31 março 2007

Zé dos Prazeres


Esta reportagem é do Vicelmo e saiu hoje no DN, sobre um dos maiores e mais duradouros boêmios cratenses.


Boêmio e personagem de resistência cultural


O José Henrique, ou simplesmente, Zé dos Prazeres, é um dos personagens mais Conhecidos do Crato


Crato. O Diário do Nordeste lan­ça, a partir de hoje, mais este es­paço de valorização das popula­ções residentes nos municípios cearenses. A seção Personagens do Interior quer divulgar os perfis de pessoas que se destacam em sua cidade, nas mais diferentes áreas, seja na arte, na cultura, no artesanato, no comércio, no tra­balho comunitário, entre outras. *i iUm exemplo que vem dos velhos cabarés do Crato. O rit-mista e seresteiro José Henri­que dos Santos, conhecido por "Zé dos Prazeres', é o único so­brevivente de uma casta de boémios que marcaram presen­ça nos velhos lupanares do Cra­to. O apelido vem de sua mãe, "Maria dos Prazeres", que criou os filhos vendendo cabeça de porco aos frequentadores do chamado baixo meretrício. Foi neste ambiente de pros­tituição, malandragem e pobre­za que Zé dos Prazeres foi cria­do. Mesmo assim, a adversida­de não o arrastou para o mun­do do crime. Exerceu as mais humildes profissões de engraxate a menino de recado das mulheres que vendiam o pró­prio corpo para sobreviverem. No convívio com estas mu­lheres, segundo afirma, colheu as mais nobres lições de solida­riedade. Como exímio percur-sionista de pandeiro e bateria, Zé dos Prazeres deu prioridade à música, seguindo os conse­lhos de sua velha mãe que sem­pre o orientou no bom cami­nho. No balanço que faz de sua vida em clima hostil , ele diz, com orgulho, que não tem ne­nhum inimigo.
Casado, pai de três filhos, um dos quais morando em Tó­quio, no Japão, e os outros dois em São Paulo, Zé dos Prazeres constituiu sua família distante de seu ambiente de trabalho, preservando-a das máculas preconceituosas da sociedade. Provou que no meio do lama social nascem flores.
Hoje, com 82 anos de idade, o velho boémio ainda mantém o seu bar aberto no coração do antigo baixo meretrício.
Cercado por meia dúzia de garrafas, duas geladeiras e uma bicicleta que lhe serve de trans­porte, ele se mantém de pé, en­trincheirado no último reduto da chaga social da vida clan­destina da cidade.
Para os que criticam as mu lheres com quem conviveu, ele tem na ponta da língua um so­neto de Patativa do Assaré. "A letra fala por si mesma".
A meretriz
Se alguém te chamas de perdida e louca/Não acredites, pois não é verdade./ Há quem procure cheio de ansiedade /A graça e o riso que tu tens na boca/ Fostes menina, já usastes touca / Fostes donzela, tinhas virgindade/ Tudo é fugaz, tudo é brevidade /
De qualquer forma nossa vi­da é pouca.
Nunca lamentes teu viver de puta/ Entre os pomares tu tam­bém és fruta/ Alguém te estima e com fervor te quer/ No chão na cama ou dentro de uma re­de. / 1\i és a fonte de matar a sede / Do desgraçado que não tem mulher.

27 março 2007

Desaparece Dr. Ossian


Notícia do DN de Hoje, sobre a perda de um dos mais tradicionais políticos cratenses das décadas 50-70:


