30 outubro 2008

Fiéis reverenciam túmulo do “Padim”

Romaria de finados

Clique para Ampliar

Na Capela do Socorro, os romeiros prestam homenagem diante do túmulo do Padre Cícero, um dos pontos de maior visitação neste período (Foto: Juliana Vasquez)

Clique para Ampliar

No Centro de Sobral, os vendedores ambulantes fazem renda extra com o comércio de flores (Foto: Wilson Gomes)

Romeiros com vestimentas de Frei Damião, São Francisco e do Padre Cícero lotam as ruas de Juazeiro do Norte

Juazeiro do Norte. Um período em que a temperatura atinge mais de 50°C e a população deste município praticamente triplica. Assim é a época da Romaria de Finados, iniciada ontem neste município. A “via crucis” dos fiéis do Padre Cícero se estende até o próximo domingo, com visitações constantes principalmente ao túmulo do Padre Cícero, na Capela do Socorro. O Cemitério do Socorro, ao lado da Capela, já recebe visitações constantes e estão sendo ultimados os ajustes para a recepção dos visitantes.

Nas ruas da cidade, a venda informal chega a fechar alguns pontos principais da cidade, dificultando o trânsito. Parte de Juazeiro se transforma, com a Romaria de Finados, a maior do ano, com circulação de, em média, 600 mil romeiros.

Ontem pela manhã, na Capela do Socorro, eram constantes a presenças de romeiros de cidades de Alagoas e Pernambuco. A cada instante chegam mais pessoas à terra do Padre Cícero e a expectativa é que nesta quinta-feira, a partir da tarde, o número de romeiros aumente ainda mais. Em vários locais da cidade, homens e mulheres com vestimentas de Frei Damião, São Francisco e do Padre Cícero têm como única preocupação o pagamento da promessa. Nos Franciscanos a presença de fiéis nesse período é mais constante. Na pousada, dentro do Santuário, se hospedam centenas de romeiros.

Há mais de duas semanas, segundo o administrador do Cemitério do Socorro, Maílson de Sousa, estão sendo realizadas melhorias no local, com pinturas e colocação de lâmpadas de melhor qualidade e maior poder de iluminação, no sentido de proporcionar melhores condições de fluxo no local. Outro ponto importante é a garantia de mais segurança.

O cemitério é o mais antigo da cidade e também o que mais possui edificações de túmulos. A orientação dada pela administração é que não sejam feitas novas construções, por conta do espaço restrito para a passagem das pessoas. Conforme Maílson, a idéia é que algumas casas que estão ocupando espaço dentro do cemitério sejam desocupadas, com indenização dos moradores, para reorganização da área.

Esse pelo menos é o seu projeto para os próximos anos. Ele afirma que levará ao novo prefeito da cidade, Manoel Santana, a proposta, no sentido de oferecer melhorias ao local. Este ano, dois novos portões foram abertos nas ruas Conceição e Santa Cecília, além de mais dois existentes na frente.

Guarda Municipal

Os trabalhos de melhorias na área ocuparam os 11 funcionários, que hoje se direcionarão aos serviços de outro cemitério público da cidade, o São João Batista, no bairro Novo Juazeiro. A cidade conta com quatro parques santos, incluindo dois públicos, e mais dois privados, afastados da área central da cidade.

O fortalecimento da segurança é outra preocupação para o Dia de Finados. No domingo, a administração do Cemitério do Socorro solicitou, além do trabalho de fiscalização dos funcionários, a presença de cerca de 15 integrantes da Guarda Municipal na área. Os portões nesse dia serão abertos às 6 horas e fecharão somente às 22 horas. Em dias normais a visitação vai até 18 horas.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.