09 novembro 2007

Eis o sonho de milhares de brasileiros atualmente


Ser funcionário público. Eis o sonho de milhares de brasileiros atualmente. E quase invariavelmente, o sonho dos fracassados. Daqueles que não se julgam suficientemente competentes para as empresas privadas, muito mais exigentes e seletivas. Dos que não querem continuar estudando e se superando a cada dia.

Estabilidade. A palavra mais citada por aqueles que querem passar num concurso público e que sustentam centenas de jornais, sites e cursos especializados. É verdade, num país como o Brasil, de renda per capita tão baixa e flutuante, é normal querer ter estabilidade. Mas, no fundo, o que querem é comodidade. Emprego garantido, independentemente da produção ou aprovação do cliente. Nada de estudar mais, de trabalhar mais, afinal, todos sabem, no setor público é fácil não trabalhar.

Não precisa saber inglês, nunca ouviram falar em marketing, não precisa ter conhecimento de mundo, não precisa tratar bem o cliente. Na verdade, muitos nem tem inteligência e controle emocional para trabalhar, sequer para passar numa entrevista em uma empresa privada, inexistente no setor público, basta passar numa prova de múltipla escolha.

Que me perdoem os muitos funcionários públicos competentes e que trabalham muito, sei que existem, conheço alguns. A questão é que muitos dos que querem entrar no funcionalismo público hoje são aqueles que nunca conseguiriam chegar a lugar algum no setor privado. Seu desejo é trabalhar pouco, ganhar muito e se aposentar com todas as regalias possíveis. É a cultura do malandro. Detestamos trabalhar, mas queremos ficar ricos.

Os que sonham em ser funcionários públicos precisam aprender algo com os que estão dando tudo de si para ascenderem no setor privado. Competência, constante aprendizado, maximização de resultados e foco no cliente.

Texto: Marcelo Franco - Jornal O POVO.
Enviado por: Jayro F. Starkey

Foto:
"pagando as dívidas" - por Dihelson Mendonça

.

9a. Mostra SESC Cariri das Artes - É Já !!!