Incêndio destrói apartamento e mata ex-deputado federal

Sinistro começou às 4h30min. Ossian Araripe ainda acordou os familiares, mas não conseguiu escaparUm incêndio em um apartamento, no sétimo andar do Edifício Portal da Enseada, na Avenida Beira Mar, 3780, acabou virando tragédia, na madrugada de ontem. Por volta das 4h30min, o fogo começou. O ex-deputado federal e dono de cartório, Ossian Araripe, de 84 anos, que já estava acordado se exercitando em um dos cômodos, sentiu o cheiro de fumaça, pressentiu que o incêndio estava começando e, desesperado, acordou a família: a esposa, um filho e a empregada. Rapidamente, as chamas se alastraram pelo apartamento.O barulho das janelas de vidro estilhaçando e a fumaça chamaram a atenção dos vizinhos, que começaram a sair correndo de seus apartamentos. Os gritos deles acordaram os moradores de outros edifícios próximos.“Acordei quando faltavam 15 minutos para as cinco horas, ouvindo gritos que vinham da direção da Beira-Mar. Pensei que era confusão, mas quando fui para a janela, vi a fumaça e as pessoas já descendo do prédio”, contou o funcionário público Raimundo Nonato Lourenço, morador de um edifício próximo do local.MultidãoEm poucos minutos, uma multidão se aglomerava na frente do edifício, olhando a destruição que o fogo causava em todo o sétimo andar do edifício. O filho, a esposa e a empregada do ex-deputado se encontraram na rua e sentiram a falta dele. “O filho pensou que o pai tinha descido antes, que podia estar fazendo alguma coisa. Mas como o tempo foi passando, os Bombeiros chegaram e o Ossian não apareceu, a angústia foi aumentando”, contou Raimundo Lourenço.Às 4h55min, a primeira equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local. Ao todo, quatro unidades foram mobilizadas: a do Mucuripe, que era mais próxima; a Central, e o Núcleo de Busca e Salvamento (NBS). Cerca de 30 homens da corporação trabalharam no combate as chamas.“No primeiro momento, atacamos o fogo por fora (utilizando a plataforma) e com uma equipe por dentro, para que o pessoal de Busca e Salvamento pudesse identificar se havia vítimas no local. Quando isto foi feito, o corpo d o senhor Ossian Araripe foi encontrado, no meio da sala, já carbonizado”, contou o major Afrânio Arley.Às 6h30min o rabecão do Instituto Médico Legal (IML) retirou o corpo do local. Quarenta e cinco minutos depois, quando tudo parecia sob controle, o fogo recomeçou em um dos cômodos do apartamento.Novamente, as equipes com oito viaturas do CB se mobilizaram e debelaram as chamas. O trabalho de rescaldo ainda durou cerca de duas horas. Às nove horas, o major Afrânio desceu e disse à Imprensa que a situação estava controlada.“Estamos apenas retirando o excesso de água de dentro do apartamento. O fogo destruiu boa parte dele. E por causa da temperatura altíssima, o piso do andar superior ficou totalmente danificado. Há ainda os danos causados em outros apartamentos vizinhos pelo fuligem e pelo calor”, explicou o oficial aos jornalistas. Nathália LoboRepórter
PROTAGONISTA - Político do Cariri ,Ossian Alencar Araripe, nasceu em 29 de setembro de 1923, na cidade do Crato. Fez o curso científico no Liceu do Ceará e se formou em Direito pela Universidade Federal do Ceará, em 08 de setembro de 1948. Militou como deputado federal pela Arena e PDS e atuava politicamente na Região do Cariri. Era pai do atual prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB). Também foi prefeito daquele Município, de 1955 a 1959, e deputado em seis legislaturas, entre 1963 e 1987. Tinha um cartório em Fortaleza

26 março 2007

Peça "Zé de Matos" é sucesso no CCBN !

Conforme amplamente divulgado, aconteceu no Centro CUltural banco do Nordeste CCBN - Juazeiro do Norte, na semana passada, mais uma apresentação da prestigiadíssima peça "Zé de Matos". Já há boatos de levá-la também para outras capitais.

Eis algumas fotos cedidas ao Blog do Crato pelo fotógrafo Pachelly Jamacaru:








border="0" alt=""id="BLOGGER_PHOTO_ID_5046093847992110226" />



Abraços a todos!

25 março 2007

Fotos do Crato ontem...

Aí, Pessoal. Bom Domingo para vocês!

