06 dezembro 2007

Cadê a Estação de Rádio da URCA ?????????



Sabe-se há tempos que a URCA - Universidade Regional do Cariri tem uma concessão para uma estação de Rádio, e nos últimos dias ouvi dizer até que essa concessão já está perto de se vencer, caso a estação não seja implantada. Uma estação de Rádio Universitária seria de enorme valia para a cultura e as artes dessa cidade que é chamada de "Capital da Cultura".

Resta saber o que é que está faltando para que essa estação entre no ar definitivamente, se falta vontade, se falta dinheiro, se é problema de política.... sim, porque o problema de política é o maior de todos. Quem tem a mídia, tem o poder! quando se estabelece uma concessão de uma estação, grupos rivais brigam entre si, muitas vezes IMPEDINDO que a estação vá ao ar.

Amigos, acho que é tempo de fazermos umas visitinhas à URCA. Saber tim-tim por tim-tim como é essa estória escabrosa de uma estação de rádio que o Crato está quase perdendo por causa de politiquetas...

Cinegrafistas, vamos à Urca!

Abraços,

Dihelson Mendonça
.

Confraternização de 1 ano de Blog do Crato



O
lá, amigos,


Dia 20 de novembro foi proposto a confraternização dos leitores e contribuintes do Blog do Crato.

O amigo Pachelly Jamacaru deu como primeira sugestão a data de 15 dezembro no Café da RFSA às 20hs.

Como hoje já é 6 de Dezembro, gostaria de saber se os amigos estão lembrados deste evento.

Vamos nos reunir. Vamos nos confraternizar!

Marquem a data, façam suas sugestões...

Abraços,

Ruben Mousinho

COMBATENDO PELO CRATO

Pedro Esmeraldo

Muita Gente não nos compreende. Acha que somos pessimistas, e que desfazemos do Crato. Nada disso, apenas combatemos esse quadro moroso da política cratense. Há muito tempo, lutamos destemidamente pelo avanço de seu progresso. Solicitamos que mude alguns políticos desinteressados, pois são fracos os seus desempenhos.
Sempre combatemos para que avancem e cresçam em suas pretensões, modificando os métodos administrativos. Queremos que dêem oportunidade aos outros, e que sejam equilibrados. Saibam voar bem alto com muita voracidade. Comunguem com o povo para levantar a bandeira do desenvolvimento moderno. Ao mesmo tempo, pedimos que não esmoreçam e marchem com dignidade em direção de um futuro favorável.
Felizmente, o povo consciente ajudará com novas idéias, lançando o barco em direção das águas profundas.
Queremos relembrar, há mais ou menos três anos, um senhor se interessava em instalar no Crato um conjunto de escola de nível superior, denominada Faculdade Leão Sampaio. Nada exigia em troca a não ser apenas a doação do terreno que lhe fosse favorável.
Causou grande indignação no seio do povo quando o digno chefe do Poder Executivo negou peremptoriamente o terreno. Todos pasmados, não se conformando, repugnaram esse ato de rebeldia, já que seria avanço do progresso intelectual e científico do Crato e da nossa região.
Essas escolas equilibrariam o nosso desempenho no ritmo certo, em direção para o futuro.
Ultimamente, de maneira ardilosa, perdemos a sede do Campus da UFC, que seria espécie de embrião da futura Universidade do Cariri. Pessoas inescrupulosas, na calada da noite conseguiram arrebatar para si esse grande melhoramento, causando dissabores e desgosto em todos os cratenses. Os nossos políticos aparvalhados, calaram-se e deixaram-nos à vontade, fazendo o que bem entendessem.
A população cratense arrefecida não esquecerá esse comportamento dúbio desses predadores do progresso alheio. Alegavam as nossas autoridades que se calavam porque não tinham representação federal e nem estadual. Diziam elas que não podiam lutar sozinhas. – Ora essa, isso é uma desculpa esfarrapada que não nos vêm convencer. Para isto, temos que convocar toda a população, juntamente com as autoridades representativas, lutando febrilmente, fazendo reuniões constantes e ao mesmo tempo, elevar o espírito para junto desses órgãos como CDL, ICC, ROTARY, etc, e marcando reuniões com gritos ensurdecedores dizendo: - Dêem ao Crato o que é do Crato. Portando, não tirem nada do Crato, não mexam com o Crato.
Alguns desses órgãos partiram para a luta, mesmo sem ajuda das autoridades, esses homens como Manoel Patrício de Aquino, Jurandy Temóteo, Huberto Cabral e outros foram os expoentes dessa luta, conseguindo ainda uma escola de Agronomia, atenuando esse melhoramento e consolando o cratense dessa desigualdade, pois seria melhor perder no boi que o boi todo.
Como bem dizemos: Todos saibam que o nosso lema é somente trabalhar em benefício do Crato e ao mesmo tempo, convidar os jovens de espírito elevado, compreensíveis e voluntariosos, que entrem na política, substituam essa camada que prateia a política inércia e assumam o comando político do Crato, substituindo a velharia arcaica.
06.12.2007

