incompetentes, que além de roubarem o dinheiro nosso não prestam nenhum serviço de qualidade ao povo. Só querem se dar bem! È o individualismo reinando no Ceará!O homem individualista é produto da luta de classes do regime capitalista, da liberdade individual, privada; daí a guerra implacável, diária, contra o semelhante, para ver quem junta mais riqueza; mata; furta, rouba e explora, tudo faz para adquirir ou ganhar o vil metal.Tudo pode acontecer pois especialmente no Ceará há condições ou influências para isso. Há ambiente. Tudo ajuda. Hoje senta-se na mesma mesa quem, ganhou e quem perdeu. E os que balançavam suas bandeiras onde estão? Daí o atraso social e pobreza para muitos e boa vida para aqueles que são os mais práticos, seguros, ferozes, sabidos e frios, levando de roldão todos os princípios morais e teóricos de igualdade, fraternidade e liberdade. Daí as contradições, prega-se uma coisa e se faz outra; prega-se a paz e vem a guerra... È a tal dialética.
Saudações Geopolíticas!
João Ludgero - Geógrafo

4 comentários:

  1. Prezado Professor João, concordo em gênero, numero, grau, antítese, síntese, etc... fico deveras triste com a forma que somos tratados. É sempre assim, período eleitoral correm os candidatos, acompanhados de seus asseclas, que diga-se de passagem estão ao lado dos futuros representantes públicos, não por acreditarem na “proposta política”, na “postura ética”, comungando da mesma ideologia – será que isso existe ainda - mas sim por vislumbrarem que com a eleição desse postulante, com a cadeira assegurada, ter-se-á da mesma forma, ao menos um “banquinho” para ali ficar sentado, esperando o tempo passar, aguardando na rede da mordomia, no banho da hipocrisia, na mesa da fartura, no conforto da casa da Mãe Joana. É uma pena meu amigo, infelizmente não tive a sorte de ser professor –olhe que falo isso por ter o maior respeito por vocês – tanto o é que casei com uma pedagoga, formada e com pos graduação pela nossa Universidade do Cariri, e percebo como é difícil esse oficio, apesar de mágico, pois podemos perder tudo, entretanto jamais perderemos o conhecimento que nos foi trazido pelos mestres. Agora é esperar que os eleitos reflitam e percebam que indicação para ocupar cargo público, deve ser feito pela competência, conhecimento, vivencia e não por ter angariado maior numero de votos.Luiz Cláudio Brito de Lima.

    ResponderExcluir
  2. Prezado, Luiz Claúdio,muito bem fundamentada sua análise, não me estendi muito, mas saiba que esta havendo uma grande migração de profissionais competentes do Ceará para outras regiões, cansados e envergonhadas desta maneira de se ocupar funçoes e gargos públicos no nosso estado. Só para voce ter uma idéia em menos de 15 dias temos em andamento dois concursos públicos no Pernambuco (Professor do Estado e CODEVASF), vizinho de nós, acredite muitos caririenses, estão migrando para o Pernambuco.

    Saudações
    João Ludgero

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela crítica João! Fui aluno seu durante ensino médio e me lembro bem o quanto apreciavamos a sua aula. Acredito que de fato falta na sociedade, que por sinal encontra-se em estado pleno de alienação o discernimento crítico capaz de gerar mudanças, essa alienação é típica do sistema no qual estamos inseridos e de fato da subsídios para que a sociedade continue aceitando cegamento no que está ai, mesmo que seja errado. Acredito que uma reforma educacional e cultural seja necessária para nosso país, senão para todo o mundo, pois da maneira que está, ou se joga as regras do jogo, entregue a bel vontade dos intermediarios e controladores da situação; que impõe as suas vontades me detrimento da razão. O que há de fato é um verdadeiro irracionalismo que contamina, seifando principalmente a nossa juventude. Acessa o meu blog e da uma olhada.. e mais uma vez parabens!

    ResponderExcluir
  4. Foi boa Samuel fico feliz com sua participação muito coerente.

    Saudações Geográficas!
    João Ludgero

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.