Aqui estão algumas fotos que tirei da cidade ontem:



E aqui, os arredores da cidade, durante o dia:




mais...



Por enquanto é só...

Abraços!

24 março 2007

Colegas membros do Blog: Vcs precisam migrar para poder escrever!

Façam como Eu, Zé Flávio, Glauco Vieira e jayro, migrem para o novo Blogger, pois o antigo está sendo desativado, e quem não migrar, ainda que não seja membro, postará , e quem for membro , não deixará de postar jamais...

Gostaram do trocadilho...?
...
pra quem não sacou, leia a estória de Lázaro!
rs rs

falow!

21 março 2007

Atenção, Pessoal - A peça "Zé de Matos" é HOJE !

para os desavisados, a peça "Zé de Matos" já famosíssima acontece hoje de novo no CCBN de Juazeiro em 2 apresentações, as 16:00 e 19:00.

Estou sem carteira de motorista, se alguém for assistir a segunda apresentação e quiser ter a bondade, me dá um toque, que eu também quero ir ver, ora!

Um abraço, e não se esqueçam!

Hoje, Quarta-Feira, dia 21.

Falow!

20 março 2007

Denúncia ! - Extração Ilegal de Madeira em Crato ? Cadê o IBAMA ??

Olá, Amigos,

O Nosso articulista e colaborador do Portal do Crato e do Blog do crato, Pachelly Jamacaru nos traz essa grave denúncia, inclusive documentada com fotos que ele fez em flagrante. É uma coisa que se for confirmada, representa um crime contra a natureza!

Já que o Pachelly está com dificuldades no acesso ao Blog, ele me pediu para publicar sua reportagem. Aqui está:


A IMAGEM QUE PERGUNTA:


O IBAMA diz: “isso ta legal”. Quase todos
Os dias descem da serra do ARARIPE, caminhões
Iguais a este, carregado com lenhas. Ao consultar
o IBAMA obtive a informações de que tudo estava
Legalizado e nos conformes. Gostaria que o próprio
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente, esclarecesse
Melhor a população, o motivo e a razão da sua não interferência.
A imagem pergunta...



Pachelly Jamacaru








...

18 março 2007

Cratense Luta por Transplante do Coração


Esta Reportagem saiu no DN de 16/03 sobre Igor Maranhão, filho de Goya e bisneto de Dr. Luiz de Borba , pessoas queridíssimas aqui em Crato. Torçamos todos para que o final da história seja feliz e tenhamos por fim o Igor de volta, saudável, ao convívio Caririense.


Rapaz de 23 anos tem prioridade na fila


Fé, esperança e expectativa. Estes têm sido os principais sentimentos que permeiam a vida da família de Igor de Borba Maranhão, 23 anos, internado há um mês na Casa de Saúde São Raimundo, em Fortaleza. Com miocardiopatia aguda, doença conhecida popularmente com o nome de “coração crescido”, desde os 14 anos, o rapaz é, atualmente, o primeiro na fila de espera por um transplante cardíaco.De acordo com Sandra Maria Duarte Rodrigues, mãe de Igor, o problema começou quando o rapaz tinha apenas três anos de idade. Após a retirada de um tumor da região intestinal, Igor, que é natural do município do Crato, foi submetido em Fortaleza, durante dois anos, a um intenso tratamento de quimioterapia.“O que agravou a situação foi o fato do procedimento não ter contado com o acompanhamento de um cardiologista”, afirma Sandra Maria. Desde então, mesmo curado do câncer, o rapaz passou a ter sérios problemas de saúde, entre os quais insuficiência cardíaca e respiratória. Percebendo que, diferente dos garotos de sua idade, Igor não conseguia ter uma vida normal, a família decidiu procurar o auxílio de um médico especializado .Após a verificação do quadro clínico, os médicos atestaram que o rapaz sofria de miocardiopatia aguda e que a enfermidade só seria resolvida por meio de um transplante cardíaco. Logo que tiveram a notícia, os familiares trouxeram o garoto para a Capital cearense e iniciaram uma intensa luta na tentativa de conseguir um doador cardíaco compatível.Dificuldade para respirar, enfraquecimento do bombeamento do coração e pressão baixa foram as principais complicações que fizeram com que Igor, há três meses, sofresse um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e ficasse internado, durante um mês, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Messejana.“A doação é extremamente importante. É maravilhoso saber que alguém estará novamente vivendo”, ressalta Sandra Maria. E completa: “Quero ver meu filho curado”.