Crato é uma cidade VERDE, naturalmente!


Ainda na gestão do nosso edil Samuel Araripe teremos mais vinte e tantas praças construidas! Grande notícia se não nos preocupasse o abandono de tantas outras espalhadas pela cidade. Como serão essas praças? De cimento, concreto e asfalto? Por que não projetar espaços verdes com árvores frutíferas regionais e outras nativas que proporcionem sombra e beleza sem muitos cuidados (já que o abandono é uma regra geral)? Por que não transformar o "horrendo" parque da EXPO-Crato no nosso CENTRAL PARQUE (pomar público, floricultura, banco de mudas de plantas nativas, farmácia viva, horta pública, pistas para cooper, parque infantil, etc.) ? Não perderemos a esperança!

(a foto que ilustra a postagem é de uma "praça verde" de Aracaju-SE)

Hoje no DN - Diocese lembra nove anos de morte de dom Vicente.


Diocese lembra nove anos de morte de dom Vicente

Clique para Ampliar

Dom Vicente tomou posse como bispo auxiliar do Crato no dia 15 de agosto de 1955 (Foto: Antônio Vicelmo)

Dom Vicente de Paulo Araújo Matos, nascido em Itapajé, realizou diversas benfeitorias para a população do Crato

Crato. A Diocese do Crato lembra, hoje, os nove anos da morte de dom Vicente de Paulo Araújo. Considerado como o maior benfeitor do Crato e do Cariri, dom Vicente pautou o seu pastoreio na construção de uma obra social que ainda hoje contribui para a valorização do homem. Fundou sindicatos rurais, associações de bairros, promoveu cursos profissionalizantes e treinamentos na área de promoção humana. Construiu o Centro de Expansão, a Rádio Educadora do Cariri e os Colégios Madre Ana Couto e Pequeno Príncipe. Criou a Faculdade de Filosofia do Crato que foi o embrião da Universidade Regional do Cariri (Urca).

Dom Vicente de Paulo Araújo Matos nasceu na cidade de Itapajé, Ceará, no dia 11 de junho de 1918. Preparou-se para o sacerdócio no Seminário Metropolitano de Fortaleza, onde recebeu a ordem do presbiterato no dia 29 de junho de 1942, das mãos de dom Antônio Almeida Lustosa, arcebispo Metropolitano de Fortaleza.

Foi eleito bispo titular de Antioquia no Meandro e bispo auxiliar de Crato a 21 de abril de 1955 pelo Papa Pio XII. Sua ordenação episcopal deu-se no dia 11 de junho do mesmo ano na Igreja do Cristo Rei em Fortaleza. Dom Antônio de Almeida Lustosa foi o sagrante principal e consagrantes dom Francisco de Assis Pires e dom Aureliano Matos, bispo de Limoeiro do Norte.

Tomou posse como bispo auxiliar do Crato no dia 15 de agosto de 1955. Foi vigário capitular de Crato após a renúncia de dom Francisco e, em 22 de janeiro de 1961, foi nomeado 3º bispo diocesano de Crato, tomou posse a 19 de março. Seu lema episcopal foi: Vicente dabo manna (ao vencedor darei o maná). Seu pastoreio foi marcado pela ação social.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

.