07 novembro 2008

MOSTRA SESC - Uma década de cultura no Cariri


X MOSTRA SESC CARIRI DE CULTURA

Clique para Ampliar

Após participar do Festival de Guaramiranga, a Cia. do Meu Tio (BA) retorna ao Ceará com ´O Sapato do Meu Tio´

Clique para Ampliar

Cidadão instigado é um dos destaques da programação musical da mostra

Clique para Ampliar

O compositor Abidoral Jamacaru: um dos anfitriões musicais do Cariri

A Mostra Sesc Cariri de Cultura chega aos 10 anos, com mais uma maratona de teatro, música, artes visuais e outras linguagens, de amanhã ao dia 15, no Sul do Ceará. Este ano, a mostra ganha uma extensão em Fortaleza

A grande ciranda das artes, no calor do Cariri. A Mostra Sesc Cariri de Cultura chega aos 10 anos reeditando, a partir de amanhã, o amplo painel de apresentações artísticas, divididas entre Juazeiro do Norte, Crato, Nova Olinda e outras 12 cidades da região. O que antes era um evento dedicado especialmente ao teatro - linguagem que continua, com espaço cativo, a se destacar no caleidoscópio de atividades da mostra - a cada ano se espalha, em maior ritmo, por uma diversidade de atrações. Entre os eixos da cultura tradicional popular e da produção artística contemporânea, a mostra atrai 1500 artistas, de 17 estados, e oferece um leque de espetáculos, com destaque para os shows e peças teatrais. Atividades literárias e ligadas às artes visuais também compõem a programação, que segue até o sábado, 15, em uma reunião de sotaques, origens e propostas estéticas. Ao final, há ainda a chance de ver (ou rever) grande parte das atrações, na maratona do Overdoze, um autêntico ´estirão´ cultural, virando a noite com apresentações entremeadas, completando 12 horas ininterruptas de celebração pela arte.

A programação musical, que vem sendo reforçada a cada edição, ganha este ano a presença de grupos como o Cordel do Fogo Encantado e Totonho e os Cabras. O guitarrista Lucas Santtana e o gaitista Jefferson Gonçalves, músicos que têm estreitado laços com o Ceará nos últimos anos, retornam ao evento. Paulinho Boca de Cantor e Curumin chegam para se somar às muitas atrações cearenses, como Abidoral Jamacaru, Fhátima Santos, Luciano Brayner e as bandas Dr. Raiz, Dona Zefinha e Cidadão Instigado.

No teatro, destaque para um olhar sobre a cena brasileira, na articulação com o Palco Giratório, incluindo espetáculos como “O Sapato do Meu Tio”, da Cia. do Meu Tio (BA); “Cachorro!”, da Cia. Teatro Independente (SP), e ´Henfil Já´, do grupo paranaense Cambutadefedapada. A extensa programação inclui as mostras Menino Cariri (teatro infantil), Teatro de Rua (com atores de vários estados, em interação direta com o público), Tradição Oral (com mestres e brincantes cearenses) e Em Cena Ceará, com espetáculos de dança e de teatro oriundos de diversos municípios cearenses.

Há ainda a Mostra BNB de Teatro, a experimentação do Horário Maldito, o espaço Interteatro (com trabalhos da Escola de Interlocução Teatral, do Centro Cultura Sesc Senac Iracema) e as atrações do Palco Galpão das Artes - incluindo a presença de convidados de Portugal, Espanha, Argentina e França. O Circuito Patativa do Assaré - que leva a mostra a outras 12 cidades caririenses, além de Crato, Juazeiro e Nova Olinda, também se soma às atividades teatrais nesta décima edição da mostra. Um novo convite a um encontro com a arte, no Sul do Ceará.

Mais informações:
X Mostra Sesc Cariri de Cultura. De 8 a 15/11, em Juazeiro do Norte, Crato, Nova Olinda e outras 12 cidades. Programação: http://mostracariri.wordpress.com.


Um caldeirão, agora internacional

O mesmo caldeirão cultural provocador, agora reforçado por um tempero internacional. Para Dane de Jade, gerente de Cultura do Sesc Ceará, a presença de espetáculos internacionais, vindos de quatro países, é uma das grandes novidades da mostra, em sua décima edição. ´A mostra cresceu em todas as direções. Inclusive inaugurando essa mostra internacional´, aponta Dane, citando que o espetáculo de Portugal (do Teatro Construção) chega por intermédio do Sesc SP, enquanto as atrações de Espanha (grupo Nutteatro), Argentina (Seres de Luz) e França (Dos a deux) foram selecionadas pela curadoria. ´A idéia é, daqui pra frente, a gente sempre ter companhias internacionais, para oferecer ao público um pouco da produção universal também´.

Outra inovação é que pela primeira vez o público de Fortaleza poderá conferir boa parte da programação do evento, entre os dias 17 e 21, no Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro e no Theatro José de Alencar. ´Antes a gente conseguia levar a Fortaleza uma ou outra atração que participava no Cariri. Dessa vez, vamos levar bem mais gente, a mostra realmente vai a Fortaleza, como parte das comemorações desses 10 anos´, ressalta Dane, também destacando o Circuito Patativa do Assaré. ´As companhias vão percorrer 12 municípios, com espetáculos de música, dança e teatro nas praças, nos ginásios e em outros espaços alternativos´, ressalta.

Mais música

A ampliação da programação musical da mostra é citada como mais um diferencial. ´Além do Banquete Dionisíaco (com os habituais shows no palco montado no Crato Tênis Clube), teremos apresentações na Rffsa do Crato e no Terreiro da Mestre Margarida. A programação musical cresceu muito. Inclusive, os músicos que fazem o Banquete Dionisíaco, como o Curumin, o Paulinho Boca de Cantor, o Cidadão Instigado, também vão tocar em Nova Olinda´.

Para Dane de Jade, uma demonstração de que a busca por um maior equilíbrio entre as linguagens na mostra começa a se concretizar. ´O Núcleo de Artes Cênicas, com teatro, dança, tradição, circo, ainda é o de maior peso, mas os demais núcleos são cada vez mais importantes. Teremos artistas plásticos, a inauguração do Teatro Patativa do Assaré com a exibição do filme do Rosemberg Cariry sobre o Patativa, os debates sobre literatura...´. Motivos de sobra para ir ao Cariri.

DALWTON MOURA
Repórter

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.
Nota do Blog do Crato: "Que bom que o DN conseguiu aproveitar a foto que eu fiz do Abidoral Jamacaru"
.

Um comentário:

  1. Sobre a programação musical da Mostra cariri o curioso é que ela cresceu para outros lados... pois daqui do cariri só temos quatro atrações e só duas no banquete Dionisíaco as outras duas colocaram na Rffsa.
    Quero dizer que me incomodou o fato de Abdoral Jamacaru ter sido locado na Rffsa para fazer o lançamento do seu mais novo trabalho Bárbara, não que lá não seja um lugar bacana pra isso mas, eu gostaria de vê-lo no melhor palco com a melhor luz e com o melhor som, pelo menos(teoricamente) é o que fica no crato tênis club, me perdoem se escrevi bobagens mais é o que preciso dizer.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.