O CÉU DE SUELY



Karim Aïnouz, lança seu segundo filme "O Céu de Suely". Agora disponível também em DVD. O diretor cearense ficou conhecido desde seu primeiro longa-metragem "Madame Satã". Vale a pena conferir este seu último trabalho. "O Céu de Suely" tem como cenário a cidade de Iguatu. leia mais em: http://glaucovieira.blogspot.com

Pessoal, é preciso migrar para o novo Blogger a fim de escrever !

Olá, Amigos, MEMBROS e colaboradores. Tanto houve insistência por parte do site Blogger, que eu tive que fazer a migração para o novo Blogger.

O que isso acarreta?

Com a mudança, cada membro também terá que migrar para o modelo atual, se já não tiver feito ( muitos já fizeram ). No modelo atual, cada usuário tem o blogger associado a uma conta no site Google GMAIL. Cada pessoa pode abrir uma conta no Gmail grátis, é super fácil.

Infelizmente, essa foi a única saída, pois eles estão forçando atualizar todos os blogs.

mas, a migração é tranquila.

Abraços, e BOM DOMINGO!



Dihelson Mendonça

15 março 2007

Só no Crato Mesmo !

ARARINHA AZUL

J.Flávio

Representante comercial das famosas malas Sunderline, Garibaldo nunca tinha andado pelas bandas do Cariri. Trabalhara sempre na região norte do estado , onde, segundo afirmava categoricamente, seus malotes se conheciam até em Frecheirinha.A firma resolvera, ultimamente, explorar outros rincões do Ceará e convocará um Garibaldo pouco estimulado a se mandar para estas brenhas. Uma terra onde o povo só usa aribé, arupemba, matulão e balaio, como diabos vou conseguir vender as requintadas bolsas Sunderline ? --- Pensou Garibaldo com seus botões. Funcionário, no entanto, não tem querer, chefe é chefe e, com as duas únicas opções à sua frente : a rua ou o Cariri, terminou preferindo a última.
Chegou por aqui na penúltima segunda-feira, aproveitando o espírito natalino e suas desbragadas leis de consumo. Informara-se ainda em Fortaleza sobre um motorista local que o pudesse acompanhar na peregrinação pelas cidades caririenses. Houve quase que um consenso entre os muitos representantes conhecidos entrevistados: Bosquim. O homem, dizia-se, mostrava-se algumas vezes um pouco sincero demais, mais positivo que Augusto Compte, mas dirigia como ninguém: cuidado extremo, senso de responsabilidade e mais de quarenta anos de estrada, sem uma derrapada qualquer , nem mesmo uma freada mais brusca. Garibaldo , mal chegou na rodoviária, já despistou os taxistas de plantão e ligou para o celular de Bosquim que o atendeu prontamente. Passaram toda a semana juntos, percorrendo as cidades maiores do Crajubar. As vendas até que surpreenderam Garibaldo que previra, erroneamente, retornar à capital com uma mão no cano e outra no feixe. Tantos dias próximos, aos poucos se foram quebrando as arestas entre o representante e o motorista. Se foi tecendo uma amizade e a intimidade trouxe consigo troca de confidências. Garibaldo segregou para Bosquim que do alto dos seus trinta e seis anos ainda não contraíra casamento. Não porque não desejasse, mas não havia ainda encontrado a outra banda da maçã. Confirmou sua caretice, ligado demais à família, procurava uma moça boa, de mesa e cama e, antes de tudo casta . Lembrou que na capital virgem era espécie praticamente em extinção e que já estava sendo cadastrada pelo IBAMA, como a Ararinha Azul. Bosquim, por sua vez, lembrou que no interior a coisa andava também bastante preta, mas ainda havia lá muitas honrosas exceções e que certamente ele, com tantos critérios, deveria preferir procurar por aqui a outra banda do araticum, se não quisesse ser corno na folha.
