06 junho 2007

POTOCAS. COM

LIMUSINE CEARENSE



Por que o Bin não ataca estas ?



As Fases Líquidas da Vida:
















BlogPoem - VIDA - Mário Quintana




VIDA


Quando se vê já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, passaram-se 50 anos!
Agora, é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho,
a casca dourada e inútil das horas...
Dessa forma eu digo:
Não deixe de fazer algo
que gosta devido à falta de tempo,
a única falta que terá,
será desse tempo que
infelizmente não voltará mais.

Mário Quintana

CINEMA PARA O POVO



Caros amigos,

Desde já quero manifestar congratulações para Nívia Uchoa por sua força representativa na Constituinte Cultural. Ela agora que nos representa na delegação setorial de audiovisual na nova proposta de consolidação de uma interiorização da política de cultura do Estado. Para tanto, pelo menos em nossa categoria, teremos que estar bem organizados.

Conclamo aos sócios da Associação de Audiovisual do Cariri - AAC para se reunirem na pauta do dia: PLANEJAMENTO DA AÇÕES DA AAC (pelo menos 2 anos para frente). Com planejamento e organização teremos mais força. A Secult tem nos "ouvido" e nós o que temos "dito"? É uma boa reflexão, embora nem tudo possa ser feito de um só tempo. Daí a necessidade de identificarmos diretrizes e ações para os próximos anos.


O Sesc-Crato em parceria com o CCBNB reiniciou esta semana uma programação de cinema gratuita, e de qualidade. Tal ação e outras propostas de Cine Clube estimulam a formação de platéia e a cultura de ver filmes em nossa cidade. Entretanto, preocupa-me a garantia de um espaço que consolide o tripé formação-produção-exibição de filmes/vídeos no Cariri.

Daí seja oportuno lançar a seguinte proposta: INSTALAÇÃO DE UM CINEMA CULTURAL na sala do atual "Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva" (mais conhecido, Cine Moderno). Entendo por "Cinema Cultural" um local de formação de platéia, de capacitação e realização em audiovisual. Creio que a ACC juntamente com a Prefeitura e demais parceiros interessados poderiam construir um projeto para instalação de equipamentos para a projeção de filmes no Teatro Municipal, associado às atividades citadas. Isto significa implementar, com todas as letras, um CINEMA PARA O POVO.

Espero que a atual secretária de cultura atente para nossa idéia e demais simpatizantes do audiovisual. Pois creio tal proposta ser, no mínimo, coerente e mais interessante do ponto de vista social. Até porque na ocasião da reinauguração do "Cine Moderno" fora ventilada a idéia de privatizar o espaço de exibição de cinema do teatro! O que seria um tiro no pé! Ou mesmo, no bom "cearês", seria "de lascar"!