Na sexta-feira, descendo a Avenida Duque de Caxias aqui em Crato, na companhia do motorista, Garibaldo avistou uma imagem que só podia vir do paraíso. Uma morena alta de cabelos lisos, ofidicamente sinuosa como um violoncelo, com uns olhos recortados , semi-orientais e uma boca carnuda como se eternamente estivesse buscando beijo. O representante, imediatamente, interrogou Bosquim sobre aquela aparição. De que éden escapara aquela ninfa ? O motorista , rápido, puxou a ficha da deusa: morava no centro, estudava na URCA e, ao que sabia não possuía namorado, quando não estava estudando, residia na igreja praticamente: rezando e debulhando terço. Garibaldo,fatalista, súbito, acreditou que aquilo só podia se tratar de uma coisa do destino que sempre escrevia linheiro com a caneta torta. Suplicou a Bosquim que pegasse dados da moça, conseguiu o celular, ligou para ela e, apesar da relutância, conseguiu marcar um encontro ali na Chopanna à noite.
Chegou todo fiota, entabulou conversa e o interesse pareceu mútuo. As mulheres daqui gostam muito dos homens forasteiros, um pouco pela novidade, pelo mistério, mas também por que estrangeiros quando retornam, não têm muito a quem contar as intimidades e diminui bastante o perigo dos segredos de alcova serem divulgados no patamar da igreja da Sé.
A moça desde o primeiro contato pareceu-lhe extremamente recatada. Só no segundo encontro conseguiu pegar na mão, o primeiro beijo foi roubado, com alguma dificuldade no quarto dia , quando a pediu em casamento. Entabulado o enlace futuro , conseguiu , com enorme dificuldade , leva-lá a um Motel.A moça entrou temerosa e preocupada, no quartinho. Garibaldo, para tranqüiliza-la, abriu uma cerveja, deixou todo o ambiente a media luz, colocou uma destas canções de Roberto Carlos que faz uma música para o motel e depois outra pedindo perdão a Jesus Cristo.Começou as preliminares com cuidados de quem toca harpa. Nisto lembrou a necessidade de carregar o celular já que tinha que se comunicar com seu chefe ainda naquela noite, depois da lua de mel. Partiu para conectar o carregador na tomada mais próxima, quando tomou uma descarga de alta tensão ao ouvir estas recomendações da futura esposa :
--- Ei, meu filho ! Pelo amor de Deus! Não mexa nesta tomada aí não que ela ta dando um choque danado !

13 março 2007

Zé de Matos está de Volta !


A Oca- Companhia de Teatro estará reapresentando a premiada peça "A TERRÍVEL PELEJA DE ZÉ DE MATOS COM O BICHO BABAU NAS RUAS DO CRATO" na próxima semana. A peça é um hino de amor a nossa cidade, cantado na voz do nosso mais irreverente e importante poeta popular.O texto é de J.Flávio Vieira , a Direção Musical de Abidoral Jamacaru, a Coreográfica de João Nicodemos , a Direção teatral de Joaquina Carlos e Mauro Cézar. A Direção Geral de Luiz Carlos Salatiel e J. Flávio. Inspirada no Movimento Armorial a peça narra a saga poético-musical de Zé de Matos,imersa profundamente nos nossos signos nordestinos: a música, o cordel, os cantadores/emboladores/ o Reisado, o Mamulengo, o rabequeiro, os camelôs. Apresentada já em várias cidades cearenses, com enorme sucesso, premiada em Festival, esta é a oportunidade de ver/rever o Zé de Matos.

Peça : " A Terrível Peleja de Zé de Matos com o Bicho Babau nas Ruas do Crato"
Apresentações : 02 apresentações
Dia : 21/03/07 ( Quarta Feira )
Local : Teatro do Centro Cultural BNB em Juazeiro do Norte ( Defronte a Praça Pe Cícero)
Hora : Primeira apresentação : 16 H
Segunda apresentação : 19:00H
Duração : 1H : 30 Min
Entrada : Franca ( ingressos na Portaria antes do espetáculo)

12 março 2007

Grande encontro!

(esq p/ dir): Salatiel, José Nilton, José Flávio,
Jurandyr Temóteo, Abidoral Jamacaru e Jorge.

Neste último domingo (11), José Nilton esteve reunido com seus amigos na casa de eventos Aquarius. O atual Vice-reitor da URCA, já é de conhecimento público, tem demonstrado interesse em pleitear candidatura à reitoria de nossa universidade.

A confraternização contou com a presença significativa de cerca de 300 pessoas. Além de professores, funcionários e alunos da URCA, muitos artistas estiveram também presentes.

Com o uso da palavra, José Nilton agradeceu o apoio dos amigos. Sinalizou que a Universidade vive um momento propício para sua consolidação. E que o futuro da URCA depende da participação ativa da sociedade. Finalizou dizendo que "A URCA somos todos nós".

09 março 2007

Maioridade Penal no Mundo

Últimas Fotos de Hoje !

Olá, Galera,

Para o pessoal de longe matar a saudade.
Essas são quentinhas, tiradas agora há pouco no Crato:








Abraços!

Estamos com Recordes de Audiência !!

Olá, Galera esperta do BLOG DO CRATO !

Tenho a máxima satisfação de dar a notícia de que tanto o BLOG DO CRATO quanto o PORTAL DO CRATO tem atingido recordes de visitantes nos últimos dias, depois do Carnaval.

Portanto, vamos em frente, que a coisa está dando certo!
Gostaria que as pessoas que escrevem, pudessem entrar em contato comigo e enviar textos interessantes a fim de que eu possa publicar lá no PORTAL.

Precisamos atualizar sempre, e isso depende de matéria-prima que as pessoas me enviam.
Não posso fabricar notícias, mas posso divulgar o que acontece.

vamos lá...
Estou esperando...

Abraços.

Dihelson Mendonça

06 março 2007

BLOWUP

GRAFITES

J. Flávio

Na entrada da Gruta do Sol, na Chapada da Diamantina, na Bahia, existe todo um paredão pictografado com impressionantes pinturas rupestres. Algumas , como uma mandala, gravada em quatro cores, enche os olhos de quem as vê. E lá estão postas, numa galeria toda especial, há pelo menos 10.000 anos Há desenhos que sugerem uma agenda , com inúmeros tracinhos empilhados , como se demarcando dias ou produtos de caça. Algumas figuras de animais e uns outros traços de espirais.Outras escrituras diversas existem aqui no Cariri, em Ingá, na Paraíba, no Amazonas. Que recado nossos irmãos primitivos desejavam deixar para a posteridade ?Certamente, de alguma maneira, gritavam para as gerações vindouras: Aqui estivemos ! Vivemos nestas terras, não nos esqueçam! É que não tinham quaisquer outras maneiras de registrar sua presença num mundo: sem escrita, sem TV, sem fotografia, sem cinema , sem internet. Aquela lhes pareceu a única possibilidade de deixar, para o futuro, alguma imagem que demarcasse sua presença nesta terra. Armstrong não fez muito diferente ao deixar a pegada do homem na lua e os alpinistas também fincam a bandeira de seus países nos picos mais inacessíveis . Os adolescentes grafitam os prédios mais altos para desespero dos proprietários, no intuito de afirmar : eu posso ! Mas , também , bravejam : Veja, estou vivo e sou capaz disso! Os enamorados gravam seus nomes nas árvores, no meio de um coração trespassado por uma seta de cupido, pretendendo mostrar para o mundo a força de seu amor, mas também para lhes imprimir um certo ar de eternidade.
Se repararmos bem, todas as nossas grandes ações, neste planeta, buscam, no fundo, a imortalidade. É que a vida é tão curta, de percurso tão frágil e imprevisível que todos , de alguma maneira, ensaiam deixar sua marca , seu registro, numa tentativa, última de eternizar-se. O escritor que publica o livro, o monge que ora no mosteiro, o pintor que expõe sua aquarela, o músico que compõe sua sinfonia , todos intimamente, pretendem, por caminhos diversos, sobreviver por aqui ,além da brevidade inevitável da vida. O empresário que constrói o arranha-céu, a grã-fina que compra a Hylux nova, o político que põe o próprio nome na rua recém construída , todos esforçam-se por saltar o caudaloso rio da morte e do esquecimento. Algumas vezes se utilizam até estratagemas terríveis: matam-se pessoas famosas, empreendem-se chacinas e guerras genocidas, no intuito de imprimir o nome no livro da história, mesmo que seja na página policial. Há em todos a vã esperança que será possível vencer e morte física através de nossos atos . Nosso pretensão não é muito diferente do faraó que construía a pirâmide e se acercava de todos seus utensílios terrenos, na certeza de que no outro mundo teria uma vida muito parecida com a que levou aqui embaixo.
O certo é que todos grafamos, cada um a seu modo, nossos pictogramas no paredão do nossa época.Alguns destes desenhos, como os da Gruta do Sol, resistirão aos anos e às intempéries, mas apenas legarão à posteridade vagas informações daquilo que um dia fomos e pensamos. Nossa individualidade esfumaça-se com a nossa partida. Podem ficar alguns poucos indícios do crime perpetrado, mas, no final a morte sempre ganha a questão e o esquecimento será sempre o desenho derradeiro que ficará aposto na gruta da vida , sempre esmaecido diuturnamente pelo apagador do tempo que prepara o quadro para ser pintado pelas gerações vindouras. .

05 março 2007

Cinema de Arte no SESC/Crato

SESSÃO DE ARTE MÊS DE MARÇO

Sessão de Arte no mês de março. Filmes de arte com entrada franca, todas as terças-feiras, às 19h no SESC Crato.

Segue abaixo a lista dos filmes:



06/03
Parente é Serpente ( ITA, 1992) - Classificação: 12 anos..
ComédiaDireção: Mario Monicelli
Roteiro: Carmine Amoroso, Suso Cecchi D'amico, Piero de Bernardi, Mario Monicelli

Durante a tradicionalíssima festa de Natal da família Colapietro, a alegria é interrompida quando a matriarca declara que ela e seu marido estão muito velhos para ficarem sozinhos naquela enorme casa. Comunica, então, uma decisão irrevogável: vai pôr a casa à venda e morar com um dos filhos. Mas, é claro, nenhum deles quer dar abrigo aos pais, e o que era para ser apenas mais uma ceia de Natal acaba se tornando uma grande confusão, de conseqüências tragicômicas.


13/03
Um Dia de Cão (EUA, 1975) – Classificação: 16 anos.
PolicialDireção: Sidney Lumet
Roteiro: Frank Pierson, baseado em artigo de P.F. Kluge e Thomas Moore

O diretor Sidney Lumet (Rede de Intrigas) leva às telas a história de dois ladrões que planejaram realizar um assalto a banco que durasse apenas 10 minutos mas que, 10 horas depois, ainda permaneciam no banco cercados pela polícia, pela imprensa e pelos curiosos de plantão. Com Al Pacino. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Original.


20/03
Gata em Teto de Zinco Quente (EUA, 1958) – Classificação: Livre.
Drama
Direção: Richard Brooks
Roteiro: Richard Brooks e James Poe, baseado em peça teatral de Tennessee Williams

O aniversário do patriarca da família reúne todos os seus integrantes, porém a existência de um câncer incurável acaba por revelar suas verdadeiras faces. Com Elizabeth Taylor e Paul Newman. Recebeu 6 indicações ao Oscar.